Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENQUANTO A ESPOSA VIAJA...

Click to Download this video!

Sou um leitor antigo deste site mas hoje vai ser meu primeiro conto. Espero que gostem.

Sou branco, 1.90m, nem forte nem fraco, coxas grossas, estilo serio, uso oculos e dizem que sou bem dotado.

Minha esposa viajou para outra cidade ah um mes, e por estar formando no fim deste ano tive que ficar. depois de um mes sem sexo acabei ficando muito carente e como uma ex namorada ficou me ligando durante esse tempo com a desculpa de estar com saudade, reunir os amigos e etc. resolvi aparecer na casa dela.

em uma sexta depois de sair de uma aula chata estava com muita vontade de transar, ja estava mais de um mes sem nenhum sexo e o pior que tinha isso dia sim dia nao com minha esposa. estava passando por um mal tempo. entao liguei para a "linda" e perguntei o que ela estava fazendo e se pudia encontra-la. ao chegar na casa dela fui convidado a entrar e descobri que sua filha estava na casa do vizinho jogando e iria demorar algumas horas. fomos direto para o quarto dela e deitamos um ao lado do outro sem o menor sinal de tesao, eu como sempre esperei uma reacao dela para mostrar minha real intensao. ela estava maravilhosa de vestidinho solto e curtinho, o que ao deitar deixou suas pernas amostra o que me deixou com muito tesao, ficamos conversando sobre velhos amigos, saidas, encontros e desencontros... ate que cheguei perto do rosto dela e parei esperando sua reaçao ao que fui prontamente atendido com um beijo molhado, ficamos nesse beijo molhado e gostoso, alternando entre mordidas e chupoes ate que levei minha mao as suas coxas, nesse momento ela pareceu relaxar e soltar seu corpo abrindo levemente suas pernas, continuamos beijando hora forte e com sofreguidao hora suave sentindo cada centimetro dos labios e linguas. fui subindo a mao ate chegar em sua bunda e por baixo do vestido apertei e passei apenas a ponta dos dedos deixando ela toda arrepiada, enfiei o dedo na sua rachinha e percebi que sua calcinha estava enxarcada, ela gemeu gostoso e mordeu meu labio, senti meu pau latejar dentro da calca, ela pulou em cima de mim e com grande maestria tirou minha calca jeans, nossos corpos estavao em braza, sentia o cheiro de tesao no ar, tirei seu vestido e chupei com grande vontade os seios, lambendo cada pedacinho e quando chegava nos bicos dava mordidinhas alternado os seios, enquando mordia e chupava um apertava o outro com a mao, ela precionava sua chaninha molhada contra meu pau e gemia gostoso, falava em meu ouvido que nunca tinha me esquecido e que hoje ela ia dar um show de buceta, ela beijou minha boca e foi descendo lentamente me chupando todo ate chagar no tao desejado e brincou com ele, chupando e lambendo dos lados, enquanto isso ei fazendo um movimento de vai e vem com a mae fazendo me contorcer de prazer, comecou a lamber meu saco, chupando minhas bolinhas, pegou meu penis bem na base e colocou ele na boca com muito carinho, como se fosse um sorvete delicioso na boca e comecou lamber a cabecinha, continuou chupando e falando que era isso que gostava de uma rola dura na boquinha, se eu gostava de fuder a boca de uma putinha e que hoje ela ia me dar um presente. puxei ela novamente para cima de mim e deitei ela na cama, tirei o resto de minha roupa e comecei baijando sua boca puxando seu cabelo, desci para seu pescoco e comecei a morder, ela passava suas unhas em minhas costas e falava, chupa sua putinha, chupa, desci para seus seios e chupei com forca cada um desci para sua barriguinha e lambi cada cm, ela se contorcia desci mais um pouco e comecei a tirar sua calcinha enxarcada com os dentes... ela abriu as pernas e falou me fode, por favor me fode, ai falei que agora era minha vez de brincar, lambi sua virilha esquerda, bem pertinho de sua raxa depois lambi a direita, ela puxou meu cabelo forcando minha boca em direcao a sua grutinha, entao passei a lingua de baixo para cima e ela soltou um gemido longe e profundo, pude entao sentir o sabor daquela mulher, gostoso sabor de puro tesao, enfiei a lingua fundo e depois subi ate seu grelinho e fiquei brincando com a ponta da lingua, ela puxou meu cabelo mais forte e fechou suas pernas, em outro grito ela gozou na minha boca melando toda minha cara com seu gozo, enquanto ela gozava eu continuei chupando sua xoxotinha com forca. ela se jogou na cama e eu pulei em cima dela e beijei sua boca com muito amor, ela ao sentir o proprio sabor pareceu despertar novamente e me puxou com forca o que me fez enfiar tudo de uma vez em sua raxa e como estava mais do que lubrificada entrou sem a menor resistencia. ela gemeu gostoso com uma mao segurei o seu cabelo e com a outra a abracei e segurei seu ombro enfiando minha pica em sua xota num ritmo rapido e com força, ela respirava muito forte e falava palavras que eu n conseguia entender,continuamos assim ate que diminui o ritmo, ela virou de costas e continuei enfiando fundo dando estocadas ate sentir sua bunda encostar em mim, a cada estocada ela gemia forte, e mordia o traveseiro, ate que ela comecou a forcar seu corpo contra o meu e explodiu em um novo gozo cheio de paixao, gozou tanto e tao forte que melou ate minha barriga. sai de dentro e ela pediu para ficarmos em pe, ela apoiou suas maos no guarda roupas e empinou sua bundinha e falou agora e sua vez, fode meu cuzinho, eu nao acreditei, pois ninguem nunca tinha feito isso comigo, ninguem tinha tido coragem, sem esperar ela se arrepender baixei e dei uma lambida e cuspi bem em cima daquela florzinha que iria arrombar, segurei em suas ancas e apontei o rapaz e a cabeca entrou facilmente ela estava muito melada e com muito tesao, ela falou agora enfia logo, empurrei mais um pouco e ela estremeceu toda, agarrei com forca e ela gritou, enfiei todo ate encostar o saco em sua bunda, ela entre tesao e prazer pedio p ficar parado assim ate se acostumar, e depois de uns cinco min, comecei um vai e vem lento ate que n encontrei mais nenhuma resistencia e senti ela jogando seu corpo contra o meu, comecamoc um vai e vem forte, ela apertava meu pau com seu anelzinho agora deflorado, o que em pouco tempo me fez explodir num gozo fenomenal. caimos abracados em sua cama exaustos e suados.

