Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CADELA IMPLORANDO

Click to Download this video!

Senhor estava em sua mesa,sentado,trabalhando,todo concentrado . Cheguei de quatro,nua, de coleira,toda manhosa e safada . Senhor sentiu a minha presença,mas fingiu que não viu,me ignorando totalmente . Fiquei lhe olhando,com aquela carinha de piedade,pedindo a sua atenção apenas com o olhar . Estava ali,de quatro,pertinho de ti,esperando,implorando apenas um olhar e nada .



A sua presença,o seu desprezo,me causava um tormento e ao mesmo tempo uma excitação incrível .



Já estava toda molhada,quente...ansiosa,agitada... os minutos passavam e cada vez ficava mais excitada,nervosa,apavorada, submissa .



Senhor sentiu a minha respiração ofegante,soltou um sorriso me olhando...nossa !...fiquei desesperadamente excitada com seu olhar debochado,firme e ao mesmo tempo,sereno,dominador...



Estava toda boba,feliz,inquieta,excitada,nervosa,envergonhada,agitada e safada!..



Uma mistura louca ...Senhor sorriu,desviando o olhar novamente e espichando os pés... (debochado)...rs !.



Na hora olhei e com aquela carinha de cadelinha manhosa,submissa,obediente e servil,já fui implorando para lhe servir de mesinha,apoio para seus pés .



Mas seu olhar estava totalmente para o computador,não viu meu olhar e estava bem concentrado . Fiquei atormentada,excitada demais....o nervosismo já estava me deixando impaciente,inevitável,comecei a tremer...então,resolvi fazer barulho,baixinho,bem baixinho...gemidinho de cadelinha..rss..Senhor ouviu,adorou....estava amando tudo,mas estava disposto a judiar mais e colocar em prova a submissão de seu bichinho . Fingiu,ignorou....não demonstrou nenhuma reação, até o deboche havia sumido . Sua atitude estava me excitando e ao mesmo tempo me deixando impaciente demais . Não teve jeito,já estava totalmente confusa . Então,resolvi gemer mais alto,necessitava a sua atenção e não estava disposta a desistir . Senhor gostava e sabia muito bem me causar aflição . Continuou me ignorando,não manifestou nada,nem um sorriso,nem um suspiro,nem um olhar,nem uma mudança na respiração,nada! . Ah....inevitável..o desespero começou a bater em minha porta...corpo estava tremendo,estava literalmente molhada,encharcada,quente,louca de tesão e de raiva... atormentada,confusa....fiz gracinha,gemi mais alto...nada...absolutamente nada....comecei a pensar em várias coisas...mas estava confusa demais...excitada....não sabia o que fazer,como fazer...respirei fundo e mandei o desespero embora....não podia e não iria perder o controle .. (falso controle,pq nesse momento já estava sem nenhum)..rss..Senhor estava amando aquele desespero todo causado por ti... e estava disposto a torturar muito mais....queria ver até que ponto aguentaria o desprezo,a pressão... Então,depois de muitas tentativas,resolvi falar baixinho,morrendo de medo de lhe incomodar,mas ao mesmo tempo com a consciência pesada por não estar lhe servindo de mesinha....precisava ser útil...estava me sentindo mal,por estar ali sem fazer nada ... com o corpo tremendo,respiração ofegante,pausas na voz,disse baixinho :



- Donoo.... ( aquele jeito manhoso e submisso de pedir atenção.)..



Hum...mas ainda estava pouco.. (maldade )...Senhor nem se mexeu,fingindo não ouvir nada . Estava realmente testando meu limite,minha submissão,meu controle,minha dedicação,minha paciência .



Respirei fundo,com a boca seca,coração disparado,respiração ofegante,corpo tremendo,lhe chamei novamente,baixinho,implorando o seu olhar,a sua atenção :



- Donooo...



Senhor não manifestou nenhuma reação...ai sim,fiquei extremamente nervosa e impaciente..naquela altura,já estava confusa demais....não sabia distinguir o que era maior : o tesão,o tormento,o nervosismo, a raiva, a aflição,a angústia . Senhor percebeu a falta de controle,estava muito excitado com tudo que estava provocando em seu bichinho . Respirei fundo,tentando controlar o máximo aquela aflição....mas a essa altura já tinha me entregado...a respiração estava ofegante demais,o desespero já havia entrado,claro,as lágrimas foram inevitáveis no momento..tentei controlar...que pânico !...implorei novamente,chamei baixinho :



- Donooooooo....



Senhor sorriu,amou....me olhou,com aquele olhar debochado,com aquela voz tranquila, disse :



-Sim,meu bichinho,diga !.



Ah !...naquele momento não sabia o que era "pior",a sua atenção ou o seu desprezo....rs...pq estava excitada demais.....nervosa....tremendo muito,não sabia por onde começar,como falar...estava quase atropelando tudo,quando lhe olhei...aquele olhar,nossa...!..me acalmava e desesperava ao mesmo tempo...que loucura !...respirei fundo...estava com um olhar aflito,desesperado...Senhor sorriu,me olhando de um jeito debochado...me testando....então,disse :



- Por favor,Dono..( a essa altura quase chorando )...



Senhor fez sinal pra respirar fundo e dizer calmamente,sem desespero e pressa..( fácil,não?..rs..debochado mesmo )....



Não podia desesperar,mas já estava desesperada...rss...nesse momento já estava confusa demais...então,num impulso,falei:



- Dono,por favor,permita-me servi-lo de mesinha !



Bonitinho...Senhor adorou,mas ainda sentiu um fio de "controle"...ah....queria provocar mais desespero..agora estava na hora de ver mesmo até onde seu bichinho era capaz de ir..



E com deboche,respondeu :



- Hum,não...acho que vc não está com tanta vontade,melhor ficar quietinha,descansando...



