Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A CABRITINHA

Click to Download this video!

A Cabritinha



Tinha apenas 1... aninhos, pele bem clarinha, olhos pretos e cabelos lisos e castanhos claros, os seios começavam a apontar, dois carocinhos, biquinhos estufadinhos, clarinhos; mas o que tinha que chamava a atenção era a bundinha, muito arrebitada e bem feita.

Ainda não sabia nada, era inocente, mas já sentia tesão, já esfregava a bucetinha quando ficava sozinha de manhã ainda na cama, sentia vontade de coisas que não conhecia.

Morava no mesmo bairro que meu avô, pertinho e passava as tardes com ele,vendo tv e conversando, ele viúvo e sozinho. A tristeza de viver sá o fez adoecer e seu irmão caçula veio da Bahia passar uns tempos com ele. Mas a depressão o mantinha na cama, os remédios fortes o faziam dormir o tempo todo.

Foi assim que conheci vô Jorge, alto e forte, 55 anos, tão diferente do meu avô. Era carinhoso também,mas era diferente. Baiano arretado,como ele dizia, cabelos grisalhos e uma barriguinha que eu achava um charme, pelos por tudo quanto é lado,pernas,peito, braços. No início eu o observava direto, ficava olhando seu corpo e ele ria e falava o que olhava tanto, eu ficava com vergonha e tentava disfarçar e nem sabia porque gostava tanto de olhar suas pernas, os braços peludos, os pelos escapando da regata...

Fomos ficando mais práximos, passávamos as tardes juntos e ele dizia que eu era uma lindeza, que daria muito trabalho pra minha mãe.

Lembro direitinho da primeira vez que sentei no seu colo, estávamos vendo um filme triste,onde um cachorrinho ficava doente e chorei, ele me pegou com carinho e pos no seu colo, fiquei quietinha ali,até o filme acabar. Ele alisava meus cabelos e me dava tapinhas nas costas: “não chore cabritinha, tudo vai dar certo”.

Adorei ficar no colo,sentindo o calor e o corpo dele, ele despertou meu tesão de menininha. Quando cheguei em casa naquele dia tomei banho e mexi na bucetinha, esfreguei pensando no vô Jorge,imaginava beija-lo como nas novelas e filmes.

à noite sonhei que ele me beijava e acordei querendo estar com ele, mal prestei atenção na aula, voltei da escola tomei banho,almocei e me arrumei pra vê-lo, sainha curtinha e blusinha branca de alcinhas.

Cheguei na casa e o abracei e disse que estava com saudades, sentamos na sala e assistindo tv, perguntei se ele tinha namorada,ele disse que não,também era viúvo e sozinho, levantei e fui até ele, sentei nas suas pernas e perguntei se queria namorar comigo. Ele desatou a rir, gargalhar, e disse que era velho e feio e eu uma lindeza novinha,que eu devia namorar um menino bonito e novo. Comecei a chorar e disse que ele não gostava de mim e me achava feia. Ele me abraçou e me consolava... você é linda,mas eu sou um velho feio e não posso namorar você que é apenas uma menininha. Eu o abracei, fiquei coladinha nele e falava “mas eu gosto de você e te acho bonito” e comecei a dar beijinhos no rosto dele, até chegar na boca e dar um selinho. Ele me afastou, sem tirar do colo e falou que aquilo era errado e pediu que eu fosse embora, me agarrei no seu pescoço e disse choramingando que não, que queria ficar com ele e ser sua namorada. Ele ficou quieto um tempo e não me tirou do colo.

Depois começou a me fazer perguntas, se já tinha namorado alguém, se já tinha beijado algum menino, se algum menino tinha me passado a mão... Eu falei como assim, passado a mão, ele fez com que eu ficasse mais deitadinha e passou o dedão no meu peitinho... assim cabritinha, já mexeram nos seus peitinhos... não tio,nunca... o dedão passava pra lá e pra cá, alisando meu peitinho, depois ele beliscava bem de leve,fechei os olhos e fiquei sentindo, ele alternava num peitinho e no outro e os dois estavam durinhos agora. Senti sua boca no meu pescoço e arrepiei,depois perguntou no meu ouvido, se era gostoso.. é tio, é gostoso... Quer mesmo namorar o tio, cabritinha? .. quero tio.. Mas ninguém pode saber, viu? Sá o tio e a cabritinha, senão tua mãe nunca mais te deixa vir aqui e não vai ter namoro.. A língua dele passeava no meu pescocinho e me arrepiava eu virei o rosto e comecei a dar beijinhos de novo, até dar um selinho na boca... e ganhei meu primeiro beijo,um beijo molhado de língua, que me fazia gemer baixinho, os dedos no meu peitinho apertavam com mais força e eu estava molinha de tesão, ele,sem parar deme beijar me ajeitou no colo e senti uma coisa dura na minha bundinha,me esfregava sem parar naquilo e me beijava gostoso, a mão soltou meu peitinho e desceu passando na barriguinha e entrou debaixo de minha sainha, encontrou minha bucetinha molhada e brincou por cima da calcinha, esfregando meu grelinho ... eu fiquei doidinha e esfregava a bunda no pau,sem saber.. beijando gostoso .. até gozar..

