Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ABELHINHA 1

Click to Download this video!





O conto que irei relatar é verídico, prefiro não revelar minha idade e nem minha aparência mas posso dizer que sou branca e os meus cabelos são castanhos claros. Esta histária aconteceu quando eu estava com 19 anos, sou filha mais velha de quatro irmãos, minha mãe morreu quando eu estava com 9 anos e desde então fiquei sá com meu pai e irmãos, ele trabalhava como ajudante numa chácara e era alcoálatra. As condições econômicas em casa estavam difíceis e meu pai sempre falava que tinha que arrumar um jeito de melhorar as coisas. Então, certo dia meu pai apareceu em casa com um homem, olhou para mim e falou que eu ia morar com ele, que era para ser obediente e sem mais explicações pediu para eu pegar minhas coisas e ir. Apesar do vício meu pai sempre foi um homem honesto e nunca havia me batido ou molestado. Entrei no carro desse homem, ele se chama Roger, é branco, olhos e cabelos pretos, 1,87m, não é gordo nem magro demais e aparentava ter uns 45 anos. Durante o trajeto ele começou a explicar porque eu ia morar com ele. – é melhor vc parar de chorar porque seu pai precisa de dinheiro para cuidar dos seus irmãos então resolvi ajudá-lo comprando vc. Quando ele falou aquilo, senti um certo alívio porque tava ajudando minha família a não passar fome e que eu deveria ser grata.

Apás 5h de viagem chegamos na casa, era murada, com jardim bonito e piscina. Ele mostrou meu quarto, o banheiro e o guarda roupa, mandou eu tomar banho e descer pra sala para conversamos. Falando isso ele saiu do quarto e fiquei pensando na minha casa, estava triste em deixar meus irmãos e meu pai. Depois do banho coloquei uma roupa de dormir que estava em cima da cama, era uma camisola branca e uma calcinha que parecia uma cueca, desci as escadas e fui pra sala. Ele apontou pra uma almofada no chão e pediu para eu sentar.

- Vc terá algumas obrigações nesta casa, irá lavar, passar, cozinhar, arrumar e limpar tudo, como vc irá fazer isso não me interessa, sá quero que tudo esteja em ordem e as refeições prontas nas horas certas. Também terá outra obrigação muito importante, será minha mulher, puta e escrava na cama. E se vc não cumprir tudo direitinho irá apanhar como gente grande. Já transou com alguém?? Respondi que não. Quero atestar isso lá em cima no meu quarto vamos subir...

já no quarto ele mandou que eu tirasse minha roupa e deitasse na cama. Tirei tudo com medo e sem graça.

- deita de barriga pra cima com as pernas abertas! quero atestar que vc seja mesmo virgem! Seu pai falou que era, quero ver!

E abrindo ainda mais minhas pernas, ele olhou minha buceta e perguntou se eu já tinha visto um penis, respondi que via o do meu irmão pequeno quando eu dava banho nele.

Ele tirou o dele pra fora e mandou eu tocar, sentir como era. Com medo toquei e senti a pele deslizando. Ele disse que a partir daquele momento veria o pau dele sempre. Não entendia muito o que significava aquilo tudo mas estava atenta ao que ele falava. Ele mandou eu ficar de joelho e chupar o pau delicadamente, me ensinou a mover a pele do pinto e chupar as bolas do jeito que ele gostava.

- agora que vc aprendeu irá fazer quando eu mandar. Deita aquí no meu colo! mandou eu sentar no colo dele, mostrou uma injeção e um remédio do lado e disse que todo mês iria tomar aquilo pra não engravidar, avisou que se eu me movesse a agulha ia quebrar lá dentro e que seria pior, aplicou a injeção, ardia muito e começei a chorar, ele disse que eu ia ter outros motivos pra chorar e que era melhor eu ir me acostumando.

