Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU TIO COMEU MINHA EMPREGADA

Click to Download this video!

Meu tio e minha empregada casada.

Trabalhava numa empresa publica de telecomunicações, quando recebi carta azul, apás a sua privatização, como tantos outros colegas, que ficaram na rua da amargura. Tinha um bom emprego, com salário razoável e um padrão de vida bem confortável, com casa prápria, carro e duas lojas alugadas, que rendiam um dinheiro extra para as despesas.

Fazia parte dessa vida a Carmen, minha mulher e meu filho, na época com quatro anos, e uma empregada, que cuidava da casa e do meu filho. Cristina era muito querida e gozava de toda a confiança nossa, inclusive do meu filho de quem gostava muito. Era casada, não tinha filhos, talvez por isso fosse tão apegada ao Danilo. Minha mulher chegava do trabalho as quatro e meia e logo a Tina ia embora, às cinco. Meu tio, morava no interior de Goiás e veio passar uma temporada conosco para tratar de uma enfermidade. Suas consultas, exames e fisioterapia pela manhã e à tarde livre, ficava vendo tv. Assim era a sua rotina. Ele tinha 39 anos e Tina vinte e dois.

Um dia não estava passando bem e resolvi vir mais cedo pra casa. Morava no Cruzeiro, cidade satélite de Brasília, e trabalhava no Setor Comercial Sul. O trânsito não era esse inferno que é hoje e logo estava em casa, por volta das três da tarde. Morava no quarto andar, um apartamento bem amplo de quatro quartos. Abri a porta da sala e entrei. Não encontrei meu tio na sala, deu uma meia hora, me dei conta de que também não vi a empregada. Levantei da cama onde tava descançando e fui vasculhar a casa. Ao chegar nos fundos, ouvi sons diferentes do habitual e me dirigir rumo à área de serviços. Os sons vinham do quartinho de empregada. Mesmo assim imaginei que fosse a Tina fazendo alguma coisa. O som era diferente, gemidos, então fui mais cauteloso. Olhei pela janelinha e estava a safada sentada na cama e meu tio com uma senhora rola fora da bermuda. Ela segurava naquele troço e agasalhava a cabeça na boca, já que não aguentava enfiar toda na garganta. Acho que devia medir uns vinte e cinco ou mais. Mal de família, pois o meu mesmo mais modesto mede vinte centímetro e é bem grosso. O coroa mantinha os olhos fechados e apenas balbuciava para a morena chupar mais rápido: “chupa, safada. Ta gostando da minha jeba, ne, sua putinha ordinária. Chupa que quero gozar na tua boca”. E realmente ela demonstrava um prazer intenso. Lambia e chupava. Mordia com os lábios e dizia pra ele gozar na boca dela, que ela queria sentir o sabor do leite goiano. Ele ainda perguntou o que o corno devia ta fazendo naquela hora e ela cinicamente respondeu que trabalhando pra comprar comida. Meu tio parece que não cansava nunca e mexia como se tivesse fudendo a boca da puta. Ela pediu pra ele parar pois não tava mais aguentando o cacete na boca. Ele mandou que ela virasse e ficasse de quatro na beira da cama e deu umas lambidas na bunda e na buceta escura da vadia e meteu de uma vez o cacete, arrancando um AI!!! Bem alto da casada adultera.

O cacete ia e vinha na xoxota dela e chegava a fazer barulho, também das batidas da barriga do tio na bunda da empregada. Ora ele aumentava o ritmo e depois parava e ficava bem lento, era quando ela gostava mais e emitia gemidos e palavrões, xingando o velho de safado, puto, cachorro, fodedor de casadas e tudo mais, e isso aumentava o tesão do tio e ele aumentava o ritmo novamente.

Mexe, vagabunda, queu vou gozar na tua buceta. Vai sentir mnha porra lá dentro, mexe..... vou gozar, safada.......ahhhhhh, to gozannndo, piranha safada.

