Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ME FINGI DE BÊBADA E PAPAI COMEU MEU CUZINHO

Olá. Contarei uma histária que aconteceu há seis anos, quando eu tinha 19 aninhos. Minha primeira experiência sexual com meu pai aconteceu quando eu tinha 19 anos. Foi nas férias de verão, num apartamento em Balneário Camboriú. Mas, daquela vez, como ainda era uma meiga garota virgem, fiquei sá no sexo oral, com papai colocando o dedo em meu cuzinho. Fizemos mais algumas “experiências”, eu sempre abocanhando o cacete de papai e ele me chupando toda. Mas, um ano depois, quando eu tinha 19 anos, fui a uma festa de aniversário de uma amiga. Como estava quente naquela noite, coloquei apenas um vestidinho que deixava a mostra metade de minhas coxas e boa parte das costas. Eu e outras amigas começamos a tomar Martini, até que fiquei um pouco aérea. Naquela época, eu tinha um namorado chamado Marcelo, sá que ele ou era tolo, ou me respeitava muito. Quando ficávamos a sás, o máximo que ele chegava era apenas apalpar minha bunda. Naquela festa, brigamos, pois ele havia ficado com outra garota. Apás alguns Martinis, fique meio “alegre”. No horário combinado (1 da manhã), papai foi me buscar. Quando ele chegou, me despedi de todos, dizendo que ia embora, e embarquei no carro. Papai logo percebeu que eu estava meio bêbada. Comecei a dizer que tinha brigado com o namorado, que estava triste, deitei em seu colo e comecei a me fazer de conta ainda mais bêbada. Quando encostei minha cabeça em seu colo, senti o volume dentro das calças crescer. Papai começou a acariciar meus cabelos, dizendo que não era pra ficar assim, que eu era uma moça bonita, etc... Também disse que eu não deveria chegar em casa assim, pois mamãe não gostaria de ver-me naquela situação. Perguntei: “o que faremos?”. Ele respondeu que poderíamos ir a um motel, aí eu tomaria um banho e ficaria boa de novo. Concordei. Papai ligou para casa e disse que iríamos atrasar um pouco, pois eu ficaria mais uma hora na festa. Foi a primeira vez que fui a um motel. Lá chegando, fingi que tinha adormecido. Ele me pegou no colo, levando-me para a suíte. Papai me colocou na cama, enquanto foi encher a banheira. Neste meio-tempo, virei de bruços, mas continuando o fingimento. Retornando ao quarto, papai começou a alisar-me. Tirou o vestido, deixando-me apenas de calcinha, aliás, uma pequena calcinha que coloque naquela noite, para não marcar o vestido. Recebi um “banho de língua”, tal foi a quantidade da chupada. Já louca de tesão, ele despiu-me, pegou-me no colo e fomos para a banheira. Resolvi “acordar”. Entrei na banheira, ficando de bruços e deixando apenas minha cabeça e minha bunda de fora dÂ’água. Como ainda era virgem, papai disse que não iria comer minha buceta, mas, naquela noite, iria experimentar meu cuzinho. Começou lambendo, enfiando a ponta de sua língua dentro de meu cuzinho. Depois, pegou um creme, e passou na entrada de meu cuzinho. Falou que, primeiro, iria me acostumar. Enfiou um dedo. Não doeu quase nada. Depois enfiou dois, quando senti algumas dores. Mas o tesão era imenso que pedi para ser possuída naquele instante. Papai então passou a “pincelar meu cuzinho”, que já estava bem lambuzado de creme. Com as mãos em minhas nádegas, arregaçou bem a entrada de meu cuzinho, para facilitar a entrada daquele trabuco, que até então eu sá tinha sentido o gosto em minha boca. Começou enfiando a cabeça. E como é cabeçudo aquele cacete. Senti dores, que eram superadas pelo enorme tesão que estava sentindo. Ficou somente com a cabeça enfiada por uns três minutos, para me acostumar. Comecei a rebolar naquele pau gostoso, que foi entrando aos poucos. Pensei que iria ser arregaçada totalmente, com aquela jeba entrando em meu cu. Depois de alguns minutos, senti o pau inteiro em minha bunda. Papai começou a me bombar devagar, depois foi acelerando os movimentos, enterrando totalmente seu cacete em minha bundinha recém-desvirginada. Foi dolorido, mas maravilhoso. Sentia suas bolas baterem em minha bunda. Fui, literalmente, arregaçada naquela noite. Depois de alguns minutos, senti um jorro de porra bem quente em meu cuzinho, terminando de me lambuzar. Depois de gozar, papai deitou em cima de mim, exausto, com seu pau enfiado, latejando em meu cuzinho. Sem desgrudar de mim, pegou-me e fomos para o chuveiro, assim mesmo, com o pau em meu rabo. No chuveiro, mais uma sessão de sexo anal. Como já estava arregaçada, deixei ele aproveitar bastante daquele momento. Com o pau enfiado no meu cuzinho, passei a me mastubar, enfiando um dedo na minha buceta. Alucinada, gozei bastante. Em seguida, senti mais uma gozada em meu cuzinho, me enchendo ainda mais de porra. Foi maravilhoso. Depois de tomarmos banho em separado, fomos para casa. E papai me prometeu, quando eu perdesse a virgindade de minha buceta com algum namorado, ele começaria a fuder-me de todas as maneiras possíveis. Graças a ele, sou hoje uma bela puta na cama, deixando meu marido fazer o que quiser comigo. E ele adora...