Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA PRIMEIRA VEZ - VERÍDICO! COM O NEGAO

Me chamo Rogério, e quando eu tinha 19 anos tive uma experiência que marcaria pra sempre minha vida.

Nesta idade comecei a chamar um pouco a atenção pelos meus traços femininos. Bem branquinho, com uma penugem loira cobrindo meu corpo, olhos verdes, cabelos claros, magro de pernas compridas e um bumbum redondinho e grandinho, minha cintura era diferente para um menino, era fina, tanto que ganhei o apelido de barbie na escola, mas enfim, era um menino.



Moro em Campo Grande, MS, e aqui tem um lugar chamado Horto Florestal, um lugar muito bonito, com biblioteca, espaço para caminhar e plantas, muitas plantas. Todo dia estava lá, meus pais trabalhavam o dia todo, e eu ficava na biblioteca ou passeando pelo parque, com 19 anos não se tem nada a fazer.



Todos os dias passava por um senhor negro, de uns 40 anos mais ou menos, ele cuidava das plantas do parque, ele sempre me olhava, as vezes até dizia boa tarde, no começo achei que ele não gostava de mim, pois ele tinha a cara fechada e me encarava de uma forma bastante incisiva, e a voz dele parecia mais um ruído, de tão grossa, e estava sempre suado e sujo.



Certa vez estava em um banco, estudando para um prova e ele surgiu, estava varrendo as folhas que caiam pelo parque, sentou-se no banco ao lado e começou a me olhar, me encarar forte mesmo, fiquei com medo, até que ele perguntou a minha idade, eu respondi e ele ficou calado, levantou-se e disse: você usa um perfume forte, sempre que passa fica o cheiro, achei até que fosse uma mulher passando, mas era você.



Fiquei Mudo, sempre usava os perfumes da minha mãe e cremes para rosto e corpo.

Ele se levantou, e foi até o orquidário que tinha perto, estava começando a ventar e o tempo fechar, iria chover.



Fiquei imaginando ele, meu corpo tremeu, fiquei quente, senti minhas bochechas rosarem, um sentimento nunca antes vivido, meu pintinho encolheu, me arrepiei todo. Uma sensação tão boa que me marcou muito.



Começaram a cair os primeiros pingos, juro que não pensei, acho que fui por instinto, fui até o orquidário para me proteger da chuva. Entrei e ele me viu, antes que dissesse alguma coisa perguntei se podia me abrigar ali, e ele apenas balançou com a cabeça dizendo que sim.

Começou a chover muito, eu estava em pé e ele sentado em uma bancada de madeira, ele pediu para me aproximar, fui chegando perto e ele me puxou pelo braço e me abraçou, muito forte, começou a beijar meu meu pescoço, dizendo que eu era muito cheiroso, que era gostoso...



Comecei a sentir aquele suor em mim, aquele cheiro de homem, roçando em mim, logo eu que sempre fui muito asseado, que não saia de casa sem passar um creme no rosto, sem passar perfume, e estava lá, sendo usado por um desconhecido sujo e suado.



Ele não tinha o hálito muito fresco, cheirava muito a cigarro, mas mesmo assim começou a me beijar, enfiava a língua inteira na minha garganta, lambia meu pescoço inteiro...nossa, eu estava adorando...o negrão pegando o branquinho...isso não saia da minha cabeça e me deixava louco de tesão.



Ele pediu para eu abaixar pois iria me mostrar um presente que eu iria adorar. Abaixei e ele abriu o zíper e abaixou a calça, ele ainda estava sentado na bancada, senti sua mão calejada e suja forçando minha nunca em direção ao seu pau, mas ele ainda estava de cueca, tentei resistir um pouco e ele disse: calma, não vou te machucar, sá quero seu carinho...

Meu rosto estava entre suas pernas suadas, senti o gosto salgadinho do seu suor junto a seus pelos, meu rostinho branquinho, cheiroso de cremes, no meio das pernas daquele negão, então ele abaixou a cueca e SURGIU UM PAU ENORME, PRETO, CHEIO DE VEIAS, MELADO, COM AQUELA PELE COBRINDO A CABEÇA...ELE AGARROU MINHA NUCA E LEVOU EM DIREÇÃO A SUA ROLA...PRIMEIRO COLOQUEI A LÍNGUA, COMECEI A LAMBER COMO UM PIRULITO, SENTI O GOSTO SALGADINHO NA MINHA BOCA, E DE SUSTO ELE EMPURROU MINHA CABEÇA COM FORÇA E ENGOLI TODO SEU PAU...ELE ERA UM MACHO E EU SUA FÊMEA.



SEU PAU MAL CABIA NA MINHA BOQUINHA, MAS EU ME ESFORÇAVA E CHUPAVA, FIQUEI UNS CINCO MINUTOS ASSIM, ELE ME FEZ LAMBER SUAS BOLAS, ESTAVA COM AQUELE CHEIRO FORTE DE SUOR, SALGADAS, MAS EU ESTAVA ADORANDO...ESTAVA LIMPANDO TUDO COM MINHA LÍNGUA.



Ele dizia, chupa, chupa minha menininha delicada, você parece um anjo, que ser minha menina....e eu sá respondia com cabeça que sim...enquanto chupava eu pensava, quero pra sempre ser uma menininha, uma menininha branquinha, uma menininha de um negão...



