Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA PRIMEIRA PUNHETA (PRIMEIRO CONTO)

Click to Download this video!

Desde garoto sempre senti atração por outros meninos. Mas eu não entendia o que isto significava. Lembro-me bem dos meus 9 anos de idade, quando comecei a despertar para a sexualidade com mais intensidade.

Tinha alguns amiguinhos de minha rua, com quem sempre que podia fazia meus trocas-trocas, sem penetração, pois nem sabia que dava para enfiar o pinto no cuzinho do outro. Achava delicioso sentir a piroca dos meus amiguinhos encostando no meu cuzinho, sem saber o que significava aquilo. E também adorava colocar meu pinto na bunda deles. Sentia prazer!

Quando tinha 19 anos, comecei a ter meus primeiros pêlos pubianos, e comecei a ficar com vergonha de mostrar pra eles que estava virando mocinho. Foi quando descobri a punheta. Vou contar como foi.

Eu tinha um primo que se chamava Ricardo. Ele era três anos mais velho que eu, com 19 anos. Éramos muito amigos e sempre brincávamos juntos, daquelas brincadeiras de agarrar, dar murro, típico da mulecada.

Um dia estávamos na minha casa, sozinhos, brincando de bandido e polícia. Eu era o bandido e ele o policial. Como era mais velho e maior que eu, em um momento ele me agarrou, jogou no chão e caiu por cima de mim, dizendo: "te peguei, seu bandido!".

Quando me imobilizou, imediatamente senti que ele estava me encochando, como fazia com meus amiguinhos. Ele me segurava, eu tentava sair, e ele dizia "está preso!", e não me soltava de jeito nenhum!

Eu fingia que tentava sair, mas ele me segurava. Quanto mais eu me mexia, mais eu sentia um volume na minha bunda. Seu pau estava ficando duro, e ele apertava mais e mais aquele mastro na minha bundinha virgem. Eu estava gostando! Era muito grande o volume que sentia me apertando...

Bom, eu finalmente sai e olhei para sua calça jeans: vi aquela tora que ia do meio até o bolso da calça! Não falei nada, nem ele, mas adorei o que vi...

Mais tarde no mesmo dia resolvemos ir para o clube perto de minha casa. Fomos, jogamos um pouco de bola e aquela imagem não saia de minha cabeça. Até que ele falou: "vamos para a sauna?". Topei imediatamente!

Entramos no vestiário, tiramos nossa roupa. Ficamos somente de sunga, e fomos para a sauna.

Eu no auge de meus 19 anos, fiquei super curioso para saber o que iria acontecer!

Quando estávamos na sauna, eu disse que ia fazer xixi e ele ficou sozinho. Quando voltei, abri a porta e o peguei com o belo pinto para fora da sunga! Era grande para um garoto de 19 anos! Parei como se tivesse visto um monstro! Nunca tinha visto um pinto tão grande... os dos meus amiguinhos de troca-troca eram pequenos!

Ele guardou correndo de volta na sunga. Sentei ao seu lado e senti meu pinto crescendo dentro da minha sunguinha. Ai perguntei a ele: "Ricardo, que voce estava fazendo?". "Batendo uma punheta, ele disse.". Vendo minha cara de espanto e curiosidade, ele perguntou: "voce sabe bater punheta?". Eu disse que não... Ele se espantou e disse "nossa cara, voce tem 19 anos e nunca bateu uma punheta???". Eu disse que não sabia do que ele estava falando. Ele olhou para minha sunga e disse "mas seu pinto está duro né, seu safado!". Abaixei a cabeça de vergonha. Ele disse "faz assim, á...", e tirou o pauzão para fora e me mostrou como punhetar. Eu, com muita vergonha, fiz o mesmo. Botei meu pau para fora da sunga e comecei a esfregar para cima e para baixo, num vai e vem alucinante! Estava adorando, quando ele disse "não é bem assim... deixa eu te ajudar!". Nisso ele largou o seu pau e pegou no meu! Eu quase tive um troço, em sentir a mão dele agarrando meu pênis! Ele começou a puxar pra cima, pra baixo, pra cima, pra baixo, bem devagar, e foi aumentando a velocidade. Comecei a sentir um negácio muito gostoso, quando ele parou e disse "vou parar senão voce vai acabar gozando!". Eu não resisti, venci a vergonha e disse "deixa eu fazer no seu?". Ele falou que claro que sim! Eu peguei no pinto dele, que estava todo melado - fiquei com muito nojo! - e também o punhetei, devagar. Ele disse "vai mais rápido!". Comecei a acelerar, e de repente ele falou para eu parar, senão ia gozar na minha mão. Eu parei e pensei "o que será gozar?". Fomos embora.

