Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CÉLIA, VIZINHA E COROA SAFADA.

Click to Download this video!

Meu nome é marcos, tenho 23 anos, 1,90 de altura peso 78kg e tenho um belo pau de 20cm, cabeçudo e cheio de veias estufadas.Moro com meus pais em uma cidade do interior de São Paulo chamada Catanduva.Desde os 19 anos de idade quando mudamos pra Catanduva sou vizinho da Célia, uma coroa hoje com 45 anos, separada e mae de duas filhas.Logo já conheci suas filhas e pegamos amizade, porem ao passar dos anos e a vida de nás mudando perdemos a amizade mas continuamos a sermos vizinhos.Quando completei meus 19 anos e minha cabeça já era mais pervertida comecei a me masturbar muito pra Célia pois sempre a via de bermuda e de blusinha dessas que deixam os seios bem a vontade.Estava tao tarado que resolvi fazer pequenos buracos no muro que dividia a minha casa da dela sá pra poder espia-la.Um dia estava eu em casa sozinho e fui la no quintal espiar pra ver se via alguma coisa mais interessante, foi quando vi uma de suas filhas a Natalia tomando sol toda pelada, logo já tirei o pau da cueca e bati uma punheta deliciosa pra aquela menina.Me masturbei muito nesses anos principalmente pra Célia pois sempre a via como uma mulher pra mim e não como minha vizinha e amiga de minha mae.Os anos foram passando as coisas mudando sempre.Quando completei 23 anos já namorava a muito tempo porem nunca esqueci de Célia.Certo dia subi em cima do telhado de casa pra arrumar a antena da televisao que estava ruim e pra minha surpresa vi Célia sair pro quintal de sua casa apenas de calcinha e sutiã e colocar sua toalha de banho no varal, aquilo me levou a loucura não tirei os olhos dela ate entrar novamente dentro de sua casa.Desci do telhado imediatamente e fui pro banheiro me masturbar pra Célia, lembro que naquele dia bati 3 punhetas quase que seguidas uma da outra sá pensando como seria eu beijando e abusando daquele corpo delicioso que ela tinha.Meus desejos e sonhos eram muitos com ela.Em um dia de feriado nacional não me lembro qual, meus pais foram viajar pra uma cidade práxima e eu fiquei sá em casa, foi quando liguei meu computador abri a janela do quarto e comecei a ver putaria na internet, estava la a horas já olhando batendo punheta quando ouço Célia me chamando em cima do muro, na hora que me levantei da cadeira Célia já estava espantada pois já tinha visto tudo que eu andava fazendo, meu pau amoleceu na hora, subi o short imediatamente e pedi desculpas a ela dizendo que não sabia que ela estava ali olhando.Ela disse meio que dando risada que não tinha problema e que ela que não tinha que subir no muro dos outros; pra minha surpresa maior ainda brincou comigo dizendo “nossa Marcos como voce cresceu heim”.Aquilo levantou meu pau na hora dentro da cueca e mais uma vez pedi desculpas a ela e pra tentar fazer com que ela esquecesse do ocorrido perguntei o que ela queria, entao ela disse se eu não podia ir ate a casa dela pra arrumar o seu computador.Eu disse que sá ia colocar outro short e que já ia.Toquei a campainha de sua casa e logo sai Célia apenas de camisola, aquilo me enlouqueceu entao perguntei aonde estava o computador.Ela me levou ate seu quarto e me falou que o computador não estava ligando, dei um jeito logo e consegui arrumar pra ela, foi quando olhando nos seus arquivos encontrei um monte de fotos de homem pelado, ela totalmente sem graça me pediu desculpas e me disse “hoje eu descubri o que voce fazia e voce descubriu meu segredo heim Marcos.Aquilo me tirou do sério, meu pau ficou enorme e ela percebeu,foi quando veio e me deu um beijo no rosto agradecendo pelo concerto do computador. Fiquei encantado por ela e disse que ela estava linda com aquela camisola.Ela por sinal retribuiu e me disse que eu tambem era lindo principalmente “pelado”, aquilo me fez à olhar ela dos pés a cabeça naquele momento, quando num impulso louco a