Poxa,que deboche heim....que descansando.....necessitava servi-lo...precisava daquilo....



Nessa altura já estava absolutamente confusa,sem controle,nervosa e excitada demais....respondi:



- Dono,por favor.. (ajoelhada)..imploro,dê permissão a esse bichinho idiota,que sá serve pra te agradar....permita-me servi-lo de mesinha,imploro....



Que aflição,que desespero,que tormento,que maldade !.



Senhor já estava desviando o olhar novamente,quando...



Desespero tomou conta,me cegando,me deixando totalmente nervosa e transtornada,disse :



-Dono,por favor,dê permissão a esse pobre bichinho,que está disposto a lhe agradar,imploro...já estava quase beijando o chão....totalmente sem rumo....chorei...implorei....no chão...pertinho de seus pés,mas sem permissão para tocá-los....chorei muito....implorei,entre choro e soluço.....Senhor resolveu atender o pedido de seu bichinho,com deboche,disse:



-Certo...venha...mas não quero ouvir um choro,um gemido,uma respiração,será que consegue inútil?...nossa !....maldade mesmo...já fui enxugando as lágrimas,respirando fundo,tentando controlar o nervosismo,a excitação...que mistura louca...precisava controlar tudo....tentando controlar,fui pra posição rapidamente ...



Senhor delirou de tesão,quando apoiou seus pés em seu bichinho,sentindo seu corpo tremendo,sua respiração ofegante,seu desespero,sua vontade absurda de tentar controlar,o que a essa altura já estava totalmente,absolutamente sem controle....rs !..mas gostou,sentiu a vontade,a submissão de seu bichinho naquele momento....encolhida,tentando não mexer...( rss.)....totalmente excitada,nervosa,transtornada..



Senhor riu e continuou de onde havia parado,totalmente concentrado no trabalho... ( não sei como conseguia....)..vai ver é por esse e outros motivos que é Dono..rss..tem o controle nas mãos.... ( ai ai ai )...







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos chupando a pica do meu filhoconto erótico da esposa do meu irmãocontos masturbcontos eróticos transei com minha sogra com ela dormindocontos eróticos reais de mulheres evangélicasursao tio roludo contocontos eróticos gay EMMO o maconheiroRelatos gostosinhos de homens casados mamando cu de boiolinhascontos eróticos me deu um chocolatecontos fui banha no rio e minha tia foi atrazMinha mulher foi iniciada por um negão contos eróticosnovinho da rola grosa comendo ha babacontos de zoofilia sobre eguas e jumentascontos minha mãe punheta entregadorcontos eróticos troca troca meninoscontos eróticos professora com garotinhoscontoseroticos genendo na vara grossa do papai insestocontos erotico de novinha trasado com novinho tirado a vigidadeporno sujo porra na boca guspe mijos e muita porcariacontos eroticos aa aaa ai ai isso mete meteconto quando fiz dez anos dei minha xoxotinha para o meu padrasto caralhusocomtos a coroa madura de 48 anosgay de rio preto de calcinhacumil minha vizinha gostoza fimepornoContos eroticos dei a buceta para inimigocontos erotico meu paieu conto Meu marido saiu meu cunhado me comeuconto erotico esmagou cu esposacontos eroticos casal com amigo dotadocontos erotivos mamar no pau infanviacrossdresser marquinha de biquini contoscontos de sexo com novinhas trepando com advogadosFui estuprada com penis de borracha conto quando passo o dedinho no meu cu fico com abuceta toda babadacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html conto comi uma buceta muito apertada que doeu meu paucontoseroticoscomendo a coroa loira e a filha delacontos eroticos de estuprosno carnaval de ruaTennis zelenograd contoMas que dor horrível conto pornoempregada fingida, conto eroticocontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidoesposa e filha de fio dental e eu contosMenina q ta tezao encosta no irmao ddespistadoContossafadezascontos eroticos estupradas por animaiscontos dei um beijao na boca do meu tioconto erotico de minha namorada e outrocontos minha tara no bundao da mamaemeteu a pica gigantesca na passista deliciosacontos de machos que experimentou um boquetecontos eróticos virgimdade com o jardineiro coroacontos eróticos chuva molhadacontos eroticos do filho foi da banho na mamae e ficou de pinto duroconto amante do manoirmão pega irmã gostosa dormindo de calcinha com a bucetaaparecendo e mete nelaenfiando a.pica..comdificuldadefrancisca metendo chifreconto erotico acampando com a filhacontos eroticos de enteadasmulher sobe em cima da pica do manequimSimone chupando pau de joelhos e levando gozada na bocamedica seduzidapor lesbica historiascontos eroticos zt i: blackmaildei a buceta na infanciaIrmã cuidando do irmão acidentado contos de incesto femininomora Nana bem gostosa da bundona bem grandes eu dental bem deliciosa nécutuquei a buceta da mamae contosComigo por um cachorro gay contoscontoerotico meu padrastomim comeuminha xereca consando na rua contos eroticosconto veridico realizadoConto erótico Brincando de esconde esconde com o garoto mais velhofazenda fravia dan xeso anal lua demelArombaram meu cu na cabine eroticaContos her¨¦ticos incesto comi minha m0Š0e filme pornô minha prima gravata preta para mimmulheres loira amazonense traindo fazendosexocontos de putaria casal com garçom doutadoconro erotico gay meu tio alopradocontos erotico defrorado pelo irmão mas velhocontos Recém casada traindo marido com dono da casamulheres casadas morenas claras 45 a 55 anos traindo com negaocontos eroticos chupando meu pai e meu tiocontos eroticos menino praticava sexo com a mamae e derrepente a prenhougostosa e muito branca maz mete muitocontos gay pai bebado suado