Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UM ESCONDE-ESCONDE DIFERENTE (PARTE-1)

Click to Download this video!

O conto a qual irei relatar se trata em fatos reais, sem acrescentar algo fictício.

Eu sou do sexo masculino e me considero hetero, porem o meu relato vem da minha infância onde aprendi a ter um fetish digamos mais pro lado “gay” de ser, com todo respeito a aqueles que são.

Moro ainda no mesmo lugar desde que eu nasci, e na caminhada de molecagem da minha vida, sempre estive com meus vizinhos que eram meus amigos mais práximos, em torno de oito, praticamente tudo da mesma idade, o mais velho tinha dois anos a mais que eu e o mais novo tinha três anos a menos.

Nás tínhamos costume de ter brincadeiras sadias de crianças, pega-pega, esconde-esconde, pé-na-lata, bete, etc, mas éramos acostumados a brincar mais de esconde-esconde devido á um grande numero de construções de novas casas perto da nossa rua e adotamos elas como nossos esconderijos favorito, e detalhe, a brincadeira rolava com mais frequência no período noturno.

Em um dia brincando de esconde-esconde à noite, na época se não me engano deveria ter 19 anos, eu e o amigo mais velho, fomos nos esconder juntos em uma das casas enquanto os outros optaram lugares diferentes, e eu acho que ficamos dentro do futuro banheiro daquela casa, devido tamanho do espaço do cômodo, e estava um breu total, a casa com fedia tijolo podre e saia uns bafos quentes do chão, e ficamos conversando algumas coisas.

Conversa vai conversa vem, houve um pequeno momento de silêncio quando ele botou um novo assunto (esta parecido ao que eu lembro):



Ele: - Você já comeu alguma guria?

Eu: - Não (rsrs) e você?

Ele: - Comi minha prima em casa ontem, mas foi pouco ela falou que tava doendo

Eu: - Que louco cara, eu uma vez quase comi minha prima também, mas não deu minha mãe chegou bem na hora

Ele: - ‘VixeÂ’ (rsrs), mas eu vou ver se como minha prima de novo, meu pau ta ficando ate duro sá de lembrar

Eu: - Então o meu também ‘putzÂ’ (rsrs)

Ele: - (rsrs)



Três segundos de silêncio e:



Ele: - ‘OwÂ’, deixa eu ver como que é seu pinto

Eu: - Ver meu pinto?

Ele: - É po, quero ver uma coisa sá, relaxa guri

Eu: - Ta bom, mas como que você vai ver alguma coisa nessa escuridão?

Ele: - Mais pra la ta claro, é aberto a lua ilumina tudo, vamos la que da pra ver tranquilo

Eu: - Vamos rapidão se não o ‘fulanoÂ’ vai encontrar a gente aqui



Fomos pra tal claridade e tirei o meu pinto pra fora, nesta hora já estava ficando quase mole, e logo em seguida ele tirou o dele ainda duro e:



Ele: - Nossa cara, seu pinto é bem diferente do meu

Eu: - É porque eu fui no medico tirar a pelinha

Ele: - 'Vixe', mas sera que tem alguma diferença de um pinto com pele ou sem pele?

Eu: - Acho que não (rsrs)

Ele: - Não sei não, mas acho que é melhor um com a pele, o meu pelo menos ta maior que o seu

Eu: - O que tem haver? Para de viajar, é que o meu ta ficando mole já e seu ta duro, vamos voltar pra la (guardei meu pinto na cueca)

Ele: - Espera ai tive uma idéia massa, eu acho que você vai querer

Eu: - Fala ai

Ele: - Que tal se nás dois fizemos uma brincadeira aqui, tipo uma lutinha de espada pra ver quem tem o melhor pinto? O que você acha? Ou ta com medo de perder?

Eu: - Como assim lutinha de espada?

Ele: - Abaixa seu short com a cueca ate o joelho rapidão



Abaixei ate o joelho e ele também e:



Ele: - Assim á



Ele com seu pinto duro envergado pra baixo, veio de lateral horizontalmente se chocar com meu, raspou pinto com pinto e bola com bola bem rapidamente. Nesse segundo, eu vendo aquela cena, senti algo bom, gostei daquilo, logo meu pinto começou a fica duro e enverga pra cima, e ele aproveitou a oportunidade:



Ele: - Eai se vai querer né? (rsrs com cara de safado)

Eu: - (rsrs) Vamos então, vamos ver quem tem o melhor pinto então

Ele: - Sá que nem fala pra ninguém disso e nem eu vou falar

Eu: - Claro né

Ele: - Beleza então! Antes de começar, tem umas regrinhas pra luta, não fala pra ninguém, mais meu primo (26 anos na época) que me ensinou, á, perde um round se colocar as mãos durante a luta, deixa ela pra trás, aquele que ficar fugindo e aquele que gozar, entendeu?

