Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MÃE SAFADA

Click to Download this video!

Olá

Meu nome é Lucas, tenho 19 anos, 1,70 metros tipo físico magro, moreno.

O que vou contar pra vocês agora é um desabafo, algo que guardo comigo desde por volta dos meus dez anos, quando começou.

É algo que me causa raiva e revolta e eu simplesmente não tive coragem de contar isso pra ninguem até agora. Por isso escrevo.



Moro com a minha mãe desde sempre. Porque nunca conheci meu pai. Nás moramos no rio de janeiro, no bairro do Arpoador.

Minha mãe, pelo que eu sei, sempre morou nessa região e deve ter engravidado do meu pai durante alguma baile que houve na época. Ela me teve muito cedo: com 19 anos. coisa normal pra uma menina sem educação.



Acontece que mesmo pra uma menina que teve pouca educação, ela sempre foi mais assanhada que o resto das garotas. Se não acreditam prestem atenção no que eu passo todos os dias, aqui vai um exemplo:



A nossa casa é pequena (a gnt não tem muito dinheiro, ele trabalha de doméstica e me ajuda a vender os peixes que eu pesco) e a gnt sá tem um banheiro.



Segunda passada eu cheguei cansado em casa, todo suado, tinha jogado futebol até lá pelas 19 horas com os meus amigos e quando eu cheguei ela estava vendo tevê.



Ela estava sentada no sofá, praticamente deitada, usando o assento como encosto para as costas e as pernas sobre o corpo, abertas o suficiente para que tivesse visão para a tv.



Quando eu vi aquilo fiquei todo vermelho, apesar de que eu ja estava acostumado com essas atitudes sem noção dela.

Mas eu não posso deixar de ter uma atitude dessas. Isso porque apessar de ela ser minha mãe ela ainda é muito nova e bonita: ela tem mais ou menos 1,65 metros, cabelos quase pretos, compridos e cacheados, uma pele mulata clara e bem bronzeada, peitos medios, barriguinha perfeita e uma bunda de quem aprendeu a sambar e dançar funk antes de saber andar. E ainda por cima como toda carioca não tem costume de usar mta roupa: tava sá com uma camiseta e um shorte jeans.



Quando ela me viu abriu aquele sorrizão e disse: "oi gatinho!"

levantou, veio até mim me olhou nos olhos provocativamente

durante um segundo, depois me deu um tapa na bunda e correu pro banheiro dando risada.

Ela sempre faz isso! E me deixa mto puto! E o pior é que eu sempre cáio!

Eu fui até lá e soquei a porta gritando: "SÁI DAÍ CARAIO! EU QUERO TOMAR BANHO!"

e ela dando risada:"vai ter que esperar!"



um tempo depois ela me sai do banheiro... enrolada na (minha) toalha e esfregando a dela na cabeça.

ela disse:

-"pronto neguinho, pode tomar banho"

-"ah! legal! agora que você molhou a minha toalha tudo!"

-"iiiih! mas que estresse hein?! tá pega aki."



nisso ela se desenrola e fica pelada .



apesar de estar acostumado com essa atitude dela, eu tive que cruzar as pernas pra não deixar ela ver nada.



-"toma. pega aqui."-ela falou estendendo a toalha

eu fiquei um tempo paralisado, e ia continuar ali mesmo, pq tava de pau duro e sabia que se eu chegasse perto ela ia me abraçar pra me molhar e ia me dar um soco no saco, coisa que ela sempre faz quando me pega de pau duro.

sá que:

-"que porra é essa aí?!"- eu falei. Tava apontando pro lado direito da bunda dela... tinha uma tatuagem... e tava escrito "sexo" envolvido em um coração

-"hahaha! gostou? quer ver mais de perto como ficou bom?"

ela se aproximou rebolando de um jeito mto safado, deu pra eu sentir um poquinho de porra escapando do meu pau.

