Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GRANDE AMIGO

Isto aconteceu comigo quando por um motivo familiar tive que deixar a casa de meus pais. Eu tinha um amigo chamado Gil, que ofereceu sua casa para eu morar enquanto eu não arranjava uma para alugar. Gil era um negro alto e forte, não era bonito mas tinha fama de comedor na empresa onde a gente trabalhava, inclusive por causa desta fama, ele estava separado da sua mulher, foi por isso que ele disse que eu poderia ficar um tempo em sua casa.

Cheguei de tarde na sua casa e levei minhas coisas para o quarto, le disse para eu deitar um pouco pois ele ia sair com uma mulher e depois voltava. Eu estava muito triste com a situação e fiquei no quarto chorando baixinho. Quando já era de noite, Gil chegou e me viu encolhido na cama ainda chorando.Ele sento do meu lado e disse para eu ão ficar assim, que tudo isso ia passar e eu ia ficar bem. Ele estava de bermuda folgada de basquete e não sei como uma boa parte de sua rola estava aparecendo. Eu já tinha visto aquela pica uma vez no vestiário da empresa e ela mesmo mole, era bem grandinha, uma cabeçona preta e reluzente. Não sei o que aconteceu (atré hoje me pergunto como foi que isto foi me acontecer ), mas ele me pegou olhando sua rola, neste instante nossos olhos se cruzaram e sem falar mais nada ele puxou aquele pinto preto prá fora e enfiu na minha boca. Eu me assustei com esse gesto, mas não sei se foi por carência mas eu comecei a chupar aquele pinto meio molenga. Eu chupava e chorava e soluçava ao mesmo tempo e aquela rola na minha boca me dava um pouco de conforto. Gil ficava falando baixinho, chupa, Nick, chupa devagarzinho, assim, você parece um bebe mamando, mama a rola do papai, não precisa chorar...

