Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O OFFICEBOY JUMENTO

Click to Download this video!

Bem, vamos começar por mim. Meu nome é Marcella, tenho 30 anos e sou casada. Tenho 1,62 de altura e 48 kg, sou loira natural, descendente> de noruegueses. Mas tenho minha porção brasileira, minha bunda é avantajada, grande e bem durinha, pois malho muito para manter. Bem, trabalho numa grande empresa de São Paulo, e existem vários boys, adolescentes vindos da periferia da cidade, bem humildes, que sempre nos respeitam muito (às vezes chega até a irritar). Há cerca de um mês aconteceu uma coisa que me deixou completamente alucinada por um deles, o nome dele é Aílton, um menino de 19 anos, moreno, forte, de aproximadamente 1, 85. Ele veio à minha sala me entregar uns documentos. Naquele dia eu estava muito irritada, estressada, pois meu marido estava estranho comigo, andava chegando tarde, embriagado, e às vezes chegava a balbuciar o nome de mulheres na cama; o casamento, que já dura 7 anos não vai nada bem. Aílton entrou com o envelope... eu estava de pé em frente à minha mesa, com uma saia no meio da coxa e com uma calcinha de rendinha, uma meia calça preta pra realçar minhas pernas. Até aquele momento eu nada havia sentido em relação àquele menino, mas um fato mudou tudo. Logo que ele entrou, eu acabei me atrapalhando com alguns papéis que estava segurando e deixei um monte de coisa cair no chão... ele entra e me vê de 4 pegando um monte de papel no chão... o menino ficou estático, com os olhos arregalados, assustado. Até aí tudo bem... mas na hora em que levantei, eu vi... uma coisa E-NOR-ME... dentro de sua calça... um volume que me deixou até meio desnorteada na hora... Minha buceta encharcou no mesmo instante e eu arregalei os

olhos... não conseguia tirar os olhos daquilo... - A senhora quer ver? Eu não conseguia falar nada... estava assuatada, pois nunca minha buceta tinha molhado de uma forma tão forte e tão rapidamente

daquele jeito... apenas fiz que sim com a cabeça... Ele se virou, travou a porta, e já virou-se pra mim abaixando a calça. - A senhora gosta dele? Se eu já estava com os olhos arregalados, agora então achei que iria gozar na hora... Era enorme... devia ter uns 28 cm... e grosso demais... fiquei doida... ele veio se aproximando de mim com aquele caralho enorme nas mãos. - A senhora quer pegar? Nem esperei ele terminar a pergunta... apalpei aquela tora... estava quente e a cabecinha meladinha... um cheiro muito forte de pinto tomou conta do ambiente qdo pus aquela cabeçona pra fora. - Desculpe dona Marcella, mas eu fiquei assim porque a senhora é muito gostosa. Aquilo soou como uma bomba em minha buceta, eu estava totalmente descontrolada, sem saber o que estava fazendo me ajoelhei e comecei a lamber aquela tora.... o menino foi à loucura... sá gemia e retesava os músculos... eu sentia minha calcinha grudando, meu líquido escorrendo pelas coxas... - Senta ali Aírton. Qdo o menino sentou, o pau dele chegava quase até o peito dele, era maior que o meu antebraço... ele sentou... e começou a bater uma punheta... eu abaixei minha saia, e tirei minha calcinha... os olhos dele se arregalaram... eu deitei no chão e abri as pernas... ele seio com tudo para me chupar... chupava com tudo, parecia que ele não estava acreditando que uma mulher tão gostosa e bonita estava ali sá pra ele... essa sensação de superioridade era o que me dava mais tesão... eu sabia que podia fazer o que quisesse com ele...

- Aírton... tudo o que acontecer aqui hj não sai daqui, senão vc nunca mais vai nem ver minha cara.

- Pode deixar Dona Marcella, nunca vou abrir a boca. Ele me lambia como se fosse a última coisa que ele fizesse na vida...... veio com seu cacetão... e começou a esfregar a cabeçona na minha buceta... eu estava com medo, o pau do meu mariso não passava dos 19 cm... e eu estava prestes a receber um caralho com o dobro do tamanho!!! O pau foi entrando... gozei duas vezes... sá na entrada... eu mordia minha saia que estava jogada no chão... mesmo sendo fim de expediente eu não queria me arriscar...

- tudo bem? – ele perguntou. - Ai, nossa já gozei duas vezes gostoso, agora que entrou me fode vai...