De noite, fomos dormir. Meus pais nos acomodaram no meu quarto, com um colchão ao lado da minha cama para ele.

Quando a porta do quarto fechou, com tudo no escuro, eu perguntei a ele o que era gozar. Ele disse "deita aqui comigo que eu te ensino". Imediatamente escorreguei de minha cama para o colchão. Quando deitei ao seu lado, bati a mão nele e já senti seu pauzão duro debaixo do pijama. Imediatamente meu pau endureceu muito! Ele disse "eu vou fazer voce gozar, muleque", rindo. Ele levou a mão até meu pau, que estava muito duro. Tirou para fora do pijama e começou a me punhetar e ficou falando no meu ouvido "tá gostando, muleque? vai gozar hoje hein? depois é sua vez viu? vai fazer eu gozar também..."... Em poucos minutos eu comecei a sentir algo maravilhoso, como nunca tinha sentido antes... um calor começou a subir pelas minhas pernas, uma tremedeira no corpo todo, e senti como se fosse mijar! Ele percebeu e acelerou a punheta! De repente eu gozei! Gozei MUITO, acreditem, com MUITA PORRA! Acho que toda a porra acumulada saiu em jato forte, que senti cair em meu queixo! Ele falou "gozoooooouuuuu!". Eu me espantei, porque não tinha a menor ideia do que era aquele líquido!

Ai ele me explicou o que tinha acontecido, o que era a porra, pra que servia e falou "precisa tomar cuidado, muleque! já pode ser papai, HAHAHAHA!". Eu achei o máximo o cheiro, a textura da minha porra, e fiquei orgulhoso!

Ele disse que era a vez dele. Imediatamente agarrei seu pinto que estava muito duro e comecei a punhetar. Foram poucas estocadas no pinto melado e meu primo gozou em minha mão. Sua porra era quente, escorreu entre meus dedos e caiu em seu saco peludo... fiquei passando a mão e sentindo aquela coisa gostosa!

Ele quase desmaiou de tanto tesão!

Estávamos os dois com os pijamas melados, mas totalmente saciados.

Ele me deu um beijinho na testa e disse, "agora vamos dormir, amanhã tem mais".

Nem dormi direito. Mal esperei para chegar o dia seguinte.

Foi assim que descobri a punheta!

(fatos reais).

Este foi meu primeiro conto. Muitas aventuras da adolescência vou relatar para vocês. Votem e me escrevam: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


