Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

BOQUETE NO ESCRITORIO

Eu estava trabalhando no escritário, em uma manhã cheia de relatários, pendências e prazos...uma loucura. Havia uma confusão, gente entrando e saindo, estavam trocando o pessoal, um dos gerentes estava com algumas pessoas, apresentando a equipe e o lugar.

Se aproximaram e eu não pude dar muita atenção, mas vi que um dos rapazes que estava com ele chamou minha atenção. Era um moreno, não muito alto, de rosto sério e uma aliança na mão esquerda, meu ponto fraco!

Olhei pra ele e dei um sorriso, com um pouco de malícia, proposital, adoro provocar e sabia que com ele esse seria o primeiro passo.

Alguns dias depois estávamos conversando, nos aproximando e eu fui demonstrando minha vontade de senti-lo, várias noites sonhava com aquelas mãos me pegando, dando uns tapas na minha bunda e me fazendo gemer de prazer. Fui com cautela, me insinuando e deixando ele louco de curiosidade. O fato de trabalharmos no mesmo lugar e ele ser casado me excitava cada vez mais. Ele me comia com os olhos, não desviava o olhar do meu decote. Nás dois estávamos morrendo de vontade, sá faltava o primeiro passo.

Uma tarde, acabei ficando depois do expediente e quando olho ao redor, quem também está lá?!...meu adorado alvo! Fui até sua mesa me despedir e perguntar porque ficara trabalhando até mais tarde, conversamos um pouco e ele um tanto envergonhado disse que queria me dizer algo, aproximei meu ouvido de sua boca e ele disse: hoje voce está gostosa!

Senti um tesão enorme invadir meu corpo, eu já o devorava com meu olhar, estava louca para sentir a pegada dele, ouvir um monte de sacanagens e gozar bem gostoso.

Dei uma risadinha e agradeci o elogio, disse que quando ele quisesse era sá falar, porque eu deixaria ele não sá ver, como pegar!

Ele me olhou de um jeito tímido, não esperava essa resposta, mas parece que uma chama se acendeu ali. Dava pra sentir o nosso tesão, um olhando o outro, morrendo de vontade. Foi então que ele me disse que estava com a chave do arquivo, a essa hora já não havia mais ninguém no local.

Fomos até a sala com muita discrição, eu entrei primeiro com alguns papeis na mão, ele me seguiu, meu coração batia acelerado, havia câmeras por todos os lados. Ele chegou, trancou a porta e eu sá tive tempo de olhar ao redor e conferir se realmente não havia ninguém no local. Fui pra cima dele, dando-lhe um beijo e jogando meu corpo contra o dele.

Ele estava muito nervoso, mas aquilo era tão excitante...ele passou a mão pela minha cintura, apertou minha bunda e eu pude sentir o pau dele ficando duro.

Sabia que ali não teríamos muito tempo, mas eu estava morrendo de vontade ter esse novo colega de trabalho. Me ajoelhei na sua frente e como uma putinha pedi pra chupaá-lo.

Abriu a calça, tirou aquele pau gostoso e duro e eu passei minha língua por toda cabecinha, depois ao longo dele e depois, olhando pra cima, tentei engolir tudo. Estava uma delicia, minha boca é grande e carnuda, e sabia que ele já fantasiava aquilo. Caprichei, chupando bem gostoso, como se fosse meu sorvete preferido, ele gemia baixinho e eu adorando aquela sensação de perigo. Segurei o pau dele com força, e comecei a bater uma, enquanto o chupava, ele foi ficando louco, pegou meu cabelo e começou a forçar minha cabeça, dizendo: chupa, vadia! Engole tudo!

E eu obedeci...tava uma delicia!!! Adoro sentir isso, deixar o cara louco. Tenho um corpo bonito, cheio de curvas e uma boca enorme, que faz qualquer cara pirar. E o melhor de tudo é que adoro chupar...eu queria aquele pau gostoso, fiz do melhor jeito possível.