E gozou dentro da buceta da Tina, e ainda sobrou pra derramar sobre suas costas

Ainda deu uma palmadas bem forte na bunda da morena e disse “ vai se limpar, minha putinha, que amanha tem mais”

Eu também sair de fininho e fui tomar um banho para abaixar o fogo que me queimava e daí pra frente passe a olhar a empregada com outros olhos. Ela morou conosco por mais de cinco anos. Nesse período não precisei de outra puta, pois tinha em casa duas.



Célio Abrantes



[email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


come minha vovo de poi micome negaofilme com historia de erotico de tiozinho taradaomijando na boca desde era bem pequena contosconto pegei minha cunhada novinha se mastrubandoContos eroticos emprrsarios dupla rConto erotico mãe no cinemacontos eroticos me exibi nua pra elacontos casal nu praiaMeu nome é dado (apelidio),tenho 35 anos e minha esposa mara tem 32 anos.Somos simpaticos ,com caracteristicas bem Brasileira .A loirinha punheteira contos eróticosconto erotico fiquei com o cuzinho bem arrombado e cheio de porracontos eroticos brincado de se esconder no recreiocontos ela gostou encoxadaContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas gostosas dormindocontos eroticos amigo negroConto meti 29cm.de pau no cu da mamaeConto lamber peis tia lesbicaconto amo ser puta mulher 40 anosnao sei como tive coragem.contos eroticostinha perder sua coroa no seu pau do negrãocontos eroticos lesbica chineladaspeguei carona com caminhoneiro conto sexominha novinha tarada contoconto erotico de menina virgem de sete anosesposa e sogra metendo na praia contosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorporno coroa da boda mole de fiodetaoContos eroticos de podolatria com fotos de primas pedindo massagem nos pezinhos bonitosamei ser estupradaeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestomulher ensabuando a buceta grande.relato erotico casada e amiga pau de borrachairmã transformassem roupa vídeos pornô doidoContos meu marido covidou um negrao p dormir em casa esem cadastro zoofilia sai mijando leitevoyeur de esposa conto eroticogozadas na boca do menino contosContos eroticos assanhadascontos vizinha loira meninadei pro meu amigo carenteContos eroticos sem querer aconteceuPorn contos eroticos o mulato amigo doo filhosexocontoerótico meu sogronoite maravilhosa com a cunhada casada contosestorias eroticas taquei uma pro cunhadoconto erótico gay com muito estuprocontos eroticos maes de amigosgozando pelo cu contos eróticoscontos erotico os mininos comerao meu cu guando ajente brincavapais se esfregando na filha shortinho cortia dando pro negao contoconto meu amigo me ensinou come o cuzinho da minha filinha pequenaelena senta na pica duraConto erotico mamae deixou papai come meu cu em quanto chupava elapediu para o marido lamber porra contosxvidios cumhada cavalona motelcontos eróticos comi minha cunhada que tinha raiva de meconto erotico o filhofilho da minha amiga e um tremendo taradofilha pelada contosuma buceta enchada de ter cido estruprada samgrandoas busetao.mas abertos e mas gostozas do mundo porno ater das eguasconto erótico minha mulher me ofereceu sua amiga travesticontos dormiu e tomou no cu fodidaContos eroticos eu e minha fonos estrupa na festacontos eróticos falando de orgia em faculdade de juazeiro do Norte Contos eroticos coloquei o pau do meu pai na minha boca embaixo da mesaComtos casadas fodidas na rua por camionistascontos colocando menina pra mamarnovinha de calcinha fudendo com velho contosno aniversario conto erotico gayContos de incesto familiarFoto casaro de gordinha de calcinhacontos irma viajou no meu coloconto crente cornogostosinha bonitinha bundinha nova doze anos dando contos eroticosrelatos de corno domadopitbol caseiracontos buceta completamente peluda irmã de calcinha pela casa