Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A CADELA MASOQUISTA.

Click to Download this video!

Nancy tinha cometido uma falta grave durante a semana, duvidou do seu Dono dizendo:

Duvido que você me deixe imobilizada por horas.

Pois bem, seu Dono ligou hoje às 17:00 em sua casa e disse: Amanhã eu quero você aqui, descalça, com seu vestido preto, trazendo uma calcinha de reserva e um vestido vermelho de reserva às 20:00 na minha casa.

Nancy obedeceu, indo como seu Dono havia mandado e levando o que tinha que levar.

Chegou 5 minutos antes do combinado, apertou o interfone e Ele desbloqueou o portão.

Entrando na casa dele, o portão havia sido bloqueado, sem cerimônia, entrou e sentou na sala. Estava vendo algumas revistas, quando de - repente, havia sido vendada e amordaçada. Entrou em desespero e imediatamente fez menção em se levantar, mas Ele esperto, agiu rapidamente, deu uns bofetões nela e ela se aquietou.

Ela foi para o quarto totalmente imobilizada, nem se quer pôde andar direito. Ele a jogou na cama, as algemas a esperavam, tirou as cordas, a roupa e a algemou de bruço na cabeceira da cama. Os pés estavam totalmente imobilizados no pé da cama com uma corda.

Ela ficou na cama imobilizada por horas, até adormecer.

Horas depois, ela é acordada com um chicote de spanking estalando pelas suas nádegas.

Sem poder gritar por causa da mordaça, tentava se esquivar dos golpes em suas nádegas, mas nada adiantou.

Ele a puxa pelos cabelos e pergunta no ouvido dela: sabe o porquê está apanhando? Ele tira a mordaça e ela responde: por ter duvidado do Senhor.

Ela reconhece o seu erro e Ele a manda contar as chicotadas de 1 a 50.

Cada vez que era chicoteada, ela contava e agradecia. Suas nádegas estavam ardendo, então Ele parou com as chicotadas nas nádegas e começou a chicotear suas coxas.

Doía, mas ela contava e agradecia. Suas nádegas e coxas estavam vermelhas e ardendo, Ele não teve dá e nem piedade ao castigar sua cadela masoquista.

Ela pensou que o castigo tinha parado, mas não, estava sá começando.

Depois de 1 hora mais ou menos, Ele pinga cera de vela nas costas, nas nádegas e nas coxas... Ela fica cheia de cera de vela, mas isso não é nada... Agora é que pega fogo!

Ele tira a algema e a corda que imobilizam ela e a manda ficar de quatro. Ela obedece.

Ele aproveita da postura de sua cadela masoquista para desferir golpes de caning em suas nádegas, ela geme de dor e de prazer, quando ela começa a ficar no auge do orgasmo, ele guarda a vara de caning e começa a perguntar para ela na posição que ela está: por que você ousou em duvidar de mim? Ela responde: Porque não sabia que o Senhor pudesse me deixar imobilizada por horas. Ele desfere vários bofetões nela e diz:

Vou vendar e amordaçar você novamente, terá uma surpresa! Ele a amordaça e venda novamente.

Sabe qual é a surpresa? – Pergunta Ele.

Nancy: Não, Senhor.

Pois bem, vou pegar e não ouse tirar durante 1 semana, ok?

Nancy: Ok.

Ele pega a coleira e a coloca em seu pescoço, depois de colocar a coleira no seu pescoço, Ele diz: Vou te recompensar agora por ter sido uma boa cadela masoquista.

Ele a manda deitar na cama de bruço, ela deita. Ele passa um gel lubrificante em seu ânus e parte para a penetração. Ela geme de gozo e prazer, pois fazia horas que ela não atingia o topo do orgasmo.

Os dois foram para o banheiro tomar banho, tomaram banho juntos e depois de tomado banho juntos, Ele disse: vou deixar minha marca em suas nádegas para que não se esqueça que pertence a mim.

O chicote de spanking estala sobre suas nádegas, ela geme de dor e prazer, quando estava chegando na última, Ele diz: goza, minha cadela, goza!

Ela goza e na última chicotada de spanking, ela diz: obrigada Senhor!

Os dois vestem a roupa.

Ele curte aqueles lindos e limpos pezinhos, lambe, chupa e venera os pés de Nancy.

