Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMENDO UMA VIUVA FRESQUINHA

Oi, tenho 42 anos, solteiro, loiro, olhos verdes, e um corpo legal, foi ajudar um amigo, pois seu tio tinha acabado de falecer, e ele estava muito abatido. Vamos ao fato: Fomos a casa de seu tio, em Brasilia, como todos da familia estavam abalados, me prontifiquei a resolver o problema de velário e tal, fui pegar a documentação com a tia de meu amigo, quando ela chegou fiquei perplexo, uma mulher linda, 32 anos, morena, seios pequenos, pernas grossas, bumbum arrebitado, olhos pretos, estava com um vestido preto, que salientava todo o seu corpo, fui com ela resolver o funeral, enfim, depois de resolvido tudo, ela me agradeceu e pediu para que eu retornasse a sua casa depois para acertar as coisas comigo, pois eu tinha pago tudo. uma semana depois, fui até a casa dela (Regina), estava mais linda ainda, apesar do acontecido, cheguei e fui logo entrando, ela estava sozinha, pois não tinha filhos, e morava sá com o marido. Conversamos, resolvemos tudo e ela observou que eu não tirava os olhos do seu corpo, aliás, ela estava de calça jeans colada no corpo e com uma blusa branca de botões, a qual, dava para perceber seus seios, pois estava sem nada por baixo. Ela me ofereceu um café e me chamou para irmos até a cozinha enquanto preparava o café, ai ela abaixou para pegar o açucar que estava em um armário e pude perceber o seu traseiro que era lindo, e por minha surpresa ela olhou para trás e viu que eu estava olhando para sua bunda, e também percebeu que eu estava nervoso, ai, ela me disse que estava casada há oito anos e que seu marido viajava muito e quase não ficava em casa e por isso já estava acostumada a ficar sozinha, e logo fui me atrevendo mais, perguntei como ela linda daquele jeito iria fazer para viver, e logo me disse que seu marido ganhava bem e que não precisaria trabalhar, foi quando disse-lhe que qualquer coisa que precisasse poderia me procurar e foi a deixa, pois ela já vendo a minha intenção foi logo me servindo o café e abaixando para me entregar a xícara e dessa maneira deu para eu ver seu seios pequenininhos mais durinhos e ela vendo que eu não tirava os olhos também não se fez de rogada, ficou nesta posição um bom tempo, e logo pediu para que eu a esperasse pois queria tomar um banho, pois teria que sair, e me deixou na sala enquanto foi ao banheiro, eu como curioso sou, assim que ouvi o chuveiro ligado, fui até a porta do banheiro e fui observá-la no banho, que visão maravilhosa, vi sua bucetinha raspadinha e seu corpo maravilhoso, e ela se ensaboando, vi que ela começou a se masturbar e apertar o biquinho do seio e não aguentando tirei meu pau para fora e já comecei a me masturbar também, e em dado momento, não percebi que ela estava vindo em direção a porta e quando ela abriu a porta me pegou com o cacete na mão e sem mais nem menos, foi logo agachando e pegando meu cacete e colocando na boca e chupando-me com uma maetria danada, e também fui logo acariciando seu seios que estavam durinhos e a levantei e comecei a sugar seus peitinhos, e levei minha mão até a sua xaninha que estava toda raspadinha e agachei e lhe dei uma chupada colossal, e ela se contorcia toda, e fomos para o seu quarto e lá a coloquei de quatro e comecei a chupar sua xaninha enfiando minha lingua dentro dela e ela logo gozou e não satisfeito comecei a lamber seu cuzinho e enfiar minha lingua dentro dele, foi quando ela me deitou e me chupou maravilhamente, e não aguentando esporrei em sua boca. E ela me disse que queria ser chupada de novo e não fiz cerimonia fui logo sugando o seu clitores bem devagarzinho até ela começar a soltar gemidos e gritinhos e logo eu já estava com o cacete duro e ela pediu para que eu começe o seu rabinho e então deitei-a de costa para a cama e coloquei um travesseiro debaixo de sua bundinha e pedi para ela masturbar sua bucetinha e fui enfiando o cacete em seu rabinho bem devagar, e ela se tremia toda, e quanto mais eu enfiava ela gemia mais, e me pediu para começar a estocala pois disse que adorava dar o rabinho com força pois queria dar igual a uma puta e me pediu para bater em sua cara e falava palavras sem nexo, mas gozou umas duas vezes com meu cacete dentro de seu rabinho e eu não aguentando tirei o cacete do seu rabo e gozei na cara dela lambuzando ela todinha, depois dormimos umas duas horas e acordei com ela me chupando de novo, depois continuo...........

