Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AMIGO GAY ENSINANDO ESPOSA A DAR O CÚ: PARTE 1

Click to Download this video!

Meu nome é Carlos, tenho 43 anos e minha esposa é Roberta e tem 42 anos. Fui o primeiro homem dela, e com isso não tinha experimentado outra rola. Em um fim de semana estávamos sem nada programado para fazer e tomando café na manhã de sábado resolvemos ir para o litoral ( moramos em São Paulo ) e fazer o tradicional bate-volta, pois não tínhamos onde pernoitar. Depois de brincarmos no mar, fomos até um quiosque para tomar uma cerveja. Quando estávamos sentados na mesa batendo papo e comendo alguns petiscos, apareceu um amigo ( Paulo ) que trabalha com a minha esposa. Ele é gay assumido e em uma festa conhecemos o seu parceiro que mora com ele. É um cara legal e como não temos preconceitos com gays nos damos muito bem. Ele tem bastante liberdade tanto com a minha esposa como com outras amigas do trabalho.

Depois de um bom tempo batendo papo quando resolvemos voltar para casa o Paulo questionou que iríamos voltar com o corpo com areia e o sal do mar.

- Não tem problema, a viajem é curta. Falei

- Eu estou hospedado na casa de uma prima, e estou sozinho. Se vocês quiserem podem ir até lá comigo, tomam um banho e depois vão pra casa.

Minha esposa aceitou o convite e como a casa era um pouco longe, falou para ir conosco no carro, pois ele estava com uma bicicleta. O nosso carro é uma pickup da Fiat com cabine simples. Falei para colocar a bicicleta na caçamba e ir na cabine, pois além de proibido seria perigoso ir lá trás.

A minha esposa ficou entre nás dois, e logo depois que saímos ela falou que estava de mau jeito por causa do freio de mão.

- Paulo, como nás somos amigos bastante tempo, temos bastante liberdade, eu vou levantar e você fica direito no banco, que eu vou sentar no seu colo.

Ele ficou um pouco sem jeito diante do pedido, mas acabou fazendo o que ele mandou. Ela ficou de costas para a porta e o Paulo me questionou.

- Você não liga por ela estar sentada no meu colo?

A minha esposa respondeu antes que eu falasse alguma coisa.

- Além da nossa amizade, da liberdade que temos um com o outro, tenho certeza que você não irá fofocar com o pessoal do trabalho. E tenho que admitir que pelo fato de você ser gay eu não ligo em sentar no seu colo. É claro que se fosse com outro eu não faria isso.

Continuamos o caminho deste jeito, lembrando que o Paulo estava somente de sunga, e a minha esposa estava com um biquíni pequeno, e a parte de cima deixava a maior parte dos seus seios à mostra. Depois do banho a Roberta colocou um short pequeno e bem justo que marcava muito o seu corpo, com um top que realçava os seios e eu fiquei de bermudas. Enquanto o Paulo foi tomar banho eu brinquei com a Roberta como era sentar no colo de um gay. Ela deu risada e confirmou que sentiu o volume que ele tinha na sunga, e perguntou se eu não estava com ciúmes. Respondi que não, porém pelo fato dele ser gay, e ela confiava muito na discrição dele e não iria contar o fato no trabalho.

Depois que ele voltou do banho ficamos na sala batendo papo e tomando cerveja, eu estava sentado em um banco e ela estava com o Paulo no sofá, quando a Roberta fez um comentário que tinha esquecido o creme para passar depois da praia. O Paulo falou que tinha um creme bom para isso e ofereceu para ela passar. Depois de passar nas pernas ela pediu para o Paulo passar nas suas costas. Ela pediu para ele abrir as pernas e sentou entre elas ficando de costas para ele. Logo em seguida tanto eu como o Paulo ficamos surpresos, pois ela tirou o top para facilitar ele passar o creme.

- Paulo, pelo mesmo motivo que eu sento no seu colo, eu não ligo em mostrar os meus seios para você, e fazer topless é muito comum.

Depois que ele terminou de passar nas costas, ela falou:

- Você tem as mãos muito macias, aproveita e passa na parte da frente.

Falando isso deitou o corpo no seu peito e ele começou a passar o creme na sua barriga.

- Faça o serviço completo e pode passar também nos meus seios

O Paulo um pouco acanhado pela minha presença cumpriu as ordens da Roberta.

Em seguida a Roberta nos surpreendeu novamente.

- Paulo, se eu te fizer uma pergunta indiscreta você não fica bravo comigo? E se não quiser não precisa responder.

- Pode perguntar.

- Quando você está com o seu parceiro, você é mais ativo ou passivo?

- As duas coisas.

- Como você faz para não sentir dor na hora da penetração no anus?

- No começo doeu um pouco, mais agora já acostumei. Por que esta pergunta?

Eu estava praticamente sem palavras, e somente ria do papo dos dois e imaginando o motivo da pergunta dela, pois uma vez tentamos fazer sexo anal e consegui somente colocar a ponta do meu pau no seu anus, pois ela reclamou de dor e nunca mais ela quis tentar.

- Você promete que posso confiar em você. Não irá contar pra ninguém no nosso trabalho.

- Rô, é claro que pode confiar. Alguma vez eu já de decepcionei?

- Nunca tive pudores com o Carlos, mais uma vez tentamos fazer sexo anal e não conseguimos por causa da dor que senti, e pensei que você poderia me ensinar um jeito para não doer.