Depois da sessão de podolatria, os dois se despedem, mas com 3 bofetões em Nancy.

Quando Nancy chega em casa, o telefone toca... Ela atende e ao ouvir aquela voz masculina no telefone, ela diz: Obrigada, meu Senhor por me corrigir e me recompensar!

Ele diz: cada vez que você ver essas marcas, verá que você pertence a mim e desligou o telefone.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


filho da vizinha contos gay heterocontos eroticos promessacontos/o dia em que esfolei a cona da minha filhaconto de meu marido e a nossa filha novinhacomi o marido de minha prima ma cama delaContos eroticos corredorconto fala todas solteiro cornocontos eroticos irmão arrependidowww.sexo com cunhadss.com.brvídeo de pornô anazinha do corpão dando pro sobrinhoa punhetinhas do moleqe novinho contos eróticoNunca desconfiei do primo da minha namorada. ContosContos eroticos c imagens meus dois chefes me comeram por dinheirosadomasoquismo relatos comidavivaContos eroticos nerd virgemcontos eroticos dei pro meu inquilinourso velho peludo gay contoscontos eroticosdpcontos eroticos o filho do pastorcontos travesti e mulher casada juntas dando o cu pra homem e o cãocontos eróticos, esposa safada, puta dos patrõesmulheres casadas morenas claras 45 a 55 anos traindo com negaoconto tia velha safadacontos eroticos com absorventecontos eroticos exitantes minha sogra safada gostosa sexo.sobrinho.engravidou.a.tia.casadapai cacetudo conto gayuma x aninhar bem lisinha e gostosacontoseroticos d sexos de camioneiro comendo travesti na estradaesposafoi.encoxadaa pica de borracha ,minha esposa conto eróticocontoseroticos homens de calçinhacontos escondido no churrascocontos eroticos casada em casa sozinha com enteado fazendo massagemcasada da bunda maior de todas contosnão aguentei e chorei na dp anal contosAmante de coxas grossa e bundao contostransei com minha tia nas dunas da praiacontos fudendo sogra so com brincadeirascontos de coroa com novinhocontos sou o macho da minha sobrinhadetalhes como fui estupradoConto erótico calcinha fedidacontos eróticos meu marido foi para o estádio ver o jogoconto agarrada no onibuscontos eróticos mulher do meu primo de olho no meu paucontos erotico mulher experimentando um travesticonto erotico ninfentinha magrinha do short atoladocu delicioaocontos eróticos violentada fui putinha na frente do meu namoradocontos eroticos de incesto: manha mae me ensino a Transar 2sequestradaxvidiosexo com a irmãzinha contos eróticosminha cunhada minha amiga amantecontoComi+o+cuzio+da+mia+intiada+aforsa+conto+eroticocontos meu cu e grandecontos de sexo eu meu amigo e minha esposaconto fiz que papai tirace meu cabaçoconto erotico corno mi ajudougabriel o hetero proibido conto eroticos gayContos eroticos A reforma Viciada em sexobuceta cabeluda bunda inchadinha Pintadinha da Moniquinhacontos com fotos minhas mulher toda molhadinhaGostosas nao aguentam o tesao e traem em contoscontos de sexo mae necessitadacomtos.eroticos a professora e o aluno marrentoContos heroticos de mulher que soltou um pum na hora que tranzavabucetas insasiaveis em contopapai comeo meu cusinho virgincoroa sendo assaltado e estupradocrente viciada em engolircontos eroticos rabocache:4rfP6uYGrfkJ:tennis-zelenograd.ru/home.php?pag=67mulher chupando o pau do Felipe e as outras olhandoFlagrei minha esposa me traiu com negros de programa conto eroticoComo me tornei a cadela do meu padrato contos eróticocontos erotico o assalto meu marido participoucontos eróticos maesou empregada filhos do meu patrao me comem sempre juntos contoconto meu amor meu sobrinhocontos eroticos homem casado dando para o primominha mae é a mulher do meus amigos contoscontos heroticos gay meu tio de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha noveCONTO EROTICO:FIQUEI COM A CRENTE SUPERGATAcontos menage inesperadoContos eroticos dois macho chupando minhas tetaspenetrante contos de trepadas incestuosasnamaei na rola do meu pai contocontos de cúcontos irmâ da esposahestoria erotica o grandi fatasia do meu marido e c cornoContos eróticos gay comeu menininho