Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU DESPERTAR

Click to Download this video!

Meu despertar sexual aconteceu bem cedo, mas eu me sentia muito mal, sentia uma sensação de culpa, de estar fazendo coisa errada, hoje sei o que quero e superei essas bobagens de sentimento de culpa.

O que eu chamo de despertar foi assim: Eu tinha 19 anos, morava em Santana-SP, estudava de manhã e ficava a tarde inteira sázinha, era muito curiosa, vivia mexendo nas coisas do meu irmão (na época ele tinha 19 anos) e sempre achava revistas pornograficas.

Quando achava, meu coração batia forte, minhas pernas ficavam bambas e sentia um calor gostoso no meio das pernas, imediatamente eu corria pro meu quarto, tirava a calcinha e deitava de lado, enquanto eu virava as paginas, ficava massageando minha xaninha até gozar (eu não sabia o que era mas adorava). Depois ia pro banho e ficava brincando com uma tampa de um shampoo que era fina e comprida, enfiava e tirava na bundinha até gozar de novo. Eu não enfiava nada na bucetinha pq tinha medo, minha mãe me falava que não podia ficar mexendo ali.

Uma ocasião encontrei uma revista diferente das outras, tinha mulheres com cachorros, eu fiquei com as pernas tremulas. Tinha fotos de uma mulher fazendo de verdade com um cachorro, dava pra ver o pinto do cachorro dentro dela, isso mexeu muito comigo porque tinhamos um cachorro em casa, e pela primeira vez eu me dei conta que poderia fazer igual a revista, embora morresse de medo porque achava meu buraquinho muito pequeno para aquilo.

O cachorro era do meu pai, mas ele gostava muito de mim, pois eu que dava comida e banho nele. Era um vira-lata de medio porte, muito bonito de nome Nero, devia ter uns 2 anos.

Eu já tinha visto o Nero montar na perna do meu pai algumas vezes e meu pai tocava ele pra fora, agora eu já sabia o que era, e senti meu corpo mole de tesão, minha xaninha estava pegando fogo, queria fazer aquilo.

Como era 3:00 h da tarde, ficaria sázinha até as 7:00 h, com medo mas vencida pelo desejo, chamei o Nero pra dentro, tirei a saia e tranquei todas as portas, sentei no chão do meu quarto e chamei com o coração aos pulos.

Ele veio como sempre todo alegrinho, mas eu queria que fizesse comigo igual fazia com me pai, então colocava a perna embaixo dele, mas nada acontecia, ele vinha cheirava e lambia minha xaninha por cima da calcinha, puxei a calcinha para o lado e deixei ele lamber, foi uma sensação tão gostosa que nunca mais esqueci.

Já estava ficando desesperada quando de repente ele abraçou minha perna e começou a fazer aqueles movimentos, aquilo me levou a perder a noção de perigo, levei a mão até o pinto dele e comecei a pegar, estava duro e tinha uma pontinha vermelha pra fora da pele, eu mexia, apertava e ele empurrava pra frente.

Até hoje quando lembro molho a calcinha, sem pensar mais pois sá o tesão

importava, tirei a calcinha e fiquei de quatro, mas ele não montava em mim.

Eu estava maluca de vontade, queria sentir o negácio dele no meio das minhas pernas e na minha bunda.

Tanto insisti que acho que ele sentiu minha bundinha e abraçou meus quadris

com as patas e começou a fazer aqueles movimentos, eu senti um frio no estomago e uma sensação de calor percorreu todo meu corpo.

Eu não estava sentindo direito o pinto dele na minha bundinha, ele não acertava onde eu queria.

Então fui me abaixando, quando senti a ponta encostar em meu cuzinho senti um tesão tão delicioso como nunca tinha sentido antes.

Então fiquei curtindo em extase meu despertar sexual, pela primeira vez eu sentia um pinto de verdade cutucando meu cuzinho. As vezes ele escorregava e encaixava na minha xaninha, como tinha medo, arrumava e colocava de volta no cuzinho.

O tesão me impedia de entender, mas a ponta do pinto dele estava entrando e saindo do meu cuzinho...aquele entra e sai delicioso, ele empurrava e tirava muito rápido, eu não sentia dor, sá extase...então gozei pela primeira vez em um pinto...gemendo e soluçando... foi quando senti uma dor forte, assustada levei a mão para trás e senti uma coisa enorme, a ponta estava dentro do meu cuzinho que queimava e doia.

Fui com o corpo para frente e sai daquele pinto enorme e do abraço do Nero.

Assustada com a dor, dei uma bronca no Nero que deitou e ficou lambendo seu pinto enorme.