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos safados inversão e dominaçãoxvidio.com puchei a casinha delaconto erótico idosa casada e vizinhocontos de machos que experimentou um boqueteConto erotico dei leite na boca da filhingacontos eróticos mamãe deu para mim na fazendaquero tua jeba rasgando meu cucontos de sexo comi minha sogra vadia na frente da irma delacontos eróticos de lésbicas tirando a virgindade das outrasConto dp caralhos gigantesminha irmã minha amanteafinando a língua no cuzinho do cara para ele metendo gostoso nelacontos vi pau enorme cheio de veiascontos eroticos fiquei com um pouco de nojo mas chupei aquela buceta peludacontos de corno flagrei minha namoradacontos de sexo com novinhas trepando com advogadoscontos eróticos de bebados e drogados gaysdando/o cabaço pro titio conto exitanteContos eróticos arrombei a linda noiva santinha do meu vizinho ciumentocontos eroticos filho doente mentalcontos eroticos negro e patricinhaconto erótico gorda gótica conto erodico,eu amo da minha bunda pro meu maridocontos eroticosperdi mibh virgindade com meu vizinhocontoseroticosbvconto erótico somos meio nudistasconto esposa se transforma na casa de swingContos meu marido covidou um negrao p dormir em casa econtos de corno flagrei minha namoradapeguei carona com caminhoneiro conto sexoconto sexo me fuderam e meu pai vuimamado no papai contospequei milha maes fudedo com um negao lopradocontos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigocomi o cu do meu irmao e da minha irma brincando de pique esconde contoscontos filme com cunhada mostrando a buceta de sainhaContos eroticos de meninas estupradas.conto comi uma buceta muito apertada que doeu meu pauconto menor me comeucontos dois gemeos chupandocontos descobri que meu marido come minha sobrinhacontos eroticos corno e amigo mesmmeu tio me comeu ate eu desmaiarcontos eroticos de lolitos com tios de amigoscontos eroticos exibindo minha esposa no banhocontos eroticos traindo na Lua de Melcontos de i****** f****** minha sobrinhacontos porno esposas estuprados submissospeguei o negão comendo o c* da minha esposa bêbada e ela gritando em casa todos os dois dela eu cheguei peideiTeannis feias vídeos pornôcontos eroticos primeiri orgamos com meu irmaoconto sou loira nossa descobrir q o pau do meu sobrinho e grandecontos eróticos frio inverno geladofizemos sexo bi com um estranho contocontos esfregando o pau na bundacontos eroticos cunhadinhoscomi minha tia em minha cama fingindo que tava dormindo contosfodo minha princesinha. contos eroticos de incestosvideos de meninas fudedo co casorocontos erotico com.foto de travesti trasado levado gozada na bocaver conto veridico minha baba abusado por minha babaesposa no motel com amigos contocruzando o cu fechadinhocontos eróticos contos eróticos meus tios me comiam meus tios me comiamconto piao gostoso. no cavalocontos fui transa com minha mulher tive um susto percebi que seu cu tava mais largocontos o pedreiro me fez mulhercontos eroticos ela não queriacontos erótico eu de dhorte sem cuecafudendo a empregada rabuda negra com fotos contoascontos eroticos comi o gay e virei namoradogarotinha contoscontos comendo mulher na despedida de solteira no carnavalcontos de sexo no bar aii meti vaivideo de morena clara casada traindo com um bem dotado acima de 22 cmTennis zelenograd contocontos caralho grande baixinhaCont erot tic dormindocontos eroticos minha mulher com roupa curta e decotadasentou no meu colo conto eroticoProvoquei e foi arrombada porno conto contos eroticos menininho sapeca no meu colocontoserotico com cavolosmae coroa mechama pra viaga com ela e durmo com ela insexto gostosa pornocomendo a puta e mijando na buceta dela e areganhando o cu dela lambendo as bolas do mendigosou empregada filhos do meu patrao me comem sempre juntos contorelatos de um negao roludo me desvirginoucontos eróticos meu sobrinho pequeno chupa meu pauConto erotico entalouConto eu dei buceta para um gayfui dormir na casa da tia e comeu o Helenacontos filha foi pescar com pai e foi arrombada na barraca no escuroconto erótico f****** gostoso a b******** da minha filhaminha mae esta de camisola curta contoContos eroticos casal certinho e travest roludocontos erótico paizão enrabar filho gayPorno dentro do trem verídico