Ela falou que nunca tinha dado a bundinha e que esse era o presente que sempre teve vontade de me dar soh que soh agora teve coragem, fomos tomar um banho juntos e logo bateram na porta. era a filhinha dela que ja tinha voltado para casa.

marcamos de nos encontrar novamente ...

mas essa vai ficar para outro dia.



caso gostem do meu conto gostaria de receber comentarios, quem sabe assim descrevo outras aventuras...



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


eu quero que você envie o vídeo de uma mulher da b***** bem gostosa que já tô aqui toda galada e quero que você envie um vídeo de uma mulher da b***** bem gostosa com a b***** dela e ela ela gala grossa e ela enfiando o dedo e arrastando mesmo e chupando e dando no banheiro e dá uma tapa na b***** e enfiando um pausou casada.meu. Visinho novinho. Contos com fotosvideo porno miss bubum da o cu e chora com o cuzinho doendominha prima malcriada contomeus tios arrombaram minha maeo home infinando a rola na bumda da moleeu quero a mulher da b******* grande de fio dental na regata do c* da bundonacontos eróticos perdi a aposta e virei fêmeacontos eroticos de padrinhos com afilhadas que engravidamconto erotico comendo a bunda da minha irma casadacomo o magrinho me arrombou a buceta contosmeu cachorro gostoso viril zoofilia históriasrelatos sexo eu e minha filha novinhaquero ver no boa f*** de mulheres com shortinho todo enfiado no raboContos eroticos meninas x gorilasvirando escrava submissa do traficante contoconto erotico japonesa da.do o cuzoofilia casada conto xacraconto mulher casada rabuda dei pedreirogay de rio preto de calcinhaEu fui trabalhar numa empresa eu comi minha patroa japonesa no motel conto eroticoxerequinha juvenil de perna abertaContos eroticos gay enrustidocontos eroticos fui leva a gostosa da cumade beba na casa delafortisinhoconto enquanto meu tio me come minha mae me chupa e chingaContos eróticos transei com a mãe casada do meu melhor amigocontos punheta filho sobrinhocontos eroticos de rafinha do mercadoMãe mamando pau do filho contoseroticosver conto veridico minha baba abusado por minha babacontos eroticos de mulheres que fuderao com negroscontos eróticos de bebados e drogados gaystrepo com a enteada dormindoComtos mae fodida pelo filho e sobrinhosexo.sobrinho.engravidou.a.tia.casadatiabateno puetacontos eróticos de bebados e drogados gaysconto erotico gay coroa pirocudo gosta de humilhar viadocontos eroticos de patroa velha pegando empregada chupando boceta ate gozar na bocacomto gay mecamico perfeitoContos eróticos - papi me da sua rolaconto erotico me encoxaram no futebolContos eroticos amorosa amigacontos eróticos comi mi.ha irmanzinhacontos negao na praia de nudismoContos eroticos viagem longa incestuosaArrombei a casada crente contosconto sozinho com minha sograTennis zelenogradTennis zelenograd contocontos cdzin passiva cu dorcontos eroticos "cadela" "sem comida" "fome"contos eroticos gays come meu pai bebado mais o meu amigopais se esfregando na filha shortinho corconto erotico casada com dupla penetraçãocommini vidio porno so rabudas epitudascontos de como eu gritei quando me foram ao cucontos transei com minha mae gostosa peituda no banhocontos eróticos homens sendo amamentadosContos de enteada rabuda e provocanteContos eróticos - estrupe-me quero ser maltratadacontos eroticosloucorelato da primeira vez anal gay com tiocontos eroticos traicao/corno namorada viciada em jeba no cuminha sogra deu o cu para o cachorro contoConto erotico sem nocaocontos gay caminhoneirocu todo cheio de manteigacontos de sexo com vovoesposa soltinha e seria com amigos em casa contoconto fui ajudar a vizinha e ela me agradeceu com a bucetaas meninas brincaram com meu pau contoscontoeroticoarregacadacasadas do cu virgem contoscontos eroticod de gordinhas q gosta de dar o cu