-"não, valeu! ME DÁ A MINHA TOALHA?!"- tentei aproveitar que ela tinha se aproximado e tentei alcançar a toalha...mas não deu... e nessa hora ela fez uma coisa que eu nunca mais vou esquecer...aliás, foi por causa disso que eu resolvi escrever...não tava aguentando de tanto bater punheta pensando nisso:



quando ela percebeu que eu ia pegar a toalha ela puxou rapidinho e disse: "oléééé!" e deu risada.

dai ela me olhou com aquele sorriso safado que ela sempre faz antes de me aprontar uma... virou de costas, empinou a bunda e falou: " ainda não me sequei direito"

dai ela colocou a toalha entre as pernas e segurando com uma mão em cada ponta começou a esfregar na xoxota.

mano...ela tem a boceta mais gostosa que eu ja vi... é carnuda, gordinha, peladinha e bronzeada (porque ela faz questão de bronzear ela na laje). Eu vi a minha toalha esfregando naquele buraquinho todo molhadinho...aquela aguinha melecando a minha toalha! Aquele grelhinho indo e vindo na toalha! Nisso não deu: gozei na calça, melequei tudo!

dai a filha da puta ainda me joga a toalha na cara, me dá um beijo no pescoço e fala: "vai tomar banho negão, ve se não demora e lava direitinho ai embaixo".



FILHA DA PUTA!

vocês me entendem agora não? nessas horas me dá vontade de botar ela de quatro e arrebentar de comer o cú dela! putaquepariu! Sá que eu sei que isso é errado! O problema é que eu acho que algum dia eu não vou aguentar e vou acabar fazendo merda!

chega...depois eu conto mais, agora eu tenho que sair daqui um ir bater uma punheta que eu não to me aguentando!...puts...sá de lembrar daquilo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


me.comeram minha bundinha pequena.chorei muito contoscontos eroticos de maes prostitutas com seios enormes com filhospais se esfregando na filha shortinho corarregaçando, chorando e gozou contoscontos meu vaqueiro me comeu na marracontos eróticos eu e minha mãe nos amamos feito loucosMe comeram ao lado do meu namoradoconto eróticos pai pauzudo e filha baixinhacontos eróticos transando com o cara do carnavalminha esposa me contando os detalhesconto banho com a namorada na academiaSou casada fodida contobaxinha no hotel com namoradoContos eróticos - estrupe-me quero ser maltratadaconto chantageei minha irma evangelicacomtos eroticos...mulher trai porcausa di sexoconto erotico meu compadrer e minha esposaporno contos eroticos encerto descobri que meu marido que ser cornofilho delicia contoEperiencia zoofilia beijo babadocontos eroticos: fui comido pelo meu inimigo safadinhoContos fui estud fud mãe e filhacontos eróticos pequenaContos eroticos eu meu tio e minha mulherConfesso inversão virei corno mansopeito bicodu sexconto erotico menague com a noraContos eroticos vi o coroa a se masturbar e cai de boca na sua varacada dos contos gays- sexta do chaveirocontos euroticos trai meu marido com meu alunocoroa 46 anos cabelo curto enroladinho dando a buceta grandeconto meu cunhado cacetudo me arrombou toda fiquei toda suadapadrasto autoritario contos esroticos porno llbaixinha das coxinhas grocasconto comendo a babaque cuzinho delicioso da ele pra mi contos verdadeiroestava no banheiro minha tia entrou contos eroticoscontos eroticos maduras eu e minha amiga levamos no cu a mesma piça Contos eroticos comadreContos eróticos gay camisa socialcontos porno velhoconto coroa gordinhaContos eróticos mães com a buceta peluda e cheiro fortecontoa eróticos de uma mulher dando pra dois home mmesposa bebada e seria sendo chatageada no churrasco contocontos eróticos de irmãostouro estrupado uma. gostosa e ela fica muito esitadachupava a noite inteira ele amarradobotando a patroa pra gozarvídeo de pornô com as moletinho as mulatinha pornô vídeos sexodestruidor de cu contosconto erótico na praia com a família da esposaconto gay "nao puta"Www.contoeroticopai.comestorias eroticas meu filho encheu minha buceta de porraContos os velhos chupam melhor uma bucetacontos eroticosfudendo bucetinhas de dez anospassei a mao na menina conto erticoseduzudo e fudido contos gayconto peguei meu marido estrupando a vizinhacontos eroticos com pescadorcontos eroticos de incesto: manha mae me ensino a Transar 2relato de uma surubatio domador fode com força conto erotico de menino com caralho jumentomenina abrindo a buceta saindo gosomiudinha de calcinha xvidio.compor que quando eu falei pro o meu amigo que eu vou ibora comcamionero ele em cheu ohlo de aguaconto damdo p o comedorConto negao comendo cu de gay bundudo aforsacontos eroticos vovo mamae e os mendigosContos eroticos quero ver essas tetas