Logo ele começou a tremer, fiquei assustado, ele segurou minha cabeça com força...E SENTI UM JATO QUENTE INVADINDO MINHA GARGANTA, E OUTROS EM SEGUIDA, NÃO CONSEGUI TIRAR MINHA BOCA, ELE NÃO DEIXAVA, E ENQUANTO NÃO TERMINOU DE GOZAR A ÚLTIMA GOTINHA NÃO TIROU O PAU...TIVE QUE ENGOLIR POIS ERA MUITA PORRA...ESCORREU UM POUCO PELO MEU ROSTO, E ELE COM SEUS DEDOS SUJOS E CALEJADOS EMPURROU A PORRA QUE ESCORRIA DE VOLTA PRA MINHA BOCA E DIZIA:



TOMA SEU LEITINHO, TOMA PRA FICAR FORTE MEU BRANQUINHO.SEU NEGÃO TEM LEITINHO TODO DIA SE QUISER.



Eu estava flutuando, tinha gozado junto com ele...que sensação boa, de ser usado, de ter dado prazer para um macho negro e viril, não queria sair dali, se fosse sair queria estar com ele, servindo-o, sendo sua mulher, não importasse onde, eu queria estar com ele...COM MEU NEGRO.



CONTINUA...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


minha tia me fez um footjob contos eroticoscontos eróticos mamamenina de calcinha pornoe chiorts curtoscontos eroticos papai me perdeu no jogovelho passando a mão na popozuydacontos eroticos so de pensar gozocontos lesb ralar a xanaconto erótico loira casada traindo marido com cadeirantevideo de morena clara casada traindo com um bem dotado acima de 22 cmcontos erotoco sograContos lesbicas no onibussentei na rola do padrinho contos eróticosContos eroticos meu atolou a vara em mimconto aos dez anos minha sobrinha sentava no meu colo sem calcinhacontos o patrão do meu marido faz sadomasoquismo comigoqero tranzar com a minha enteada ela r muito timidafamília naturista contoshttp://transei com meu primo da roça gay contos eroticosContos eróticos transei com a mãe casada do meu melhor amigocache:fqKHdRAEKq0J:studio-vodevil.ru/mobile/conto_27513_bebi-demais-e-virei-corno-na-praia.html pegando a amiga camila com rabao empinadoesposametenocomoutrocontos eróticos me pegaram a força no meu trabalhocontos eróticos gays cavalgando no tiocomendo a prima linda do cabelo super comprido e muito vadiacontos eróticos sobre irmã bucetudadeflorando bucetinhas com pepinoscontos eróticos mendigo no ônibusCom doze anos seduzi meu vizinho coroa e ele comeu.minha buceta contos eroticoscumendo cu da mae e tia contos eroticosvoyeur de esposa conto eroticoContos eroticos No bar sozinhaconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teenRelato minha mulher no shopping sem calcinhaquero filme pornô daqueles que a gente quando eles fala gente escuta gemendo abraçadossalvando meu filho contosminha sogra viúva linda e gostosa ela mora sozinha eu fui na sua casa minha sogra ela conversando comigo no sofa ela me disse que minha esposa disse pra ela que eu adoro fuder o cu dela eu disse pra minha sogra eu adoro fuder o cu da minha esposa minha sogra disse pra mim meu genro eu nunca eu dei meu cu virgem pro meu finado marido minha sogra ela me perguntou pra mim meu genro você que fuder minha buceta e meu cu virgem eu disse pra ela eu quero minha sogra fuder sua buceta e seu cu virgem minha sogra ela me levou pro seu quarto conto eróticocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html Tennis zelenograd contocontos erótico a coleguinha da minha irmãSou casada mas bebi porro de outra cara contosconto erotico dei o cu pro garoto dotado e mijei de dorContos erótico eu casada dando na pescariaarromba esse cu contoscontos eróticos sou mais p*** das p**** meu marido sabe dissoContos eroticos anal com estranhoContos eroticos dinheirocontos ela punhetava todospornodoido ela prguntou se doi dar o cuzinho.continua mamando minha jeba, rapazConto etotico ninfeta putinha so dorme peladinha e arecanhadinhaconto erotico traindo a namorada debaixo das cobertas no escuroestrupada no colo do irmao contocontos eroticos levei minha namorada pra outro comervideo de mulher transando no atelier delaComo posso acaricialo com tesaoeu sentada na sofá sem calcinhas com pernas abertas pra o papa-contocontos eroticos sogro 2018contos erotikos coroa so leva no cu pois esta de chico"amor vou dar" amigo colegacontos eroticos estuprada no cine porno com o maridodei pro japones contocontos eroticos filho fez chantagem e comeu a maecontos de sexo de mulher cadeirante fudendo a buceta peluda forte cheiro de bucetaMamando rola na escola contoseroticosfilha de diplomatas contoxxxporno peguei minha amiga e baixei o legue dela e soquei tudocontos eróticos arregaceicontos eróticos em cima do carrovídeos pornô muller que esta usando vestido de veludo analcontos eróticos é hoje que vou te fuder todaconto com fui esplorada gostoso n sexoContos eroticos- meu pai me xingando no sexocontos minha esposa e choronaTroca de cuzinho entre amigos - conto eróticochantageada contosvideos esposa namorada estupradA na frente do maridopor negroscontos eroticos com menininhavideosIncestochupando