Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEU ERASMO PARTE 2

Click to Download this video!



Continuação do conto Seu Erasmo.

Passei o dia pensando no que havia acontecido na casa de Seu Erasmo. Eu era sá um garoto, que horas atrás não sabia o que era sexo e em apenas uma tarde um homem que eu praticamente não conhecia havia enfiado os dedos em mim e, principalmente, havia comido a minha bunda. Não que eu não tivesse gostado. Eu gostei muito, principalmente porque não doeu tanto, o pau dele não era grosso, então eu senti mais prazer do que dor. É que eu não sabia, sequer, que a gente podia enfiar alguma coisa na bunda. Eu era bem inocente nestes assuntos.

Logo no dia seguinte, depois que saí da escola, passei na frente da casa do alfaiate, e estava fechada. Quando já me distanciava, ouvi um “ei, menino, vem cá, que tua roupa ta pronta!”. Olhei e vi o velho da janela, me olhando meio sorrindo e me chamando. Quando cheguei à porta ele já estava abrindo, deixou eu entrar e me interrogou:

- Contou pra sua mãe?

- Não.

- Nem pra ninguém?

- Não.

- Gostou do que eu fiz contigo?

- Não sei – disse encabulado.

- Como não sei? Não gostou? Não gostou do meu pau?

Eu fiquei calado. Ele me puxou para um sofá, onde ficavam restos de tecidos e mandou eu tirar a roupa. Eu tirei a camisa e a calça e desta vez estava de cueca.

Seu Erasmo se aproximou. Baixou minha cueca e alisou minha bunda. Ele me dominava, eu não sabia como, ficava meio hipnotizado com o que ele fazia. Seu Erasmo me deitou no sofá velho, de bruços, massageou minhas costas e pernas, depois, com calma, abriu minha bunda. “Cuzinho lindo”, ouvi ele dizer, enquanto começou a lamber meu rego. Passava a língua de baixo pra cima no meu rabo, esfregava a barba rala e enfiava a língua bem fundo, mas bem fundo mesmo. Aquelas carícias me alucinavam e em poucos momentos eu estava empinando a bunda pra que ele metesse a língua até onde quisesse.

Depois de me excitar bastante, Seu Erasmo mandou que eu chupasse o seu pau. Embora excitado, naturalmente que me recusei, porque jamais tinha feito aquilo. Ele não reclamou e passou a cuidar de novo da minha bunda, melando de saliva e enfiando dois dedos nela. Dei um gemido fundo, tentei escapar daquela dedada profunda, mas ele segurou meu corpo e meteu os dedos até o fim. “relaxa”, ele dizia no meu ouvido. E os dois dedos eram socados com calma no meu rabo, indo até o fundo e depois saindo quase que totalmente, para depois entrar novamente com firmeza. Sem tirar os dedos do meu rabo, seu Erasmo foi aproximando o pau da minha boca, sem falar nada, sá aproximando.

Os dedos continuavam a brincadeira na minha bunda. Meu prazer estava concentrado ali. Eu sentia os movimentos que ele fazia e nem percebi quando seu pau encostou em meus lábios. Abri a boca instintivamente e seu pênis entrou na minha boca. Ele metia com cuidado. “sente o gosto”, ele dizia, e eu sentia o gosto do seu pau. “mete mais na boca”, e eu deixava o pau entrar mais, molhava com saliva e ele gemia. Eu gostava quando ele gemia, sentia que ele também estava gostando.

Depois que eu chupei bastante, seu Erasmo me colocou no braço do sofá, de costa pra ele, cuspiu na mão e melecou minha bunda. Eu respirei fundo, prevendo o que viria e senti o seu pau na entrada. Como da última vez ele enfiou fundo até o fim. Eu gemi, tentei escapar, mas o pau alojou-se em mim lenta e firmemente. Seu Erasmo me segurou pelos quadris e começou a socar lentamente no meu rabo. A dor ia passando e o prazer percorrendo todo o meu corpo. Eu respirava fundo e já empinava a bunda para receber o seu pau totalmente. Desta vez ele ficou mais tempo dentro de mim, me fudendo com firmeza, arrancando gemidos. Quando dei por mim estava gozando em cima do sofá. Seu Erasmo percebeu e enfiou mais fundo ainda, passando a socar seu pau com força no meu cu. Eu gemia e aguentava o tranco, sentia o corpo pesado dele, o pau enfiando-se dentro de mim, até que ele gozou. Senti um líquido quentinho entrando e ele relaxando sobre mim. Passou alguns minutos ainda nesta posição, apenas respirando, e depois levantou.

