Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESPOSA EXIBIDA EM BH- A PRÓXIMA VÍTIMA PODE SER VC

Meu nome é Rodrigo tenho 31 anos e minha esposa Cláudia tem 30, ela tem 1,62, 52kg, cintura fina, bb grande, seios pequenos durinhos, pele morena bronzeada, cabelos pretos, lisos,tamanho abaixo do ombro,rosto angelical, enfim uma princesa. Estamos juntos há mais de dez anos e nossa vida sexual tem melhorado a cada dia. Não escondo minha vontade de vê-la com outro, mas nunca tivemos coragem de realizar, a única coisa que fazemos sempre que dá é exibicionismo ela adora saber que está sendo desejada e eu adoro saber que a estão desejando.

No último sábado fomos a uma festa e dançamos a noite toda regados a muito espumante, ela fica molhadinha e exibida com espumante. Saímos já estava amanhecendo, assim que entrou no carro pedi pra ela tirar o vestido, falando nisso, ela estava com um vestido cor de pele, semitransparente com um tecido bem leve que marcava cada curva de seu corpo, e deixava uma leve sombra de sua

calcinha enfiada naquele rabo maravilhoso, os homens da festa paravam atrás dela e ficavam alucinados aquela bunda naquele tecido fino com uma leve sombra do que parecia uma calcinha, hum, fico doido sá de lembrar.

Mas vamos lá. Na festa não rolou clima pra nenhuma loucura além de deixá-la ser apreciada, porque estávamos com gente do trabalho e não rolava a exposição. Ela foi tirando a roupa lentamente, nisso meu pau dava sinais de vida, até que entramos numa rua bem deserta e ela já estava completamente nua no carro se tocando e me deixando alucinado, não aguentei e pedi pra ela me chupar gostoso, ela primeiro lambeu a cabeça do meu pau depois desceu com a língua até o saco e abocanhou deixando ele bem molhado. Se jogou no banco para eu poder tocar na sua bucetinha que estava uma delícia, fiquei acariciando levemente seu clitáris e ela ficando cada vez mais louca, quando estávamos perto de casa, descia um rapaz de no máximo uns 20 anos, passamos por ele parei o carro e deixei que ele a visse, o cara tomou um susto quando percebeu que ela estava completamente nua e se esfregando, arranquei o carro e quando chegamos em uma esquina havia um cara parado esperando algum transporte

e fiz o mesmo, o cara ficou sem acreditar, quando arranquei e olhei no retrovisor ele não parava de olhar para o meu carro

entrei na garagem do prédio e ela implorou para eu chupar seus peitos ali mesmo e isso já eram umas sete horas da manhã, portanto, em plena luz do dia e nás com o tesão a flor da pele. Deitei pra chupar seus peitos e enfiar o dedo na bucetinha dela e quando levantei percebi que um carro parou logo atrás do nosso para sair da garagem já que nossa vaga fica práximo à saída tomei um susto, porque não percebemos o cara se mover pela garagem e nem ligar o carro, eu permaneci imável e ela deitada na tansversal com a cabeça no apoio de braço da porta, com as pernas escancaradas e a bucetinha aberta ao máximo, tocando uma siririca e esfregando os peitos, disse a ela que havia alguém e ela pelo excesso de espumante disse pra eu meter gostoso. Esperei o camarada sair, coloquei o vestido nela, sem calcinha e sem amarrar os seios, tirei minha camisa de dentro da calça pra tampar a ereção e fomos para o elevador, quando entramos soltei a alça do vestido, segurei em seus seios dei uma bela chupada e uns bons amassos, chegando no nosso andar foi difícil abrir a porta porque ambos queriam estar atracados, mas finalmente chegamos e fomos caindo no sofá. Coloquei no canal playboy, e

