Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DEI O CU PRO MEU CUNHADINHO

Moro numa cidadezinha do interior do Pará, onde tenho um excelente emprego e sou conhecido por todos. Tenho 38 anos, sou moreno, 1,60m de altura e 70 kg, não obeso.



Há 5 anos assumi que sou gay, mas não sou afeminado e detesto bixas, viados e coisas do gênero, tanto que preservei todas as minhas amizades héteros. A maioria dos meus amigos são casados e o restante rapazes bem resolvidos, machos de verdade, é claro.



Tenho um namoradinho de 21 anos, estamos juntos a 5, mas cada um na sua. Vou usar o nome fictício de Kaka e o dele de Bebê, o restante da histária é a mais absoluta verdade.



Na cama sou puta de verdade. Adoro chupar uma pica bem dura e dá o rabo de quatro com um macho me socando bem forte no cu. Também adoro sacanagens com dois ou mais caras, tanto que já dei o rabo para o meu namoradinho e o irmão dele, que o chamarei de Dhiego, meu cunhadinho da histária.



Dhiego, de 22 aninhos, é um moreno lindo. Mais ou menos da minha altura, corpo atlético, sem barriga e um rosto de adolescente, mas com um ar de safado. Dhiego veio passar o final de ano com a família e fiquei logo de olho, doido pra chupar a pica dele e dá o meu cu pra ele foder bastante com aquele pica linda de uns 19 cm, mas bem grossa com uma cabeça bem rosadinha e uniforme.



No dia 30, minha mãe com quem moro, foi visitar minha irmã que mora em outro bairro e sá voltaria lá pelas 23 hs. Era umas 19:30 hs, quando liguei pro Dhiego e o chamei:



- Ei porra, tu tá onde?

Tô em casa. Vou tomar banho agora.

- Ei caralho vem aqui em casa agora que eu tô sozinho e tô louco pra te dá o meu cu e chupar a tua pica. Vem encher o meu rabo de rola.



Foi assim mesmo o meu diálogo com Dhiego, como falei, sou uma vagabunda na cama e costumo tratar muito bem os machos que me fodem.



Em 20 minutos Dhiego tava no portaão da minha casa, mandei-o entrar e sentar no sofá da sala. Fui direto no pau dela, baixei a bermuda e comecei a passar meu rosto por cima da cueca sá pra senter aquele cheiro gostoso de rola de macho que fica impregnado na cuequinha. Tirei completamente a bermuda e fiquei fazendo carinho na vara do Dhiego até sentir que ela começou a pulsar criando volume na cueca branca, contrastando com a pele morena dele.



Rapidamente, tirei a cueca dele deixando-o completamente nu. Mandei-o sentar no sofá de pernas bem abertas com aquele pica duríssima, bem retinha pra cima, sá me esperando pra saboreá-la.



Peguei aquele nervo duro e cheiroso, esfolei, deixando a cabeça bem exposta e atolei na minha boca. Manmando, sugando, com força e vontade. Ele retesava as pernas e delirava fechando os olhos e entreabrindo a boca dizendo;



- Vai seu viado, chupa minha pica. Chupa, uiii, gostoso, que depois vou atolar ela todinha no teu rabo, seu fresco.



Eu não me fiz de rogado. Chupava da cabeça até o tronco, descia pelo saco e lambia as virilhas dele com os pentelhos bem aparadinhos, mas com aquele cheiro de macho, que sá pentelho de macho tem.



Peguei o cacete dele, esfreguei na minha cara até lambusar com aquela babinha que já começava escorrer. Ele pegava na pica e batia na minha cara, eram verdadeiras bofetadas de pica na cara. Toma viado, seu fresco, chupador de pica. Hoje tu vai levar pica nesse rabo até eu encher o teu cu de gala.



Cupei tanta pica, apanhei de pica na cara, ele me deu vários tapas com força na cara enquanto eu mamava naquela rola linda. Aí ele mandou parar, senão ia gozar.



Fiquei algum tempo mamando nos culhões dele e acariciando aquela geba indomável. Nesse momento o meu cu já tava piscando, pedindo pica. A vontade de dá o cu era tão grande, que não me controlei mais e tirei a minha cueca, levantei uma perna pra cima do sofá, ficando mei de quatro, empinei a bunda exibindo completamente o meu cu que não parava de piscar e falei:



Vem cunhadinho, vem me comer. Mete essa tua pica gostosa todinha no meu cu. Vem me soca essa vara no cu. Vem que o meu tá ardendo com vontade de ser fodido pela tua pica.



Ele vendo essa cena, levantou-se deu duas lapadas de pica na minha bunda e falou:



Tu quer viado. Pois vou te dá pica nesse cu froxo. Aí cuspi na entradinha do meu rego e começou a pincelar com a cabeça da pica. A sensação é indescritível. Me arrepiei todo e empinei mais a bunda e falaei; Vai caralho, me fode logo. Me dá rola.