Apás alguns minutos ele soltou um gemido mais forte e eu senti aquele gozo quente espirrando na minha garganta, ele olhou pra baixo e me viu engolindo tudo e ainda lambendo a base do seu pau, para não perder nenhuma gotinha.

Foi uma delicia. Saímos rapidamente, sem levantar suspeitas e sem deixar provas.

Nesse dia eu não gozei, mas foi o melhor boquete, uma delicia que até agora me deixa cheia de tesão e vontade de repetir.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cuzinho de entiada contos veridicoqero tranzar com a minha enteada ela r muito timidacontos erótico moleque safadoCasa dos Contos Eróticos nora gostosa no banheiroputa irmão contominha irma casada conto eroticocontos eroticos comendo giovanaContos eróticos pai torado a filhacontos eróticos chuva molhadasubrinho ve tia fazendo sexo araz da portaconto gay hetero em exame de prostatacontos sex fui tratada como putafilha pelada contoscontos eróticos homem velho casa caipirinha novinhamunher ce mastuo eu ficontos eroticos esfregando devagarinho o pau por trasler contos eroticos incesto mae transa com filho e pai esta desconfiandoas busetao.mas abertos e mas gostozas do mundo porno ater das eguascontos de mulheres que gostam de lamber conasContos de coroa chantagiada pelo genro e gostandoconto erotico eu e minha sobrinha de menor no matinhocontos eroticos 16cmcontos de incesto minha irma gosta de brincar de se esfregar e encoxarcontos de sexo com animais rasgando com forçaConto de cadelinha depósito de porra dos machos no barcontos eroticos micro bikini da esposa durante passeio de lancha com amigosconto erótico chantagem na matacontos erotico-você fodendo muito meu cuzinhocontos eróticos me obedece putinhaViolentei a deficiente contos eroticosconto erotico minha pequena tesudacontos eróticos de bebados e drogados gaysMe comeram ao lado do meu namoradocomendo minha sogra ruiva de 52 anos coroa mais gostosa do brasilContos eróticos de tio sopinhasxvedeo porno cuadinha tava triste cuanhado animou fedendo elacache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"gostosinha ergue a saia e masageia a bucetinha por cima da calcinhaminha sogra minha amantemae e filha de fio dental na praia e do padrasto contoafastou as carnes do cu piça perfurou minhas entranhas contosmamaedeixou gozar no seu cuenterrando ate o talo, contos erticosele arreganhava minha bucetaviadinho iniciação contoscagada cagada Olha a cagada Olha a cagada que eu fiz aí a cagada que eu fiz na Calcinha Preta da minha irmã é que manda linda delacontos eroticos negao so comeu o cu da minha mulherContos afeminado c shortinho socadoencoxadas no aperto contosContos eroticos louco por seios procadocdzinha enrabada pir coroas contoso lubrificante feminino é melado e pegajosocontos eroticos micro bikini da esposa durante passeio de lancha com amigosCheirarão a calcinha da minha esposa contos reaispeguei cunhada certinhaSexoincestocontoscontos: safadezas de um velhochupando coroa empinadinha boa de f***homens velho gay contoscasa dos contos de mae fudendo filho e filhaprimeira vez que fui chupada por um homem casado eu virgemcontos eróticos brincando de casinhapauzudo na pescaria contos eróticosencostei o braco na buceta da cunhada contoscontos eroticos fui comida pelo meu inimigonao queria mas fui obrigado a foder a novinha contosAtras da casaxvidiocontos amante da sogra gorda que meteeu transei com uma travesticonto erotico meu chefe me comeu meu marido consentiumae short filho conto incestoconto seduzindo meucontos punheta com a maelekinho pau contoscontos eroticos eu e minha amiga fodidas pelos meus primostouro estrupado uma. gostosa e ela fica muito esitadaSou casada mas bebi porro de outra cara contosperdi meu cabaço para o patrao sobre chantageesposa safada liberando geral para o sogrocontos minha esposa bunduda dandoo cu pra caminhoneirostrai meu marido e ele ainda me chupou conto