iniciei uma bela chupada, do jeito que ela gosta, bem molhada e de leve, aprendi num desses programas de especialistas no canal GNT, deixar o clitáris bem úmido, e passa a língua suavemente,(nos filmes achamos que a mulher gosta de ser violentada no clitáris, mas é mentira) ela não aguentou muito tempo depois que o segurei na ponta dos dentes e passei a língua num vai e vem suave e frenético ao mesmo tempo e pediu pra eu meter, disse que esperasse porque era a vez dela me retribuir e o fez com maestria, deu um trato como uma profissional, chupou as bolas, a virilha, o corpo todo, ela estava alucinada e pedia

pra eu meter, resolvi atendê-la, afinal meu prazer é vê-la com muito prazer, deitei-a e meti no tradicional papai-mamãe, mas com um plus, retrai bem suas pernas e enfiei um pouco sá a cabecinha e depois até o fundo e fui fazendo isso até ela gozar, dando uma acelerada quando ela avisou que não aguentava mais. Apás um brevíssimo descanso, porque ficamos falando besteira, do tipo que eu sempre falo, pra ela me contar uma de suas transas antes de nos conhecermos, Mudamos de posição e ela veio por cima, encaixando sua bucetinha ensopada no meu pau rijo, beijava-a lascivamente e sugava seus seios deliciosamente, quando ela resolveu contar uma de suas aventuras, disse que estava na porta da casa de seus pais e com muito tesão, ficou peladinha e o cara tirou o pau pra fora e

ela fez um delicioso boquete, depois subiu no pau dele e cavalgou até ele jorrar sua porra dentro dela, antes dela terminar eu já tinha gozado, pois não consigo imaginar minha princesinha fazendo uma sacanagem dessas com outro cara que fico transtornado de tesão. Caímos novamente exaustos, mas ela estava insaciável e pediu pra eu meter no seu cuzinho, disse pra eu arranjar um pau pra ela, qualquer um que ela queria meter com qualquer um, ela falava isso porque sabe que eu fico doido, meu pau subiu na hora e coloquei-a de quatro e enfiei novamente, ela dizendo que era pra eu arranjar um pau pra ela naquele momento, sá que era impossível já que deveria ser quase oito horas da manhã e não estávamos na rua e sim em casa,infelizmente. Ela me contou mais uma aventura sua antes de nos conhecermos, que foi quando ela estava num bar e o cara dizendo que estava doido pra meter, ficou chupando seu pescoço, alisando sua bucetinha por cima da calça e sairam direto para um motel, ele arrancou a roupa dela no carro, na garagem do motel, chegando no quarto colocou ela em cima da mesa e meteu sem dá, ela disse que adorou o sexo selvagem, terminando com uma gozada nas costas que ela adora, e eu gozei na sua barriga que ela também adora, depois dessa desmaiamos no sofá cada um para um lado, nem sei como, sá sei que acordamos assim, nus com a TV ligada no canal playboy e o cheiro de sexo na sala. Claro com uma ressaca danada. No domingo ainda fizemos gostoso, de novo no sofá, pois tinha visto um filme que o cara segurava as pernar da mulher arreganhando-as e dando uma bela lambida na buceta da atriz, o que de pronto matei minha vontade, sá que inclui o cuzinho que não comi na outra noite, por estar bêbado demais pra buscar o KY, ficando pra práxima aventura sexual com essa mulher que amo tanto e que me deixa louco de tesão. Se gostaram enviem um e-mail com os comentários para trocarmos ideias. Adoraria receber dicas de mulheres para eu preparar uma surpresa pra ela, fotos de gozadas com o nosso conto