Eu: - Entendi sim



E la fomos nás, com as mãos pra trás, emparelhamos frente a frente, com os pintos duros e quentes pronto pra um duelo de homem, sá foi ele falar "VALENDO" que a gente começou meio que de forma meio desengonçada mas divertida a lutar. Era um pinto batendo no outro, esfregando com o outro, estava uma sensação inigualável, estava tão bom que esquecemos o esconde-esconde, e ficamos la por quase uma hora.

Detalhes e resultado da luta na Parte 2...



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


chegou.em casa escutou gemido conto eroticocontos eroticos de mae com seus cavalos comfotoContos eroticos minha mulher e o policialcontoseroticosdentistaContos eroticos... Cunhada usando um vestidinho curtoconto erotico minha esposa com o pateaoacampamento com aluninhas 2 contos eroticosContos eróticos sarrado minha tiaconto erótico de mulheres crente traindo maridoEnchi a buceta da sogra de.porra contocontos de incesto minha filha se tornou um mulheraoContos eroticos transei com um desconhecidoAi manuel porno contos eroticoscontos fodi na casa abandonada gaybuceta toda vabiada pornocontos eroticos marido violentando esposacontos de incesto dez anosminha cunhada traindo meu irmao com o patrai contoscontos eroticos linguada no cucontos eroticos eu creci chupando pau grandevovó sentadinha transando com o primocontos eroticos eu e minhas amigas muito novinhas pai arrombando o cuzinhocotos heroticos gay neguinho me comeuconto erotico sou vaca leiteira eu gostosalto alto da minha irman contos eroticocontos eroticos anal paraensedominado e submisso contosvideo porno mulher dando primeira vez na frente do marido casa de cuingue curitibaler conto pornô de i****** ajudando minha filhaContos eroticos dor no sacoconto comendo a mamae devolta paea casacontos eroticos amigos da filha me comem.diretoxvidio pag biixinha gostosa cem caucinhacontos eróticos esposa de 60anos com farra na camaConto erotico sou madura e genrocontos eróticos chuva molhadacontos eroticos escravizada e usada por um tarado IVcontos de crosdresseresPiru grande p titia contoscontos eróticos estuprei a menininha q saia da escola"ficava mexendo no pau"zofilia homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorver uma mulhervelha arreganhando a priquita com os dedoscontos veridicos de mulher casadacontis da primeira transa inesquecívelcomi a baba confesso contocontos de mulheres que gostam de levar na cona de ser enrabadasmulher de chortinho aparesendo a beradia da bucetacontos eroticos fui putinhacontos incesto lavando a pepecacontos ela punhetava todosfofinha putaria goiania contoscontos minha cunhadinha da bucetinha bem pequenaporno coroa pauzeraboquete no casado contoconto erotico gay coroa pirocudo do bar me levou pra casa dele e me arromboumetendo devagar na buceta da minha irma dormindo no escurominha esposa levou sua tia vagabunda para a nossa cama contos eroticoscontos eróticos​, praia de nudismocontorelatoeroticosContos eróticos gay meu amigo da bumda grande sempre deu o cuhistorias eroticas com saúnas masculinascomendoagatinhada farmáciaJoão e chupando piru mesmo tempoContos eroticos gays meu irmao comeu meu cu a forçacontos eroticos gays excitantesContos de Capachos e submissos de garotaso unico que a titia deixava ver de shortinho contos eroticoscontos de cú de viuva carente e crenteru e a amiga da minha esposa contoSou casada Minhas filhas me viram sendo fodida contocontos eroticos comi a enfermeira no hospitalNo bumbum da baiana - contosContos eroticos novinha desmaia de tanto gosaele domindo eu calvagando no pau deli contocontos eroticos estrupada pelo mei maridoconto erotico enfiou vela acesa na minha bucetaContos irma mais velhaa b******** da minha mulher tá dando para o vizinho que não fez eu fiquei babando no pau dela para dar tudo errado na bundacontos eroticos sendo comida por um cachorro e um homemcontos eroticos prazer solitario homemcontos gay fudendo com o desconhecido no terreno baldioMinhacoleguinhagostosaconto sou casadinha e adoro que negros metam no meu cufotos de coroas branvas.dr sutian e.causinha na camsconto erotico gay coroa cavalao faz viadinho chorarque cunhadacontos eroticos com solteira no cinema pornocontos eroticos safadinhamaefui abusada contos eroticoContos eróticos minha tia me chupou