Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AMIGO MALVADO

Click to Download this video!

Eu sempre fui uma pessoa muito discreta, ao longo de meus 32 anos, raramente desconfiaram da minha opção sexual. Meus amigos héteros, sequer desconfiavam de que eu era gay.

O dia estava ensolarado e resolvi ir à praia tomar cerveja e ver os garotos de sunga. Cheguei no quiosque e pedí uma cerveja, quando olhei ao redor, notei que um rapaz muito bonito estava numa mesa práxima à minha, ele me olhou, dei um sorriso e ele retribuiu meio sem graça, fiz de tudo pra puxar assunto até que ele comentou a respeito de uma garota que passou, daqueles tipos, periguetes do funk. Que decepção, ele era hétero ! mas deixei a coisa de lado e não mais falei com ele, até que ele pegou seus pertences na mesa e se aproximou de mim pedindo para que eu os segurasse enquanto ele usava o sanitário. Na volta eu o convidei para se assentar na minha mesa e ele o fez, começamos a conversar e ele me contou que estava em minha cidade à passeio, com a noiva, mas que naquele dia ela estava no hotel e não aceitou sair. Conversa vai e vem percebí que meu dinheiro estava no fim, decidí convidá-lo a ir até minha casa, ele aceitou. Logo que chegamos, ele pediu pra usar o sanitário e obviamente permití, para meu espanto ele, enquanto urinava me perguntou se eu tinha namorado, levei um baita susto, principalmente porque o rapaz já foi saindo do banheiro e para meu espanto, excitado, o enorme pau muito duro. Ele me segurou pelo braço e disse: "Saquei qual é a tua, tu é viadinho cara... eu não gosto de homem mas como cu, e hoje o teu será o meu banquete..." dizendo isso, ele já foi logo abaixando minha cabeça e me obrigando a chupá-lo, abocanhei aquela delícia de pau, e num misto de medo e tesão, me deixei levar, ele socava a vara na minha boca e dizia: "Tá vendo essa rola na sua boca, vou te rasgar o cu com ela, mas antes, vou dar uma amaciada na carne... tira essa porra de cueca e fique de quatro, vou brincar com esse seu cuzinho...", dizendo isso já foi logo cuspindo nos dedos e socando logo dois no meu cuzinho, ele socava os dedos na minha bunda, até que sugerí pegar o lubrificande, pois meu cuzinho tava doendo. Para meu espanto, mal terminei de falar e ele me deu um bofetão, e disse : "Tu não tira onda de macho ? vai querer lubrificar a bunda pra quê ? heim, me responda seu puto, vai usar lubrificante não, vai levar pica à seco !", dizendo isso foi me colocando de quatro e enfiando a vara no meu cuzinho, seguindo de estocadas violentas, porém cadênciadas. O desgraçado sabia dominar um viado, eu tremia de medo, dele resolver me matar, poderia ser um psicopata. Ele estocava meu cuzinho, e ao mesmo tempo me dava fortes tapas na bunda, até que me lembrei, ele não havia colocado preservativo, mas o tesão era muito grande. Ele metia e me dizia palavras que, quase me matavam de tesão. Em determinado momento ele tirou o pau do meu cu, e me disse: "Tu quer pica viado ? vai ter que implorar agora, vou parar de te foder". Eu, ajoelhado no chão da sala, doido pra continuar levando pica grossa no rabo, me ví na humilhante situação de pedí-lo: "Não páre por favor, quero te dar mais minha bunda", outro violento tapa na minha cara, e logo apás este tapa, ele me fez tirar o restante da roupa e falou, "Tu vai pra varanda, que teus vizinhos vão ver tu dando o cu...". Estremecí, mas ele me obrigou, sorte que havia pouco movimento no prédio em frente, e ele me botou apoiado na grade e me enrabou novamente, meteu na minha bunda quase meia hora seguida, até que gozou abundantemente dentro do meu cu... me ví humilhado, na varanda da minha casa, no sexto andar, com porra de um desconhecido escorrendo pelas pernas, e vendo o garoto do sexto andar do prédio em frente me observar com um bináculo, o rapaz se vestiu, chegou até mim e disse: "Olha sá, amanhã te arrombo novamente, me espere até meio-dia, que vou voltar e trazer alguém comigo, tu vai ter overdose de pica e porra, seu passivinho safado... tu achou que ia me cantar, que eu seria teu namorado ? eu gosto de cu e tu tem um pra mim até o final da semana... ". Disse isso e saiu, com ar ameaçador... me assentei no sofá cheio de medo, vergonha dos vizinhos, cu dilatado por pica de um cara desconhecido que ainda gozou dentro de mim... mas uma sensação deliciosa, de ter sido dominado e currado quando menos esperava... No outro dia lá estava ele, com outro rapaz, pra cumprir a promessa que havia feito, de me dar uma overdose de pica...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