Fiquei deitadinha no colo,molinha e em cima do pau duro, ele esperou um pouco e me colocou no sofá e foi ao banheiro... voltou depois .. meio estranho e me colocou no colo de novo e falava baixinho.. cabritinha não pode contar isso pra ninguém,sá tu e o tio podem saber do namoro...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos sadomasoquismo com putasfilho gosa bunda mae ela percebeconto com amigo de meu maridocontoseroticos comendo sebo e bebendomijo de picatia bate no casa sobrinho contocontos pornos irmas naturistasorgias em romacontos eroticos peguei meu sobrinho de Pau durocontos eroticos lambendo bucetadconto erotico cuidando de um senhorcontos eróticos i****** ensinei meu filho aleijadoconto guei fingi dormi emeu primo enfiou o pau na minha bocacunhado homem no dia do casamento come a bunda do cunhadinho homem novo no quartocontos eroticos meu sogro comeu o cu da filhaMe comeram ao lado do meu namoradomeu namorado rasgou minha bucetinha e eu tava mestruada, conto eróticoContos eroticos de irman eirmaocontos gay negrinhofui arrombada porvarios contoscomtos como avelha avo de setentaa anos deu o cu para o neto demenorcontos eroticos sou coroa viuva e dei minha buceta pra um muleque roludocontos eroticos meu alunoContos eróticos de lésbicas transando na casa da amiga de muitos anoscontos descobrindo minha xaninhacontos eroticos de cdzinhacdzinhas como tudo começou contoscontos eroticos sou travesti e o cara mandou eu gozar dentroconto meu marido fazendo carinho em mimminha netinha contos eróticospapai descobriu contos eroticosContos de safadezas com o padrasto desde pequenacontos gay patrao velho doido por rolacontos chupou meus peitinhos levantou meu vestido e puxou a minha calcinha e me rasgou e eu gritava de dormulher casada de saia Abusada por JuninhoContos eroticos: Eu dei o cu na frente do meu portãosogra gorda dormindo jerro prega rolacontos eroticos gays viagem de ferias para fazenda com dotadoFui corno e gostei muitoContos eroticos incesto casos reais pag 170contos eroticos com meninas no colo contos putinha caralhudo corno chupacontos eróticos, esposa na praia de nudismo , bronzeadoramor agora e sua vez seu amigo me deixou cheia de porracontos eróticos meu c**** aceitoucontos eróticos meu namorado deu o curso para não comerem minha bucetatcontos eroticos comendo a helena empregadaDormindo ao lado da cumhada x vcontos-gays sou gay e fui arrombado pelo pauzao grosso e grande do meu patraoconto erotico passei a mao na menina por cima da calcinha conto viciada em chupar dogminha mae deu o cu para o meu irmao na mibha frente contosconto erotico flagrei minha mae dando pro meu irmaovideo de morena clara casada traindo com um bem dotado acima de 22 cmESCRAVO DO MACONHEIRO contocontos eroticos de faxineiras coroas safadascontos calcinha da minha tia coroaContos de incesto menina pequena com medo da chuvavideo porno gay de garoto com o calção com o fundo rasgado de parnas areganhada na casa do amigo tarado do pau gande e grosocontos eróticos - prima Fernandacontos eroticos flagrei minha namoradaContos eroticos incesto meu maridoconto erotico dando xoxota pro irmaocontos meu papai m comeucontos eroticos virei putacontos duas putinhas chorando na varameu pai tem ciumes de mim contos eroticosconto eróticos dei o cu novinhaConto erotico contando minhas tranzas para meu pai e acabou me comendoAteliê dos contos eróticoconto sexo hetero dominado na cadeiaConto gay - "o pau pingava"contos perdendo a virgindade num incestosexo contos deposito de porravídeo de pornô do metendo vendo a sua beleza ela me chame