Aí ele enfiou duma vez aquela tora de pica no meu cu. Já sou acostumado a dar e não senti dor. Sá parazer. Aí ele começou a socar com força dizendo: Tu não queria pica, viado. Taí, toma pica nesse teu cusão. Rebola na minha vara seu fresco. Geme baitola. Diz que tu quer masi pica. E dava palmadas com força na minha bunda.



Eu parecia uma cadela no cio, rebolava minha bundinha gosrda e sentia aquelas estocadas fundas no cu com os pentelhos encostando na minha bunda.



Aí eu perguntei: Meu cu é gostoso? Ele: É bem gostosinho e continuaou a me foder.



Aí eu disse tira pra mim chupar. Ele tirou e eu atolei na boca, aquela pica lambusada chega brilha va na luz, com aquele cheiro de pau e do meu cu. Adoro chupar pica lambuzada.



Chupei e depois fiquei de quatro novamente, com a bunda bem celada, e o cu todo arregaçado e totalmente desprotegido e falei:



Vem denovo. Mete todinho duma vez. Ele obedeceu e me deu uma pombada no cu como nunca tinha sentido antes. Aí ele voltou a me foder com toda força na rola por uns dez minutos até gozar e encher o meu cu com aquele leitinho quente que escorria pelas beiras do cu. Aí ele começou a tirar e enfiar todinho no meu rabo cheio de gala.



O prazer foi tão grande que gozei. Até agora to com saudade da pica do meu cunhadinho.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vovó sentadinha transando com o primoaos 60 anos dei a buceta pro menino de 15 contoscontos traidoraContos eróticos entre parentescu fudidos aregalados fotoscontos-meu cuzinho contraindo no teu pauBuceta de barreira cearafui currada na frente do meu maridoconto erodico meu marido de cueca fio dentalcontos eróticos adotiva novinhacontis eroticos gay policial Chapadocontos fodi menininha por doceszoofilia mobile ticas pornoesculachado por vários machos na frente do marido conto eróticoamiga coloca a cabeça dela ensima da xana delamulher emsabuando bucetaconto erotico esposa biquíni sem forro amigoContos minha sogra fas eu ser puta do sogro e tiosconto trai meu marido na faxinaconto com amigo de meu maridosou travesti eu tirei a virgidade da minha amiga ela choroumãe e irmã funk conto eroticoAmante de coxas grossa e bundao contoscontos eroticos de novinhas q fes anal parra nao perde o namoradocontos vazando porracarnavaldeputariasContos eroticos de solteiras rabudascontos erotico fui concertar s torneira da vizinhaminha tia greluda de biquíniminha xana fica babando contostiraram a roupa da esposa contocontos eroticos irmacontos de corno enrabadorelatos comi a crente na marrafudi cm tds na praia contoscontos eroticos engravideicontoseroticos sem quereassistir vídeo pornô travesti da rola Gabs cabeça de graçacontos de sexo gay minha esposa viajou e dei com sua calcinhacontos eróticos comi titia no banheiro com um monte de gente em casameto pau duro na boca da tia dormindo sonoconto erotico eu sempre te ameisou loco pela minha cunhada contos eroticoscontos de menininhas sentando no colo de homensdei para um cavalo contos eroticomeu padrasto me fudeo todAContos eroticos de podolatria com fotos chupando pes de primas gatas contos lambendo minha filha toda e ela gemendo altocontos eróticos sobrinha so de fio dentalElas quizeram isso contoscache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"Contos eróticos com fofos de incesto sentando na pica dura do meu irmaocontos eróticos mulheres sequestradascontos safados mae casada filhas traem com homens dotados juntas dei contosconto comeu casadocontos eroticos de incesto: sou cadelinha do meu filho 2cada dos contos gays- sexta do chaveiroContos eróticos - estrupe-me quero ser maltratadasempre fui safadinha contos Meu primeiro menage a trois conto veridicocontos enrabado na saunaContos eroticos cu ardidocontos eróticos minha mãe ajudaram a comer meu c*contos eróticos cu saindo pra foracontos eroticos sou puto do meu padastrocontos eroticos eu gravida com vontade.di fufercontos eroticos eu creci chupando pau grandecontos eroticos esposa camisola os amigo maridocontos de filhos chera causinhasfudode a sogra deliciacontos eroticos chineladascontos eróticos Levei minha esposa para casa de outro machoConto erotico chorei com o cacete do cavaloContos eróticos comendo uma lorinha dos seios grandes Luizacontos eróticos de manicures safadascontos dormiu e tomou no cu fodidavídeo de pornô anazinha do corpão dando pro sobrinhoConto de mulhe minha esposa na festaconto eróticos putinha da famíliaContos eroticos gosto que minhas tetas estejam vermelhas de tanto macho chupandocontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos a tres corno mesma cama