Mamava vorazmente o pinto do negão, que agora estava todo duro na minha boca, não sei o que me deu mas perdi o controle, eu dava beijinhos na cabeça, mordidinhas naquele saco suado e voltava engolir aquela cabeçona gostosa. Enquanto isto Gil avançava na minha bunda.Eu sempre fui gordinho, mas agora estou mais magro, mais minha bunda sempre foi grande e na escola sempre fui o alvo das encochadas e passadas de mão da garotada. Mas agora era diferente, eu tinha um macho faminto enterrando a mão no meu rego e querendo comer meu buraquinho. Gil não aguentou aquela chupação toda e gozou na minha boca, expoldindo porra no meu rosto, e na minha camisa e na cama. Levantei correndo e fui até o banheiro me lavar, morrendo de vergonha. Quando sai do banheiro novamente não tive tempo de falar nada fui agarrado por trás e encochado contra a parede.Agora seu gostosinho vou comer esse rabinho delicioso e me mordeu a nuca e apertou meus peitinhos.Empurrei meu rabo para trás e empinei o mais alto que pude, isto deixou ele meio assustado e disse. Então voce ta gostando, não vai chorar mais né putinha...eu disse come meu cuzinho que eu não choro....Para que fui dizer isto ! Ele imediatamente apontou aquela vara na entradinha do meu fiofá e tentou empurrar, mas não conseguiu entrar, eu era virgem e meu cuzinho travou de um jeito que nem com pé de cabra abria.Foi nesta hora que eu descobri o que é ter um macho de verdade.Gil não desistiu começou a me bolinar gostosamente tentando fazer meu buraquinho relaxar.Levei lambidas na portinha do cu, beijinho e tapinhas de inecntivo na bunda.Gil disse que tava ahá um mês sem comer ninguém e pelo menos há um ano sem furar um cuzinho...você tem uma bundona de fazer inveja a muita mulher por aí....Fiquei todo orgulhoso e resolvi tentar dar o cu de novo.Fiquei de pé e me abaxei segurando os tornozelos, me arreganhei o maimo que um homem pode se abris para outro macho e esperei minha recompensa.Desta vez aquela piroca entrou justinha no meu rego e afundou no meu cu quase senti no meu umbigo. Dei um grito animal, ele depois disse que eu parecua uma cadela ganindo, e Gil começou a bombar forte, fiquei todo aregaçado, quando ele gozu nem senti a porra escorrendo pela minha perna.Fiquei morando na cas do gil por quase seis meses e todo dia servindo meu criolo gostoso.Usava as roupas que ex mulher dele deixava e fui sua fême até aqule safado me trocar por uma vadia.Hoje estou sozinho mas se vc quiser me conhecere me [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu pai gozou no meu cu contos gayacontos eróticos me estruparao por ser orientalvideos de porno de professoras se chupando lentalmenteContoseroticos novinha magrinha virgem estupradas pelo tioamiga inseparavel chupa a bucete uma da outracontos gay tetinhas gordinhaconto historia com lesbicaconto etotico antebraco na vaginaconto a tia da piruacontos eroticos dupla penetraçãome mesturbei no banheiro e agira?sogro engoxada no honibus condos erotigoscontos eróticos esposo.foi jogar futebolquero ver contos eróticos de garoto com a pica enorme come garota nova e madamefui tomar banho na casa do amigo e comeu a mulher delecontocasadacarenteVou contar como transei com a visinhacontos escola sexoconto erotico real meu marido me liberou dar o meu rabocontos tudo enfiado no cuconto erotico meu marido deixou o amigo me fudervistorias eroticas de zoofiliaConto de muitos machos para uma puta depravadaconto erotico bebado estranho me comeu no becodesenho porno dos flinstons cadamento.da pedreitacontos erotico casada vai fuder naturismoContos eroticos submisso amarrado engravideicontos eróticos velhahistória de contos eroticos novinha sentou no meu colo dentro do ônibus na viagemcontomeu pitbol mim rabou contos eroticos sogra 2018 mais lidoconto erotico sair.com minha sograContos eroticos sou puta chemei meus amigos em casa e dei para todoscontos de pervertidoscontos lésbico sogra traiçãoMulher que fica çarando o priquito uma na outra ate sair galacontos picante eu dando o cu pro meu tio gaysconto erótico sexo na balada exibindorecebru varias calcinha de presente contos eroticobucetao arombada de adivogada conto eroticoxxvidio pai fudend afilh afrentcontos eroticos minha prima esculturalconto minha mae so me provova e me deicha de pau duroa mulher que tem um cacete uma mulher que tem um cacete até uma rodadinhaboquete mulher de 48 anos contoMulheres que gostam de envertemos os papéis na cama pornocontos eroticos de sogrocontos eroticos - perdido na trilha com minha amigacontos erotico-você fodendo muito meu cuzinhocornoscontoseroticoscrossdressing miudinhacontos eróticos sobrinha so de fio dentalconto - so cabia um dedinho na bucetinha delaconto o cachorro que fudia a vizinhaContos erotico dei pro meu amigo ra comer a namorada deleconto erotico comendo a obesaConto erotico filho engravida sogracontos eroticos com mulheres de bunda enormerabudasccontos wroticos pai abusando ela nap quwrcontos climax meninas inocentesVoltei gozada pro meu corninho contominha mulher mal caminhava de tanto pau q levou conto eroticoconto erotico onibusContos Eróticos um Negão me comeueu quero ver mulher ficando engatada fique transando com poodle cachorro poodlecontos eroticos enchi minha filhinha de porracontos eróticos gay meu meio irmãoestorias eroticas meu amigo brincou com a bundinha da minha esposacontos eróticos consolo pau e plugconto erótico viadinho de calcinha no acampamentominha filha camila contos eroticoscontos minha mulher transava e me beijavadei o cu na fazenda contoshomem di pau grandi da cu. pra macho que lambe bumbu tambeconto gay hetero em exame de prostataContos eroticos de mesticasconto erotico pedi um desconto para o gerente e ele me encoxouNo motel minha sobrinha ela chupou meu pau eu chupei sua buceta e fudi ela contos eroticos contos lavando carro com a sogra