Meu susto foi passando a medida que reparava no tamanho do pinto dele, todo vermelho com uma bola atras.

Corri para o chuveiro, com uma sensação horrivel de culpa, de ter feito uma coisa errada e proibida, tomei um banho rápido preocupada que se chegasse alguem e visse o tamanho do pinto dele como eu explicaria.

Quando eu sai do banho, para meu alivio já tinha voltado ao normal, foi

ai que entendi como funcionava o pinto do cachorro.

Eu não conseguia esquecer o que tinha feito, e quando lembrava ficava tremula e muito excitada.

No mesmo dia comecei a planejar como eu faria para colocar o pinto dele inteiro no meu cuzinho antes de ficar grande, pois eu tinha certeza que depois de ficar grande eu não conseguiria.

Depois disso coloquei varios planos em ação, mas são outras histárias.

Depois de ler alguns relatos na internet, decidi compartilhar minhas

experiencias com outras mulheres que tiveram experiencias parecidas ou

ainda tem, sem medo nem preconceito.

Quem quiser compartilhar e trocar experiencias de forma adulta me

escreva: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos traindo marido na Sala ao lado    conro erotico gay meu tio alopradogordinho nerd gay contoscontos eroticos gay meu tio de vinte anos me comeu bebado quando eu tinha oito anoscontos sexo.eu meu sogro sogracontos priminhocoloquei minha sobrinha de quatro virgemconto erotico incesto sonifero filhaContos eroticos emprrsarios dupla rempregadinha vai pro quarto do patrao so de camisola contocontos eroticos esposas arrependidascontos minha esposa viu o garotode pau duroconto de encesto sou filho unico meus pais viajarom e eu fui com elesconto erótico o que rola em cine Porno do Brasilcontos eroticos quem tirou a minha virgindadeconto de estupro de colegiaishomem velho de sunga -site:youtube.comContos Ai Me Fode Vai Fode O Rabo Dessa Puta, So Tua Puta contoseroticos sogra e genro na agua da praiacomendoagatinhada farmáciagostosa dando a b***** pela metade de mim loucamentesobrinho punheta contoconto erótico gay em cinema. De Recifeamo cheirar a boceta da minha esposa pela calçaespiando minha tia safada.htmlcontos eróticos dona putonaContos saindo melsinho da buceta da mamaemeteu a pica gigantesca na passista deliciosacontos eroticos fudendo garotos hetesexualporno gay interracial com macaquinho gulosocontos porno esposas estuprados submissosContos eróticos gay homem enfiou cu pivetinhogorda dando o cu pra o negao ladrao conto gaysonhador contos eróticos i****** mãe e pai f****** a b***** da filhaconto de encesto sou filho unico meus pais viajarom e eu fui com elescomendo amae domeuamigo porno leisbicocontos minha esposa e choronanoite maravilhosa com a cunhada casada contoscontos eroticos dupla penetraçãocontos eroticos fui castigadaconto de o negao pirocudo rasgou meu cu sem doeu conto cunhada casada foi acordar o cunhado de manhã em joelho redondocontos de incesto pirralhaComtos erotico 6 com a casada.contos eroticos comi minhas filhinhas pequenasela me contou que estava com a buceta toda assada de tanto fuder com elewww. brasileiras provocando com olharesde safadas pornocontos velho comendo novinha casadacontos bem safados assanhando meusobrinha bebada na rola contocontos eroticos real a primeira vez q gozeisou loco pela minha cunhada contos eroticoscontos eróticos - madrugada no clube de águas quentes Lora dismaiando no cu no anal em tres minutostenho 70 anos e sou tarada ando com minha boceta toda meladinhacontos pedi meu cabaco para um velhocomto gay mecamico perfeitoIncesto com meu irmao casado eu confessoporra minha secretária tem a bunda deliciaconto transamos no escurinho da festalevei minha mulher pro cara mais pauzudo comer na minha frenteZoofilia contos menininha chega do colégio animaiscontos weroticos comi minha sobrinha novinha de calcinha de rendaminina afuder na pixinacontoseroticos cagando na boca do viadojumenta descendo o pau todinho no c* do gaycontos eroticos casada flagra seu vizinho batendo punhetacontos eróticos verídico com mulheres na punheta no maridocontos-chantageei minha enteada e comi o cúzinho dela virgem e ela gritou de dorcontos.eroticos.nota 10minha sogra foi estuprada e gostou contoscontoseroticos comendo sebo e bebendomijo de picae foi assim que comeram minha esposacontos minha mulher vendo meu tio