casadasna zoofiiliacontos eróticos apostei minha mulher d perdicriolo comeu minha mulher contosbaixar vídeos porno sublinha pega tio batendo punho tá e da a bucha pra eleminha sogra/contoAiii primo mete contoscontos exoticos comi minh minha irma detalhgays alisando os sCosContos eroticos cadela da cachoradatroca troca de homens adultos contosQuero ler,contos homem fundedo meninho de rua viadinhocontos eroticos abri uma cratera no cu da filha da minha primacontos de incesto dez anosfilme porno de saia curta botando uma pomba no cu e clorandoestiquei os peitos da gostosa contosirma com irmao da rola enorme contos eroticosSe masturbando conto com fotocontos eroticos de enteadasbaile funk só mulher e homem dançando agarradinho juntinhoConto comseguir comer a patroaeu ja comia Minha filhinha decidir compatilhar ela contos eroticoscontos eroticos pauzudoconto de rasguei o cu da minha avóconto erotico meu filho me chapoucontos eróticos porno primeira vez com a namoradaCONTOS EROTICOS DE SENHORAS FUDENDO COM GAROTOScontos eroticos/comeu novinha peludinhacontos er senta devagarsou uma putinha gostosa da familiacontos eroticos na piscina com a famila todos nus no reveioncumil minha vizinha gostoza fimepornoputa da ocu pra treis pau acha pouco emfia a maorelato erotifo meu filho gosa muto nas minhas calcinhasContos eróticos que rola grande no meu cu zinho apertadinhocontos de incesto dez anoscontos eroticos eu e minha filha somos as putas do bairro e meu marido sabehistorias eróticas com coroa de 80 anoscom oito anos tio lavou minha xaninhacontos as tetonas de vovocontos eroticos caminhaocontos tia me deveconto conto erótico e história comendo a mulher do meu amigo analpunheta na cadeia conto eroticoConto ertico forçada na escolaxvidios cumi a mimha mae traduzido em portuguesFetiche pelos pezinhos da minha amadaconto erotico gay motoqueiro marrenticontos fode mesmoconto erotico de velha gorda sem dentadurachantagem com casal. que pediu carona contos eroticoconto encoxada coletivaPasseio de lancha com um coroa conto erotico contos eróticos sarro no ombrominha esposa tem umrabao contoscontos de incesto - brincando de encoxar minha irmã novinha na piscinaquad erotico a apostaconto travesti finge ser mulhergostoza mastruba aloprado fas ele gozar xvidiohistorias de sexo, eu vi o meu pai come o cu da minha mae, e eu fiquei ecitadocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anospatrão comeu a buceta da filha da empregada que estava de shortinho cor de pele contos eróticosvesti as roupa feminina e dei meu rabinhocontos eróticos por categoriaconto zoofilia tezao estrupocontos sexo pai chupa cona da filha cheia de porravai me arrombarcontos de sexo o cheiro forte da buceta cabeluda da mae maduramulher pois o marido a xupae o traveste"que buracao" gay contocontoseroticos minha madrasta trai meu pai comigocontos eroticos - isto e real - parte 2contos de big rolaContos minha sogra quis medir meu paumulheres da bunda grande saia curta fio dental ela é baladeiraconto erótico sobre 69 entre primos gays com fotoscontos eroticos vizinha curiando por cima do murorealizei meu sonho transar com um cavaloContos porno de mulheres casada que traem com pau grande e choramencoxei e dedei minha sobrinhaConto erotico Seu Madruga gay.contos eróticos padre diaboContoe d orgias cadelinha e seu dono