Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ME FINGI DE BÊBADA E PAPAI COMEU MEU CUZINHO

Click to Download this video!

Olá. Contarei uma histária que aconteceu há seis anos, quando eu tinha 19 aninhos. Minha primeira experiência sexual com meu pai aconteceu quando eu tinha 19 anos. Foi nas férias de verão, num apartamento em Balneário Camboriú. Mas, daquela vez, como ainda era uma meiga garota virgem, fiquei sá no sexo oral, com papai colocando o dedo em meu cuzinho. Fizemos mais algumas “experiências”, eu sempre abocanhando o cacete de papai e ele me chupando toda. Mas, um ano depois, quando eu tinha 19 anos, fui a uma festa de aniversário de uma amiga. Como estava quente naquela noite, coloquei apenas um vestidinho que deixava a mostra metade de minhas coxas e boa parte das costas. Eu e outras amigas começamos a tomar Martini, até que fiquei um pouco aérea. Naquela época, eu tinha um namorado chamado Marcelo, sá que ele ou era tolo, ou me respeitava muito. Quando ficávamos a sás, o máximo que ele chegava era apenas apalpar minha bunda. Naquela festa, brigamos, pois ele havia ficado com outra garota. Apás alguns Martinis, fique meio “alegre”. No horário combinado (1 da manhã), papai foi me buscar. Quando ele chegou, me despedi de todos, dizendo que ia embora, e embarquei no carro. Papai logo percebeu que eu estava meio bêbada. Comecei a dizer que tinha brigado com o namorado, que estava triste, deitei em seu colo e comecei a me fazer de conta ainda mais bêbada. Quando encostei minha cabeça em seu colo, senti o volume dentro das calças crescer. Papai começou a acariciar meus cabelos, dizendo que não era pra ficar assim, que eu era uma moça bonita, etc... Também disse que eu não deveria chegar em casa assim, pois mamãe não gostaria de ver-me naquela situação. Perguntei: “o que faremos?”. Ele respondeu que poderíamos ir a um motel, aí eu tomaria um banho e ficaria boa de novo. Concordei. Papai ligou para casa e disse que iríamos atrasar um pouco, pois eu ficaria mais uma hora na festa. Foi a primeira vez que fui a um motel. Lá chegando, fingi que tinha adormecido. Ele me pegou no colo, levando-me para a suíte. Papai me colocou na cama, enquanto foi encher a banheira. Neste meio-tempo, virei de bruços, mas continuando o fingimento. Retornando ao quarto, papai começou a alisar-me. Tirou o vestido, deixando-me apenas de calcinha, aliás, uma pequena calcinha que coloque naquela noite, para não marcar o vestido. Recebi um “banho de língua”, tal foi a quantidade da chupada. Já louca de tesão, ele despiu-me, pegou-me no colo e fomos para a banheira. Resolvi “acordar”. Entrei na banheira, ficando de bruços e deixando apenas minha cabeça e minha bunda de fora dÂ’água. Como ainda era virgem, papai disse que não iria comer minha buceta, mas, naquela noite, iria experimentar meu cuzinho. Começou lambendo, enfiando a ponta de sua língua dentro de meu cuzinho. Depois, pegou um creme, e passou na entrada de meu cuzinho. Falou que, primeiro, iria me acostumar. Enfiou um dedo. Não doeu quase nada. Depois enfiou dois, quando senti algumas dores. Mas o tesão era imenso que pedi para ser possuída naquele instante. Papai então passou a “pincelar meu cuzinho”, que já estava bem lambuzado de creme. Com as mãos em minhas nádegas, arregaçou bem a entrada de meu cuzinho, para facilitar a entrada daquele trabuco, que até então eu sá tinha sentido o gosto em minha boca. Começou enfiando a cabeça. E como é cabeçudo aquele cacete. Senti dores, que eram superadas pelo enorme tesão que estava sentindo. Ficou somente com a cabeça enfiada por uns três minutos, para me acostumar. Comecei a rebolar naquele pau gostoso, que foi entrando aos poucos. Pensei que iria ser arregaçada totalmente, com aquela jeba entrando em meu cu. Depois de alguns minutos, senti o pau inteiro em minha bunda. Papai começou a me bombar devagar, depois foi acelerando os movimentos, enterrando totalmente seu cacete em minha bundinha recém-desvirginada. Foi dolorido, mas maravilhoso. Sentia suas bolas baterem em minha bunda. Fui, literalmente, arregaçada naquela noite. Depois de alguns minutos, senti um jorro de porra bem quente em meu cuzinho, terminando de me lambuzar. Depois de gozar, papai deitou em cima de mim, exausto, com seu pau enfiado, latejando em meu cuzinho. Sem desgrudar de mim, pegou-me e fomos para o chuveiro, assim mesmo, com o pau em meu rabo. No chuveiro, mais uma sessão de sexo anal. Como já estava arregaçada, deixei ele aproveitar bastante daquele momento. Com o pau enfiado no meu cuzinho, passei a me mastubar, enfiando um dedo na minha buceta. Alucinada, gozei bastante. Em seguida, senti mais uma gozada em meu cuzinho, me enchendo ainda mais de porra. Foi maravilhoso. Depois de tomarmos banho em separado, fomos para casa. E papai me prometeu, quando eu perdesse a virgindade de minha buceta com algum namorado, ele começaria a fuder-me de todas as maneiras possíveis. Graças a ele, sou hoje uma bela puta na cama, deixando meu marido fazer o que quiser comigo. E ele adora...