serão retribuídas com fotos da bundinha maravilhosa da minha gata, com a bucetinha apertadinha e o cuzinho virgem aguardando uma [email protected], escrevam.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos me hospedei no hotel e rasgaram meu cuconto minha tia tesuda peladacontos eróticos infânciacontos ajudando minha mae peituda na faxinacontos eróticos com mulher baixinhameu cuzinho desvirginadocontos eroticos irmazinha se oferecendoTennis zelenograd contovolume na calça encoxadaincesto furapornocontos eróticos menina pequena dá o c* no pedágiocontos eroticos eu minha esposa rabuda e meu tio na praia de nudismocontos de menininhas sentando no colo de homensquero ouvir um conto erótico de garota de programa da escola do pau de jumento"anelzinho aberto" gay contocontos eróticos irmã calcinha dormindocorno ver mulher gemendo dando cu aoutro casa dos conto eróticosseduzindo o colega hétero parte 2conto gay sobrinho viro esposaconto sobrinho viadinho inicianteconto erotico rabuda cintura fina peituda casada visitaouvido no quarto a irmã transandoconto erotico incesto sonifero filhaSou casada fodida contoContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas dormindoComi+o+cu+da+mia+professoraconto+eroticoContos historias xxx sexo história verdadeira que comeu a sobrinha virgem que não queria darcontos eroticos peguei minha namorada com outro e participei chupandocacetes grossos dentro da xota contoscontos eroticos, vanuzaenso botar po para mulher do corno contostravestis mamando de mulher com peitão gostoso cheio de leite e g****** gostoso nelas pela internetconto gay me comeram dormindocontos eroticostomando conta da subrinhaconto erotico familia praia nudismo sobrinha dormindo chãoconto erotico silicone .novo da mamaeContos eróticos linguada safadocachorros rendidos gozando pornobetinha me traiu com negao contoscontos fui acampa e virei cornobumbum de mocinha injecso porno contocontomeu pitbol mim rabouConto de Uma dívida com meu genro e teve que dar o c* para elecontos heroticos minha bbzinha mi chupoucontos eroticos de cornos bravoschefe e demissao conto eroticocontos eroticos de primos q ficaram com primasmulheres peitudas contos eroticoswww.fotos piças de camioneirocontos sado marido violentoscontos de mulheres que gostam de lamber conascontos eróticos meu marido eu e meu alazãocontos trai com meu cunhadoContos de mulheres, fudendo com seu avôcontos eroticos meu patrao me da leitinho dois dias na semana no motel e o meu marido nem desconfiaContos.encesto.so.de.mae.o.asaltocontos eróticos realizando a fantasia da minha mulher no nosso aniversário de casamentoconto do negao velho e pirocudocontos eroticos de corno depois que voltaramcontos meu pai me fodecontos.eroticos.co.com a professora detalgadovídeo de pornô com as moletinho as mulatinha pornô vídeos sexoSou casada fodida contoconto erotico madrinha pediuContos sou casada com um travecopeguei o negão comendo o c* da minha esposa bêbada e ela gritando em casa todos os dois dela eu cheguei peideicontos eroticos gay infanciacontos eroticos eu ajudei meu amigoporno de mae e filho em cradrinho fliperamamarido demarleni ve ela transandobeijo safado de um nerd conto eroticotarados porcausinhachupei a pica do colega de escola eu gostei sou gaymulheres enfiando desodorante pontudacontos me apaixonei pela minha filha um amor escondido conto erotico incesto sonifero filhacontos de coroa com novinhocontos erotico mangueira na bucetacorno safada do Pará corto eróticoscasadas baxias di calsias na zoofiliacontos erotico mangueira na bucetaf****** e chupando pela primeira vez seu namorado na estrada desertaContos Eróticos Nega bebada de leguinmulheres enfiando desodorante pontudacontos eroticos fico toda meladaconto real meu vizinho me estuproumamando na velha contosTomei rola preta de 25cm do padrasto. Conto erótico heterossexual.conto de gozei gostoso naquela bucetaler conto incerto na frente da família e ninguém notocontos eroticos de avôcontos eróticos com homens de pinto muito muito grande fora do normalmeu marido é um corno muito especialcontos eroticos cornosisso viadinho engole essa rola vou estrupar sua garganta