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erótico gorda gótica amigas gostam de passar margarina no corpo nucontos eróticos f****** a mineirinha s*****menina na punheta contoscontos observando os peitinhos da filhinhaconto erotico arrombada na florestacontos eróticos violentada fui putinha na frente do meu namoradopai gosano dentro da eintiada. ela gritaconto erotico como gravidez a minha tia seios ghistórias de cunhadas punheteiraminha amiga pervertidaconto gay me pegaram de shortinhoContos eroticos fui corno na festachupando mamilos com sofreguidaoContos eróticos meu primo meu amor minha vida metecontos eroticos de senzalasviciadinha em dar o cu contoscontos.eroticos.co.com a professora detalgadoPutinha desde a puberdade contos eroticoscontos eroticos lesbica chineladascontos eróticos de infânciaconto eroticoeu pai me estuprou gaycontos eroticos com fotos fui comida por tres professores na faculdade orgiaconto sogra nudistacontos eróticos fiquei só de calção na frente da babáo pastor passou a noite com a lingua ná minha buceta e eu na mulher dele contoComo chupar o pau do seu primo sem que ele conte para os paisisso contos eróticosVideo porno gay xvx varimoreninho hetero marrento contocontos eroticos com mendigoconto erótico esposa foi parar no hospital com a buceta sangrandocontos eróticos ativo sendo passivo pela primeira vezcontos eróticos primeira vez travesticonto erotico do viadinho de calcinha na casa do tiocontos eroticos traiu o marido no onibusvideornpossTio come sobrinha a força contos eroyicosdei a bunda para o torcedor contoscontos eroticos meu cunhado me comeu na epoca eu so tinha 11mulheres damdo a nisetacontos eroticosAdoro leitinho na bucetacontos eróticos comendo abuceta da patroacontos eroticos sou puto do meu padastrocontos eroticos adoro o leite delespivete de penes de fora e tocando puietacontos de coroa com novinhocontos eroticos minha filha me provocafiz a vadia sentir dor contos eroticosminha mãe da pro filho da empregada contoscontos esposa bundacontos eróticos eu inocente meu vizinho me pegou no flagra transandocontos eróticos de negros em carnavalcontos esposa centou no pau do comedor 1 vezconto eróticos putinha da famíliano hotel com meu filho contos de encestoamigo do meu marido dano de bom frenre dele e mim chatagiado contos eroticocontos eróticos meu enteado deixou meu c* todo ardidocontos eroticos d csadas dando pra pivetessexe conto com foto pai mi enrabo com dez anoscontos eróticos falando de orgia em faculdade de juazeiro do Norte enteadinha contosNegras malhadinhas com muinta vantade de dar a bucetacontos eroticos comi meu cunhadocontos eróticos com fotos de menininhas sentadas no coloconto chantagem com a patroaabusada pelo filho contocontos eróticos de velhas crentes donas de casacontos eroticos gatinhascontos de incesto menininhaminha mulier sentou no pinto grosoconto eroticomeu filho meteu no meu cu ardeu muitohomens delirando de tesão com um pau enterrado no raboConto de puta esporrada por muitos machos no barcontos eroticos pedindo pra ser cadelacontos eróticos de gay comi o amigo do meu padrinhocontos comi a internadacleide chupou ate gozarconto erotico gosto de vestir shortinho de lycra que deixa minha buceta grande