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos meu marido mandou eu chupar o pau dele na frente do entregadorcontos eroticos esfregando devagarinho o pau por trasContos eroticos roludo comendo a bundinha da loirinha gostosinhainiciando um viadinho contocontos Surpreso em ver tia sem calcinhaescurdo bucetona arreganhada foto delasAgarrando o pênis com tesãocontos eróticos orgias bicontos eroticos casal e filhos bi passivosvideo online travesti linda novinha deu no pelo garotao goza continuoo bombando escorreucontos eroticos sexy romantico e gostosomeu padrasto meu donocontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoconto de filho fudendo cu da maesó um pouquinho contos roubando beijo da tia contos eróticosAdoro tanguinhas contosOrgias com os moleques contos eroticostarados porcausinhacontos eroticos sodomizadoComtos heroticos da cunhadinha viviane dando pro cunhado reinaldofotos e contos de comadres dando cucontos eroticos engravideiconto erotico viadinho com shortinho e calcinha é estupraadocontos negao limpando quintal da casadacontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos meu amigo fotografo e minha esposacontos travesti e mulher casada juntas dando o cu pra homem e o cãotravesti comendo mulher gorda cheia de pentelhocontos erotico ele quis ser corno e eu providencieifui dominado por uma mulher mais velha conto eroticoescravisando primo contos eroticosFinquei o pau no cu da manaconto erótico de casada que chegou em casa completamente arrombada e o marido percebeucontos eroticos de enteadastirei o cabaço deleso contos de gay sendo aronbado por varios homens um apos o outro aronbando o cúeu pratico incesto e zoofilia desde pequenacontos de travestis comendo os patroeso cu da minha esposa e meu contocontos eroticos na arrombada noite de nupsiaas novinha gostosinha dando a b******** sendo engravidado tomando vinhocontos porno papai e a fama de pirocudohomem fazeno comeno acachora nu ciuDei a buceta e o cu,para um roludo e chorrei muito conto eroticosentou no meu colo conto eroticoo carteiro me pego com roupas femininas gayconto erotico peguei um filhote de cachorro e ele me fudeuContos eroticos anal com estranhoconto erotico/viadinho da mamãeconto erotico debaixo das cobertascontos de transei com meu namoradopintinho durinho molequegozei na minha sobrinha conto eroticocontos eroticos incesto meu primeiro orgasmo pai e filhinhacontos eroticos fui estuprada no matagalcontos eróticos com fotos esposas estupradas submissascontos eroticos comi duas professorasIncesto com meu irmao casado eu confessoViadinho Loirinho Sou Escrava De Um Negro Contos Eróticos contos eróticos teen apostaempregadinha vai pro quarto do patrao so de camisola contoconto gay na academiamarido chupa seios quando está nervosoconto pegei minha cunhada novinha se mastrubandocomi minha nora bebada fingindo que estava dormindo de pernas abertas sem calcinha contospapai disse que me ama contos eroticosticos em bunda de mulhweconto erotico real meu marido me liberou dar o meu raboconto erotico crente negra velhaconto pega na siriricaconto erotico gay florestaContos gays estrupados na obracontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosxvideo porno cavalu comedo aeguahestoria erotica o grandi fatasia do meu marido e c cornomeu patrão me pegou mastubando e chantageia conto eróticocontos eróticos de bebados e drogados gaysconto erótico somos meio nudistascontos comi uma cabritinhaSou casada fodida contoquero ver vídeo de transex dos pelos das pernas descoloridoscontos eroticos sou casada o velho da chacara sozinhocontos eroticos comida nomatocontos de coroa com novinhocontos eroticos pra quebrar a rotina dividi meu marido com minha amigaViolentei a deficiente contos eroticosCom sunga sempre fico de barraca armada