Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU TIO COMEU MINHA EMPREGADA

Meu tio e minha empregada casada.

Trabalhava numa empresa publica de telecomunicações, quando recebi carta azul, apás a sua privatização, como tantos outros colegas, que ficaram na rua da amargura. Tinha um bom emprego, com salário razoável e um padrão de vida bem confortável, com casa prápria, carro e duas lojas alugadas, que rendiam um dinheiro extra para as despesas.

Fazia parte dessa vida a Carmen, minha mulher e meu filho, na época com quatro anos, e uma empregada, que cuidava da casa e do meu filho. Cristina era muito querida e gozava de toda a confiança nossa, inclusive do meu filho de quem gostava muito. Era casada, não tinha filhos, talvez por isso fosse tão apegada ao Danilo. Minha mulher chegava do trabalho as quatro e meia e logo a Tina ia embora, às cinco. Meu tio, morava no interior de Goiás e veio passar uma temporada conosco para tratar de uma enfermidade. Suas consultas, exames e fisioterapia pela manhã e à tarde livre, ficava vendo tv. Assim era a sua rotina. Ele tinha 39 anos e Tina vinte e dois.

Um dia não estava passando bem e resolvi vir mais cedo pra casa. Morava no Cruzeiro, cidade satélite de Brasília, e trabalhava no Setor Comercial Sul. O trânsito não era esse inferno que é hoje e logo estava em casa, por volta das três da tarde. Morava no quarto andar, um apartamento bem amplo de quatro quartos. Abri a porta da sala e entrei. Não encontrei meu tio na sala, deu uma meia hora, me dei conta de que também não vi a empregada. Levantei da cama onde tava descançando e fui vasculhar a casa. Ao chegar nos fundos, ouvi sons diferentes do habitual e me dirigir rumo à área de serviços. Os sons vinham do quartinho de empregada. Mesmo assim imaginei que fosse a Tina fazendo alguma coisa. O som era diferente, gemidos, então fui mais cauteloso. Olhei pela janelinha e estava a safada sentada na cama e meu tio com uma senhora rola fora da bermuda. Ela segurava naquele troço e agasalhava a cabeça na boca, já que não aguentava enfiar toda na garganta. Acho que devia medir uns vinte e cinco ou mais. Mal de família, pois o meu mesmo mais modesto mede vinte centímetro e é bem grosso. O coroa mantinha os olhos fechados e apenas balbuciava para a morena chupar mais rápido: “chupa, safada. Ta gostando da minha jeba, ne, sua putinha ordinária. Chupa que quero gozar na tua boca”. E realmente ela demonstrava um prazer intenso. Lambia e chupava. Mordia com os lábios e dizia pra ele gozar na boca dela, que ela queria sentir o sabor do leite goiano. Ele ainda perguntou o que o corno devia ta fazendo naquela hora e ela cinicamente respondeu que trabalhando pra comprar comida. Meu tio parece que não cansava nunca e mexia como se tivesse fudendo a boca da puta. Ela pediu pra ele parar pois não tava mais aguentando o cacete na boca. Ele mandou que ela virasse e ficasse de quatro na beira da cama e deu umas lambidas na bunda e na buceta escura da vadia e meteu de uma vez o cacete, arrancando um AI!!! Bem alto da casada adultera.

O cacete ia e vinha na xoxota dela e chegava a fazer barulho, também das batidas da barriga do tio na bunda da empregada. Ora ele aumentava o ritmo e depois parava e ficava bem lento, era quando ela gostava mais e emitia gemidos e palavrões, xingando o velho de safado, puto, cachorro, fodedor de casadas e tudo mais, e isso aumentava o tesão do tio e ele aumentava o ritmo novamente.

Mexe, vagabunda, queu vou gozar na tua buceta. Vai sentir mnha porra lá dentro, mexe..... vou gozar, safada.......ahhhhhh, to gozannndo, piranha safada.

E gozou dentro da buceta da Tina, e ainda sobrou pra derramar sobre suas costas

Ainda deu uma palmadas bem forte na bunda da morena e disse “ vai se limpar, minha putinha, que amanha tem mais”

Eu também sair de fininho e fui tomar um banho para abaixar o fogo que me queimava e daí pra frente passe a olhar a empregada com outros olhos. Ela morou conosco por mais de cinco anos. Nesse período não precisei de outra puta, pois tinha em casa duas.



Célio Abrantes



[email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Historias erosticas viadinho dano o rabinho para o policias e chora d dorco tos eroticos perdi a minha virgindade com meu avoconto erótico a negona velhaConto etotico senhora sogracontos de travecos comedoresmeu marido viu os amigos dele me comerem contossexo com as amigas e as filhas contosdando padrasto contos eróticosContos eroticos gays. comendo o moleque na van escolarconto meu sogro assedioucontos eróticos violentada fui putinha na frente do meu namoradoaiaiai vou goza no kct do meu paimora Nana bem gostosa da bundona bem grandes eu dental bem deliciosa nécontos eróticos crueldade com cornocontos eroticod minha vo sento e me deucontos eroticos incesto a neném do papaime fode jb. contoscontos porno velhorelatos de um negao roludo me desvirginoucontos de trasas com massagistacontos eroticos dei pro amigo do meu marido e ele gosou dentrocontos minha e eu no analaluninha dando cuzinho virgem para o professor pirocudo contos eroticoscontos eroticos q bocA e essa desse baianoporno home pau motruoso no cu de odro homeA mulher do meu amigo gemeu baixinho na minha vara pra ele não ouvircomo cariciar meu priquito sozinhacanto erotico comi meu primoconto erótico arrombei o fortãoo masagista fasendo masagem na mulher o pau dele encostou no rosto dela e ela chupoupapai comeo meu cusinho virgincontos eroticos sogro filho e noraContos eroticos de podolatria com fotos chupar pes de primascontos eroticos que corpasso ,bunda coxas grossascontos eroticos desabotoando vestidocontos eróticos mulatacontos eroticos minha mulher com roupa curta e decotadaContos eroticos comido por um caocontos minha tia humilhando meu tiosentei na rola do padrinho contos eróticoszueiras mais gostosas e fogosas da bunda grande e pernas grossasvideo porno de anos gozando dento e escorredotravest tem um pau de 27cm e ama comer cu deulherrelato gay chorando no cacetãocontos eroticos adoro um pau grandeMeu+tio+ficou+bravo+comigo+e+arrombou+meu+cu+conto+eroticocomendo cu da geizieliconto gerou comer a sogracontos eróticos minha madrinha safadaContos eroticos escussao com meu marido banco diferentevideo porno safada falando obsenidadesContos fiquei bebada e me chuparamsou apaixonado pela minha mãe sexo incesto contos novosconto pm metedorConto erotico casadinha com dotadoconto erotico de leke fudendo carenteConto erotico sem nocaocontos de aluciando pela buceta peluda da maePorno Puinheta gostosa tamocada por esposa page 1cache:d8S3mF85a4oJ:tennis-zelenograd.ru/conto-categoria_4_11_incesto.html papai enfia no meu cuzinhocontos negao na praia de nudismoContos eronico camionero minina cucontos eróticos, esposa safada, puta dos patrõesas antigas Sophie travestis masturbando na salacontos minha cunhadinha da bucetinha bem pequenaContos de incesto de meninas de 14 aninhos em Belém do Parácontos de homem com penis grosso que comeu sem camisinha a sogra contos eroticos assistiu escondidochorei mas dei o cu contosContos eroticosque boceta e essa irmaufa ufa ela senta fode e chupa