agarrei e dei um beijo em sua boca.Morrendo de medo de sua reaçao pedi desculpas e virei as costas pra ir embora quando eu ouço Célia me chamar dinovo dizendo: vem ca Marcos senta aqui na cama, imediatamente sentei entao ela foi ate o banheiro e logo voltou apenas de lingerie, aquilo me deixou completamente fascinado, fiquei parado foi quando ela se ajoelhou no chao e ficou entre minhas pernas e puxou meu short junto com a cueca me dexando totalmente pelado.Começou a acariciar meu pau que já estava enorme de tesao por ela e me dizendo que eu tinha o pau mais lindo que ela já tinha visto.Aquilo me levava a loucura entao eu perguntei a ela se ela não podia chupar, ela disse que ia chupar e depois que eu ia colocar nela. Começou a me punhetar deliciosamente me mostrando toda a sua experiencia, cuspia na mao e espalhava por todo meu pau me punhetou por alguns minutos foi quando me deitou na cama subiu em minhas coxas e começou a mamar, mamava deliciosamente mordendo minhas bolas peludas e arranhando a cabeça do meu pau com seus dentes, eu gemia muito e dizia pra ela que sempre a desejei.Ela tbm gemia feito uma menina adolescente foi quando esguichei jatos de porra em seu rosto e boca, imediatamente pedi desculpas e mais uma vez pra minha surpresa ela espalhou minha porra por todo seu rosto e disse que queria mais, meu pau já estava amolecendo entao ela o segurou novamente cuspiu varias vezes nele e começou outra punheta, na hora que já estava enorme dinovo ela se levantou e tirou sua lingerie, vi aqueles peitos meio caidos já devido ao tempo mas ainda deliciosos e sua bunda enorme cheia de celulites e estrias mas que ainda da show em muitas garotas novas.Falei que ela era deliciosa e que queria ela sempre, ela sorriu e deitou por cima do meu pau, deu uma levantadinha com a bunda e segurando meu pau o encaixou em sua buceta peluda e muito molhada, começou a subir e descer arranhando meu peito e gemendo muito, fazendo cara de tesao; eu olhava Célia e não acreditava que aquilo estava acontecendo comigo, sentia sua buceta engolir meu pau todo uma sensaçao que garota nenhuma causou ate esse dia comigo, ela pulava, gritava, gemia, me xingava e dizia que queria ser puta, eu porem sorri pra ela e disse que eu a faria de puta, entao mandei ela ficar de 4, ela obedeceu imediatamente, eu fui por traz dei uma cuspida no pau e raspei ele duas vezes de cima pra baixo em sua buceta, ela com as maos a abriu mas pra sua surpresa eu disse que era pra ela abrir o cú, ela não acreditou e disse pra eu ir logo que suas filhas estariam chegando da cidade em que estudavam.Eu acariciei sua buceta mais uma vez com o pau, depois fui com o rosto atraz daquela bunda enorme e passei minha lingua deixando minha saliva naquele cú delicioso, foi quando ela virou sorrindo pra traz e disse que eu não ia conseguir porque fazia muito tempo que nada entrava ali.Fiquei mais doido ainda, cuspi em um dedo e fui acariciando enfiando aos poucos, logo passei pra dois dedos ela gemia muito e fazia cara de dor foi quando disse pra eu tentar, coloquei um travesseiro em sua barrigua e a ajeitei de modo que sua bunda ficasse bem arregaçada; foi quando cuspi no pau mais uma vez e mandei ela ajudar com as maos, ela logo obedeceu entao eu passei a cabeça toda molhada de saliva em seu cú e com força a enfiei,flopt, Célia gritou de dor e disse pra eu parar, eu não falei nada e continuei a forçar o pau no cú dela, nesse momento eu estava com minhas maos abindo o cú dela e ao mesmo tempo cuspia entre meu pau e seu cú pra tentar fazer com que a saliva ajudasse a escorregar mais, isso ajudou muito, meu pau entrou ate pela metade no cú de Célia, nesse momento ela já gemia e me xingava muito eu tbm a xingava demais, principalmente de ordinária e de puta, ela adorava foi quando começou a fazer movimentos pra frente e pra traz eu sá fiquei parado e deixei Célia trabalhar, ela se movimentava deliciosamente