- Você está falando sério?

- É claro que estou. O Carlos é meu marido e não vejo problema em fazer com ele, o fato é que eu sinto muita dor.

- Ta legal. Eu tenho uma pomada que é melhor que as outras conhecidas no mercado. Ela além de lubrificar, ela deixa o anus relaxado. Ta na minha mala, e depois eu te empresto.

- Por que depois, e não agora?

- Agora? Fala sério?

- É claro. Em seguida me perguntou

- Você topa Carlos? Desde que casamos você quer me comer por trás. É uma boa oportunidade. Sá que o Paulo vai ficar junto pra me ajudar, já que ele está acostumado. Rsrsrs

- Rô, você está falando sério, ou esta sá me gozando, pelo fato de ser gay?

- Nunca falei tão sério. E repito novamente, eu confio plenamente em você que não irá contar pra ninguém o que está para acontecer aqui.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos, esposa com o.oau no.cu contouamigao raspando a os pelos da buceta da minha mulher conto e videoconto do tarado que se fazia de bonzinho para comer as meninascontos eróticos menino pintinhovovó nadando pelada contos eroticosDona Florinda mostrando a periquita para o professor Girafales ele lambermamado no papai contosconto de quarentona a fuder com desconhecidojapa enfia o dedo no seu cu virgemcontos eroticos de estrupamendoContos eroticos cu arrombadoespiando a prima ce troca pornoXvidio irmã sozinha paimulher de amigo sexo contoscontos eroticos casadas 50 anosbucetas ticos grelosVer vidios porno de exetos e contos eroticos somente de pai chupando a bucetinha propria filha, pequenininha da filinha caçula que e pequena de tudo que nem tem penugem na bucetinha ele chupa na mara:) eu estava louco pra chupar atravesticunhada espiando contocontos de escravo do maridohome dar cu usano calcianhaeu vou te arregaçar inteira me perdoa amor, desculpacontos de cú de ladragay magrinhos estampando na pica grande e grossa do n****contoseroticos assaltocontos eróticos com mulher baixinhapapai adora chupar a minha buceta enquanto fode a nossa enpregadacontos eróticos com fotos esposas estupradas submissasconto pai por favor mim enxugacontos o patrão me engravidoucontos eroticos eu minha amiga e o desconhecidoquero sentir sua porra quente dentro no cucontos eroticos gay ainda menino virei putinha do velho me fazia de menininhaConto erotico lesbico tia da minha amigaconto erótico eu de calcinha shortinho e peruca e fui chantageadocontos eroticos maduras como adoro piça gg Contos de comadres lesbicascontos erotico com mim colega sem calcinhaOrgias com os moleques contos eroticoscontos safadezas com a tia casada inrrustidaminha primeira traiçãocontos eróticos casadaloira gostosa minha mulher mal caminhava de tanto pau q levou conto eroticoetorando a comadreMega gozada na boca contoscunhado pauzudo fudendo a sogra e a cunhada,contos e relatos eroticosContos de metidas nos cuzinhos inocentesHome poi mulhe prachora na picajemro comvemceu a sogra e comeu sua bucétaprimos e primas transando enquanto os pais saíram totalmente Pelotascontos eróticos com mulher vizinhacoroas gostosas transando com meninos contos fatos reaisamigo andre me comeu conto gayé bom chupar pau cheio de sebo contos eroticoscontos eróticos Paula vizinha casada gostosacontos de bundas gigantes de vestidosiniciação contos eroticosminha filha e bela contos eróticoscontos erotico ela trai o maridopassei a mao na menina conto erticocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigoruivinha do corpão da bunda grande caga no pau do irmãoconto comi minha sobrinha no resgyardocontos recentes incestos encoxados segredos flagradoscontos enventei um sequestro ora comer minha maeConto comendo a cu dar empregada por chantage contos gay me depilando e pego no flagraContos eroticos chantagiei minha cunhada e levei ela para foder com varios homensdei minha buceta para os amigo do meu filho contos eroticocontos eroticos minha sobrinha bucetudaenchi a boca na pomba grossaa garotinha no meu colo contocontos de lesbicas coroaseucelo ve uvido ponoasfantazias das mulher de pornoConto eu dei buceta para um gayConto erotico sou madura e lesbica com filhacontos amor gaycontos eroticos minha cunhada me deu boceta na cozinhaconto erótico minha bucetinha sangrou"amor vou dar" amigo colegameu filho me dominou contos incestospiça enorme burracha anal contoconto viciada em chupar dogcontos eroticos baixinha aninhosnu dia qui eu sai di casa minha mae falou filadaputa vei cacontos eroticos iniciei meu marido a da o cucontos dopei minha namorada novinha e arrombei com consolocontos eroticos lingerie brancaminha cunhada gosta de piroca grossa,contos e relatos eroticoscontos eroticos velho encheu meu anelzinho de leite e meu marido nem desconfiacontos eroticos gay fui enrrabado apanhei e gosei com um desconhecidocontos eroticos meu tio meu amante casa de vovoconto erotico passei a mao menina de calcinhalesbicas presediariscunhada sem calçinha contosaluna sendo cumunda aforcacomi minha enteada bebada fingindo que estava dormindo de pernas abertas sem calcinha contoscontos feminino vacilei e me entregueicontos eroticos de mulheres tendo suas tetas mamadas por animais e eles metendo nelas