esposametenocomoutro.com.brele domindo eu calvagando no pau deli contover contos erótico encesto meu peitos são enormes meu marido gosta de mostra em lugar públicocontos bi vi meu pri meter na prinha prima fiz ele comer meu cu e eu fudi eláconto erotico dona de casa dominada Contos pornos-mamae deu um selinho no meu paumulher dando pra piazada contos erpticodconto erotico a morena eomulequeCasada mexe no pau de outro com o marido ao lado primeira vez contocontos eróticos menina pequeno dá o c* padeiroconto coroa casada da a bunda todo dia na ryacontos eroticos minha esposa sonhava em dar pra um cavalo e ela conceguiuamor olha o estrago ! Falou minha esposa com o cu inchado que o amante comeuTennis zelenogradcontos meu chefe me comeu e minha filhaContos eróticos ele veio do interiorbrincadeiras no escurinho conto eroticocontos masturbEla pediu pra cheira e ele esporou nacara delaConto erotico de secretaria espiando o faxineito tocando punhetaprono irmão comeno a irman branquinho cabelo pretomulher. safada. botado o leite do peito para foracontos eroticos minha mulher me castiga apertando minhas bolasConto de sexoEnfiando a cabeça da pica na buceta virgem filhacontos eroticos dei no velorio do meu maridoPapai derramo leitinho na minha cara contos eróticoscasado chupa travesti contocontos eróticos encontro de famíliaenfiaram sorvete no meu cuzinho contos erroticosconto gay caseiro patrao carlosContos lambendo cu cagadoDormindo ao lado da cumhada x vconto erótico a manicure lesbicaConto erotico casadinha com dotadomulher sentando na embragem com o cu e buceta contos eróticos homens sendo amamentadoscontos eróticos menina pequena dá o c* no pedágiodisvirginei a minha professora contos erodicosconto erotico mae com dois pau no cucontos eróticos sadomasoquismo exttemocus rijos bom analconto erotico como gravidez a minha tia seios gContos eroticos com esposas que foram arrombadas pelo tio do maridoContos gay perdi o cabaço com coroaconto erotico amiguinho do meu filhoconto meu vizinho paneleiroMinha prima me falou que tem vontade de chupa no meu penisEnfiim chegou os 19aninhos sua loucaHome poi mulhe prachora na picacontos eróticos vi meu vizinho transandoMeu primo caralhudo fodeu os meus cabacinhoscondos erodicos vizinho lindocontos eroticos prima 32nosadoro minisaia sem calcinha no busao contosContoerotico comendo um cu no metrocontos eroticos convenci meu priminho vestir a calcinha de sua maecontos eroticos - esposa - massagista - pintudoconto viajando com a maninhaContos eroticos nerd virgemcontos eróticos virei cdzinha do vizinhoeu ja comia Minha filhinha decidir compatilhar ela contos eroticoscontos de coroa com novinhoconto de encesto filho vetido de noivinhaduas irmas gozando juntas conto eroticocontos eroticos de regata sem sutiacontos eróticos conaconto de sexo com estrupo em família rasgei o cu de meu avô sem doconto erotico emcochando um travesti e fudendo a força em onnibuscontos.eroticos fui.fodida pelo tio velho da van escolarconvenci meu pai a levar me com ele ao clube de swingers conto eroticovideoo porno da bundona de chorte de burmivídeos do Chaves comendo a Chiquinha algum pau Durão tinha dentro da b***** dela ela pelada na frentexvidio real meu primo mamado peito bicudo da minha mae negraconto minha titia popozuda tomou banho comigo Contos eroticos ai mo seu pau ta me matando mete ai ai deliciosa aiicalçinhas meladinhas nelasc erotico metendo com a molecadaconto ela pediu pra pegar no meu pauconto sexo dei de ladinho qietovideos porno minha mulher me satisfazendo na cama presente de aniversárioconto cutuquei pai na bundia delavideo porno juazeiro-ba dei carona a preta e comi ela no carroso puta e dei gostoso a xana contos eroticoscontos eroticos ninfeta detalhadoSou escrava sexual do meu filho ences,contos erot.conto erotico gay no nordestecontos eróticos de surpresaContos eróticos padrastoconto comi minha sobrinha no resgyardocontos de homens casado danndo 1° vezcontos dogcontos eroticos a forçaimagens de rabo gostoso inclinado de calcinha transparentecontos eroticos de cu fedidoContos de incesto minha mae fugiu com outro e eu fiquei com o meu paiComi minha prima safadinha contoSou casada fodida contoconto sobrinho timidoconto erótico minha prima gabi me deu a buceta