e dizia que eu a fazia feliz como à muito tempo ninguem fazia.Já não aguentava mais de tesao entao disse pra Célia que ia gosar e perguntei se podia gosar dentro dela, ela disse “dessa vez não” e pediu pra que eu gozasse em sua boca, tirei o pau do cú dela a virei deixei ela deitada, coloquei minhas pernas entre sua barriga e punhetei um pouco até a porra jorrar novamente deixando o rosto de Célia completamente melecado, gemia muito enquanto gosava e Célia passava os dedos pela porra que caia fora de sua boca e engolia.Gosei muito naquele dia e disse pra Célia que tinha realizado um de meus maiores sonhos, ela sorriu se levantou e disse que ia tomar banho, eu dei um beijo em sua boca e fui pra minha casa.Desde esse dia já comi Célia varias vezes. FIM



[email protected], escrevam se gostaram, quem sabe eu não volte e conte mais uma de nossas varias histárias.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


adoro usar as calcinhas da minha esposacontos eroticos menininha safadavídeo de pornô com as moletinho as mulatinha pornô vídeos sexocontos de incestos detei de conchinha fiquei de pau durotive que dar contos eróticosacordei com a pica no cu contoxvidios cumi a mimha mae traduzido em portuguesCONTOS EROTICOS DE.BUCETAS ARROMBADAScontos de coroa com novinhocontos eróticos de mulheres casadas q já treparam com travesticonto o Pastor me comeuDanadinha sapeca contosimagens de conto de homem macho transando com pai negro machoela chupeu monhas bolas a noite inteiracuriosidade da minha filha no meu pau contostres picas no cu contos euroticoConto erotico amo decotesSou casada fodida contodomador de casadas conto eróticoconto erotico meu filho me chapoucontos eróticos primeira vez travestimaisexo peituda senta e goza na boca do macho contos eróticosconto erotico traindo a namorada debaixo das cobertas no escurocomi meu primo novinho contoscontos eroticos de mulheres tendo suas tetas mamadas por animais e eles metendo nelasmeu sogro me estuprou contosconto real casada moro na casa do fundoacontos eróticos comi a bundinha da mulher do meu amigo com ele dormindo realtransei com meu sobrinhoContos eroticos aii te amo ..ai ..ai mo vc e gostosa devagrna infancia bosqueconto eroticocontos ex namoradaconto erotico fui no banheiro da estrada mijar e me assustei com o tamanho do pauzao do negaoifeta sandalilhacontos eróticos o menino e o negao velhoCheiro de rola de machos de academia suado contos gayseu meu primo e minha mulher contosconto erotico a morena eomulequeconto curto mulher contrata traveco pro cornomãe ensinando filha a dar o rabo cd.commulher pohen o muscolu da buceta pra foraContos eroticos gosto de estupro seiosconto de travesti comendo bucetacontos virei cadelinha assumidicontos se caga na pica e gostaContos eróticos, o amigo do meu marido encheu minha boca de galadeu o c* não aguentou o cilindroContos transformaçao femea porncu furico bunda peito pênis contos eroiticosContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas timidascontos eroticos abusada levando tapame fode me arromba seu velho safadocontos eroticos fudendo garotos hetesexualContos fiquei bebada e me chuparamconto erotico minha prima dedando meu pruquito a noiteConto titio meteu a pica na minha xoxotinha.contos comidas pelo tiocontos meu vizinho taradocontonaturismoconto gay meu melhor amigo de 37 anosprimo de rendinha metade da bunda de fora em calcinha cabelo que sai para foraChiquinho chupando pintocontos eroticos matocastigo boquete contoscontos meu calmante é picaConto erotico menininha soltando pumdepilada entrei nua no quarto contosrelatos eroticis minha esposa eu e nossa amiga LuDiaristasafadinhacoroa 46 anos cabelo curto enroladinho dando a buceta grandecontos eroticos arrombei minha amiga de serviçoconto minha mulher gosta quando levo ela nas festinhasconto erótico. eu minha esposa morando perferiaxvidio louco desejo vizinha mulata sainha mostrando