- agora posso começar a me divertir...Deita aí e abra bem as pernas! Deitei na cama e com as pernas abertas, minha boceta tinha pouco cabelo, quase nada, rosinha e apertadinha era um convite e tanto, ele aproximou o rosto e chupou com vontade, primeiro nos lábios e depois ficou chupando o grelinho, ele cuspiu na boceta e ficou lubrificando, sugava meus peitinhos que eram apenas um montezinho, doloridos e duros, falou que adorava possuir puta bem novinha e que minha boceta era muito pequenininha e por isso ia sofrer mais pra virar mulher. Ele amarrou minhas duas mãos no encosto da cama e ...- tá na hora de vc virar puta... Com o pau duro de tesão anunciou que ia entrar dentro de mim... entao começou a empurrar o cacete na entradinha, forçando, até romper o lacre, atolou tudo e ficou dentro sentindo a grutinha apertada, na hora dei um grito forte, pedindo pra parar, mas tava com medo daquele homem estranho e inconsolavelmente chorava porque sentia ardor, ele começou a bombar devagar, curtindo cada cm da boceta invadida, ele tirou o pau mostrou pra mim afirmando que eu era virgem, passou o pau quase no meu rosto e vi que era sangue, ele penetrou de novo, e senti muito ardor, chorei e reclamei que tava doendo, ele continuou metendo me ignorando, fodia cada vez mas rápido e a cada bombada dizia... – que gostoso! Delícia! é assim mesmo que gosto.!.. - menina com boceta novinha e rabo intacto! - essa boceta é tao apertada que parece que tou comendo um cú... - vc tem potencial pra virar minha escrava sua vadia... - vc tem sorte de ser virgem porque se não fosse ia vendê-la pra um puteiro de beira de rio... - tá gostando de dá pro paizinho aqui?... –responde sua vagabunda ou vou te dar na cara! . Respondi que estava gostando.... – claro que tinha que estar gostando tá levando um ferro de 20 cm no meio das pernas, tem gostar mesmo! toda puta adora... – vou gozar e quero que abra a boca pra eu derramar meu leite nessa boquinha, é pra engolir tudo sem reclamar. Na hora do gozo ele sentou nos meus peitos e colocou o pau dentro da minha boca jorrando o leite, senti repulsa e quase vomitei com o cheiro, ele tapou meu nariz e fui obrigada a engolir tudo. – por hoje é sá...agora vc é uma mulher não precisa mais dessas frescuras de camisolinhas, vai dormir peladinha pra facilitar quando eu quiser usá-la...agora vai dormir... amanha bem cedo quero q tome banho e ponha um vestido sem calcinha, não usará mais calcinha nessa casa, coma alguma coisa e faça meu café da manha e leve no meu quarto, me acorde às 7h com um beijo na boca e se passar da hora vai levar uma boa surra!.

continua...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos marido atolou a geba grossa no cu d esposa na pescariacontos eroticos sou casada ,eu sobrinho pedrinho parte 4vovozinhas esfreca buceta com buceta uma na outracontos hot festa no iatecontos eroticos eu e minha amigagorda fomos arrombada com fotoshttp://transei com meu primo da roça gay contos eroticoscontos de coroa com novinhoneguei e os garotos me comeram conto gayconto erotico menininha campingcontoseroticossandycontos eroticos,minha sobrinha cresceusua buceta me pertencetravesti arrombou meu marido contocontos eroticos comi a mulher do pastorrelato de corno que deu a esposa para o cunhadoporno gorda pula em cima do rosto da amigaala pediu eu gosei no cu delaesposinha chorosa: contoscontos eróticos de novinhas dando para garanhõessadomasoquismo relatos comidavivacontos eroticos orgasmo no colo titioContos examinaram minha xxoxtawww. brasileiras provocando com olharesde safadas pornoquando eu peguei a minha priminhaPor q meus peitos endurecem quand meu namorado da mordiscadas nelecontos eroticos com foto empregada rabuda baixinhaver travesti dano o cu pra sincaras r chupano pimtofui trabalhar e meu marido usou minha calcinha fio dental contosfechou o olhos da namorada amigo estrupou pornocontos eróticos do amigo do meu pai me agarrou na cozinhaincesto real mãe gostosa da coxa grossa e quadril largoeu gordinha arregacada por um roludo contosfui ao jogo com meu marido e me comeram na arquibancada contos eróticoscontos eróticos troca de casallalargado na bucetacontos de coroa com novinhoconto erotico comi a mulher meu vizinho seios ggconto erotico de caminhoneiro com perfemcontos eroticos estupros de virgemcasei a força contostio vaqueiro conto gayvem cornhinho viadinho vem beber tem muita porra na minha bucetinha fudeno cu da manu e ela gritando de dorNovinha e chantageada.contosgarotinho teen gemendo no pau e rebolando gostosoContos erotico visinha na,area de lazedArrombaram minha mulhercontos eroticos arrombada pelo empregadocondos erodicos mulher sobe em cima da pica do manequimcomendo a tia muda e surda videos de sexoflaguei minha esposa varias veses se masturbanocontos tia me devechupando uma bct de novinhas dormindo indefesasconto coroa gordinhaContos de buceta aregasadasMe comerao quando eu era novinha conto pornohistoria porno de meninas com seu irmao tarado nocampsobrinhas enrabadas contocontos eróticos trair namorado atrãoContos eroticosencoxadas no onibuscontos adoro dar minha bundinhaconto eróticos putinha da famíliaconto erotico meu cachorro me fodecontos eróticos com esposa pedindo merda na bocacontos eroticos com nerda medica que gostava de zoofilia_contosComi minha filha dopada conto eroticocontos camioneiro rasgou meu cunovato-na-universidade, contos eróticos primeira vez que dei cu pedreiroSou casada fodida contovideos mulheres negras coroas de absorvente internocontos eróticos de minininhas que adorava ser abusada dormindoconto erotico minha mulher no assaltocontoseroticocoroas