“bundinha gostosa”, sussurrou, enquanto me dava uma palmadinha e ia para o banheiro. Com poucos minutos voltou, já vestido, me entregou as roupas que minha mãe havia encomendado pra mim e novamente perguntou se eu voltaria.

Na segunda-feira eu venho, confirmei. O velho sorriu e disse que ia me esperar. Eu contou como foi na terceira parte deste conto. Contato: [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos amigos esfregando o pau no outroconto erotico engoli 1 litro de esperma no vestiarioContos erótico de lutinhacontos meu cunhado é corninhocontos eróticos de manicures safadaso preso me fodeu gostoso. contosvídeo de namorado faz bem aqui Amanda no Pou pelo jeito da sua bundafui chantagiada pelo meu amigo de trabalhocdzinha feminizadameu pai fogoso contoContos eroticos/minha sogra cavalonaconto erotico estupardocontos real consegui pegar a namorada do meu irmaobuceta chupar elaelecontos tia gostosa com sobrinho no beijo e amasso no carroconto erotico mulher trai marido preto velho e barrigudocontos eroticos homem casado dando ocuconto submissa ao paus negros e grandeimagem cuzinho irma contosComtos mae fodida pelo filho e sobrinhocontos dei pro pastor alemocontoseroticos9aninhos contos eróticos cuzinho da sogracontos de casadas rabudas que adoram uma piroca preta enterrada no rabocontos eroticos fudendo garotos hetesexualminha tiade fio dental exibidaconto erotico puxou o cobertor e viu minha pica grossaque cuzinho delicioso da ele pra mi contos verdadeirocontos carona q virei cornoContos erotico de garotinha estupradas.contos exitantes de sexo na marrra delicioso historias reaiscontos eróticos - dando carona pra duascontos eroticos sequestro eu e minha amigacontos a novinha comadre carentepeguei a minha atual namorado chupando a buceta da minha exacordei sendo com o pau do meu filho dentro da minha buceta contoscontos eroticos com menino bundudo e o negao do pau grossoConto erotico minha mulher e uma puta rampeiracontos eroticos novinha coroa ricocontos incesto tiu do barContos eróticos, minha irmã tem ciumes de mim . Contos Eróticosconto erotico bebado estranho me comeu no becoboquete e mastuerbei ele pai.contoAdora mamadas contoseroticospornô irado a mulher que tem a minha branca e tem aquela bundona fome morte elabuceta toda vabiada pornocontos eroticos fui comida no cinemacontos eroticos de irma que engravida do irmaoTo ferrada fiquei.arrombada contos eroticosselma melando a pica de cocorconto erotico eu e os meu colegas comemos o cuzinho do guri a forçaencoxador no tremcontos eróticos com velhacontoesposanuafiquei bem machucada por fuder com cachorro enorme contos de zoofiliaconto eróticos dog em Brasíliacontos de menininhas sentando no colo de homenshistoria dum negro fundendo e metendo numa negra de 24anos contar historia eroticomeu marido sempre tras tres amigos em casa conto erpticoconto como tornar cornoa foder a policial na rua contosContos gay carnaval em Veneza linha na Rachinha contos eróticoscontos eróticos só no cu das coroasenfiando a perna da capeira na bucetadrogas e muita putaria na frente do corno manso contoscontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocontos sobrinho moreno loiracontos eróticos marido e Cida tudo para esposa e esposacontos eroticos mulher da bucetona enormeporno mulhe bebada da para minino memo didadepornodoido pegou as duas amigas fudendo e entrou nafestainocente de mini saia contoprimeira vez difícil contos eróticoscontos comi a internadaConto minha esposa dando pro policialcontofudi minha cunhadacontos eróticos minha tia min da banhosexo contos eróticos verídicos .a amiga da minha mãe me seduzindoVou contar como transei com a visinhacontos eróticos minhas afilhadinhas da bocetinha bem novinhacontos eroticos-melhores amigoscontos eroticos travesti sendo estrupadacontos eroticos mete maiscontos eroticos mae fica ve filho pelado com bengala grossacontos coroas fudendocom novinhocomi minha mae de biquíni contoConto gay - menininha do paiAtras da casaxvidiocontoseroticosviolentadasContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteicontos afastei a causinha da mamae enguanto ela dormiavie minha mae de mine saia e calcinha fio dental contos eroticosconto irma com tesaoe bom de maismete na minha vizinha gordinhacontos eroticos atração enteadoconto erotico travesti passeano na pracaConttos eróticos de incesto que delicia de buceta mae to adoramdo te comer