- Entrou sá metade... Tive um calafrio naquela hora... mas ele começou a movimentar o caralho fundo em mim... eu gozei de novo... de repente ele atola o pau inteiro em mim... enfia até o talo na minha buceta... Tive o maior gozo que já tinha tido na minha vida...nunca havia sentido uma coisa tão grande dentro de mim... ele começou a gritar, fodia com força... eu também não me contive e gritava... ele agarrava meus quadris com força e enterrava todo o pau em mim... eu sentia minha buceta assar, meu útero doer... mas não parava de gozar...sentia o chão todo melado, formando uma poça do líquido da minha buceta... aírton me pôs de 4... senti minhas pernas moles... ene montou em mim como um cavalo e me furou todinha com aquela verga enorme... enterrava tudo sem dá e depois tirava... nás gritávamos... eu gozava uma vez apás outra...Aírton começou a gozar na minha buceta... senti uns 5 jatos fortes, pressionando meu útero... ele urrava de tesão...eu nem me preocupei com a gravidez, tal o tesão que eu estava no momento... a porra dele escorria pela minha buceta toda, descendo pelas coxas e indo até o chão, formando poças nos joelhos...ele tirou o pau de mim... se sentou numa cadeira... eu tentei levantar, mas vacilei e quase caí no chão... mas ele me segurou. Eu nunca tinha gozado daquela maneira, nunca tinha trepado com um desconhecido assim... me senti a maior vadia, vagabunda da face da terra, mas aquilo me deixou realizada. Fomos embora, eu com a buceta esfolada, e cheia de porra do meu Boy Jumento, chegando em casa, o meu marido corno me aguardava, queria foder, e eu dei a minha xaninha cheia de porra do meu macho pra o corno lamber. Eu e o meu boy ainda fodemos muito, ele me adora, adora foder comigo... meu maridinho corno ainda chega tarde em casa, mas o que ele não sabe é que a sua esposinha fode com um macho de verdade, com um pauzão do dobro do tamanho do dele.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


com mulher alguma gozei ele futebol conto gayConto minha mulher pegou eu dando o cuContos casal pelado na praiamarido chupa rola do ricardao apos sua mulher dar o. cu pornodoido.comtia sentar no colo do sobrinho no carro histórias eróticos completosandra porno animais homem comendo o cu do cavalo ele gostavi minha tia sendo fudida por uma mulher a forca contoicontos de corno pela primeira vezconto de o tenente me chupou muito gayconvidando o amigo hetero para assistir um filme porno e ele me comeu conto gaycontos erotico so testemunha de jeova e dei a bucetaminha irman tem o pezinho lindo contos eroticos podolatriaContos eroticos corno submissobotando caralho no cu do bebadobia cadela contosvideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladacontos eróticos homens sendo amamentadoscontos eróticos menina pequena dá o c* no pedágiocontos eróticos de sobrinhas com tiasesfregacao de rola contos amigos punheteirosrelato fui trocar o gaz e arrombei o cu da crenteprimeira vez em fraldas tesãovideo pono pequano aprima do midocontos com fotos esposas com a buceta cheia de porra de negrosesposa viadinho hormonios conto eroticohistoriaseroticasswingconto erotico ana mAria 49 anoscontos meu marido ajudou amigo dele me comerCONTO ERROTICO EU ERRA FUDIDA PELOS MEUS AMIGOS NA ADOLECESIAfilha perde aposta pto pai e fa ptra ele contoscontos com filha da esposacontos eroticos moleque e esposabeijo safado de um nerd conto eroticocontos reais sou tarada por pica chupei meu irmao dormindochorou na pica/contoconto sarado lua de mel dando bucetaconto erotico mae com dois pau no cuenterrando ate o talo, contos erticosvideos a muher levantado o vestido pra maridocomer a buceta delaConto erotico sou vadia velhacontos eroticos duas amigas brancas encontraram negros caralhudos pra foderpeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhacontos crente seduzida cpzimhacontos filha peituda provoca seu pai de baby doll ele fudeu elaconto o mendigo roludo comeu minha mulhercontos eroticos de noraContos de metidas nos cuzinhos inocentescontos eroticos fingindo dormirContos eroticos fagrei mnha esposa fodendo com dois carascontos eroticos separou pra levar picaconto erotico ana mAria 49 anosconto meu vizinho paneleirocontos eroticos comendo cu da amiga e da mae delaConto o dei o cu por curiosidadecontos sado marido violentoscomtos eroticos o velho tarado do elevadorcontos porno.chorou de dorQuale melhor foda com a minha namorada?minha tia me conveceu a da minha buceta para meu tio contos eroticoscontos eróticos verídico com mulheres na punheta no maridominha filha camila contos eroticoschupando até ela gozar dirá cx aodminha tia me conveceu a da minha buceta para meu tio contos eroticosVelhos na farmácia chupando seios contos eróticosrelatos de um negao roludo me desvirginoucontos dei pro mulequinho de ruacontos esposa da o cu no acampamento ao lado d marido no escuroconto erótico o que rola em cine Porno do Brasilbucetas ticos grelosconto mandei fazer fila pra mim chuparcontos eroticos coroas velhas com novinhos tia neuzaconto erotico gay peguei meu filhote de dez anosconto de irma que viciou em dar o cuzinhocontoseroticos presidiocomo perdi o meu analcontos de casadas o negro desconhecido me arromboucontos eróticos nerdsperdendo o sele o selo do cuO negrão ganhou minha esposa casasdocontostoco siririca na madruga contos de casadasconto faco o que quiser corno perdoaeu adoro meu macho zoofilia