Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PEDREIRO ME COMEU.

Click to Download this video!

O fato que passo a narrar aqui, aconteceu no ultimo dia 28.04.12 - um sabado chuvoso e frio, no litoral sul de SP., mais precisamente na cidade Iguape.rnSou o Fabiano, tenho 54 anos, casado, 1,80 altura, 77 kgs., uma bunda gostosa, e para quem leu meu conto anterior, tinha uma vontade louca de experimentar um belo cacete. Meu amigo e pedreiro a muitos anos, chama-se José, tem 51 anos, casado, como todo pedreiro devido o trabalho ser pesado, é bastante rude e masculo.rnComo haviamos combinado anteriormente, fomos para Iguape no sabado pela manhã, mesmo debaixo da chuva que caia, a fim de que ele pudesse ver as obras que irão ser feitas na casa que lá comprei.rnComo moramos na região de Campinas, distante 280 km do local, acabamos chegando lá perto da hora do almoço. Aproveitamos o horario para almoçar e assim termos parte da tarde para que ele pudesse ver o serviço, e assim no final da tarde voltarmos para casa.rnQuando saimos do restaurante em direção a casa, meu carro começou a apresentar falhas mecanicas, sendo que para podermos verificar o que ocorria, acabamos nos molhando completamente. Arrumei um mecanico para ver o que ocorria, e apos ser diagnosticado o problema, ficou de arrumar a peça, somente na segunda-feira pela manhã. Ligamos para casa para informar o ocorrido, deixei o Jose na casa a fim de que pudesse dar uma ajeitada na mesma, pois iriamos ficar lá 2 dias, e fui ate um mercadinho proximo comprar algumas para nos alimentar-mos. Precisava tambem arrumar alguma roupa, no minimo para poder-mos dormir, já que as nossas estavam molhadas.rnNo mercado me indicaram uma lojinha que fica na casa de uma senhora, e que talves pudesse nos vender algo. Chegando na casa, descobri que ela somente vendia artigos femininos. Comecei nesse instante a maquinar um jeito. Falei a ela que estava com minha esposa, e que tudo bem, compraria alguma coisa para minha esposa, mas se por acaso ela não teria algo para homem.rnMasculino ela me disse que tinha uma cueca e uma camiseta que eram de seu filho, que mora em s.paulo, eram peças novas, e que poderia me ceder. Fomos então escolher alguma coisa para "minha esposa".rnAcabei escolhendo uma camisola vermelha curtinha e tambem uma tanguinha vermelha. Voltei para a casa e o José já havia dado uma ajeitada na mesma. Como comprei a casa recentemente e estamos para reformar, os moveis que temos são poucos e os mais necessarios. Expliquei para ele a situação das roupas, mas que não se preocupasse, pois deixaria para ele a cueca e a camiseta, mas que tambem não comentasse nada com ninguem sobre a camisola, pois era preferivel usar camisola do que passar frio. Ele foi primeiro tomar banho e vestir sua roupa e em seguida fui eu. Quando sai do banho usando minha roupinha, falei para ele: vê se não ficar tarado...rsss...rnEnquanto preparavamos algo para comer, e entre uma conversa e outra, por varias vezes peguei ele secando minha bunda, e disfarçando a ereção. Pensei comigo, que por obra do destino, meu plano havia dado certo.rnApás jantar-mos, como estava frio e sem televisão, resolvemos ir deitar e dormir.rnFomos para o quarto, e devido ao frio e por termos somente uma coberta, resolvemos dormir juntos na cama de casal. Fui ao banheiro depois dele, e quando voltei ao quarto ele estava deitado com a barriga para cima e com o "mastro" erguido. Fiz de conta que não vi, deitei, virei de costas para ele e novamente disse: vê se não fica tarado...rsss...vai tentar querer me comer... vai que eu goste e queira dar muito...rnNem bem acabei de falar, percebi ele virando-se quase encostando em mim, e colocando sua mão grossa no meio de minha bunda com os dedos alizando meu cuzinho e dizendo em meu ouvido que eu tinha uma bundinha muito gostosa e que ele estava louco de tesão. Virei um pouco e com a mão esquerda peguei em seu pau e pude perceber que era de bom tamanho e grosso, sendo que fiquei apertando aquela bela cabeça. Conversamos um pouco, disse que tinha muita vontade de experimentar um pau em meu cuzinho, mas que era virgem. Ele então encostou-se em mim, e pude sentir depois de muitos anos um pelo pau no meio de minha bunda. Brincamos por algum tempo, chupei muito seu pau, e quando fomos para a penetração, pedi a ele para que fosse devagar. Para facilitar a penetração, peguei um creme de minha esposa no banheiro, lubrifiquei muito seu pau e tambem meu anus. Fiquei de quatro na beira da cama e ele em pé foi aos poucos colocando um dedo, depois outro, até sentir que estava bem relaxado. Encostou então a cabeça de seu pau e foi aos poucos empurrando e esperando. Doeu um pouco, mas a medida que entrava e parava, fui acostumando, até que percebi que ele havia colocado todo aquele mastro em meu rabo.rnFicamos um tempinho parados, mas como estava gostoso, comecei a rebolar e ele a entrar e sair, sendo que a cada estocada eu vibrava com aquela vara no meu rabo. Por incrivel que pareça, eu não tive ereção, mas depois de algum tempo, dei a melhor gozada de minha vida, ejaculando muito e com meu pau completamente mole. Percebi que ele iria gozar, pois seu pau parece que ficou mais grosso...comecei então a rebolar muito e apertar com meu cuzinho aquele pau tão gostoso. Ele deu uma bela gozada, pois senti o calor de toda sua porra no fundo de meu cuzinho guloso. Soltei o corpo sobre a cama, e ele ainda com seu pau dentro de meu cuzinho, deitou-se sobre mim. Ficamos um bom tempo desse jeito, até que seu pau já mole acabou saindo. Nos refizemos, conversamos um pouco, ainda nessa noite demos mais uma bela trepada. No domingo como choveu o dia todo e não tinhamos nada a fazer, demos mais 3 trepadas, e ainda na segunda-feira antes de voltarmos, acabamos dando mais 2 trepadas. Voltei com o rabo arrombado, mas feliz, pois fui muito melhor do que o imaginado. Agora viciei em levar pau, pois na quinta-feira arrumamos um tempinho e acabei dando novamente para ele. Se alguem, higienico, de boa indole, bem dotado ou não, na região de Campinas, estiver afim de experimentar um rabinho ainda meio virgem, escreva-me. [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos porno eu e minha mulher curradoswww.contos eroticos porno eu meu marido e o nosso cachorro fazendo dp zoofiliaconto gey o pai do meu amigo me chamou para viajar para um sitio para fodermos com onze omensFicaram satisfeio com meu Cuzinhoxv inserto chupando a busetinha da novonha dorminominha novinha tarada contocontos eroticos ela não queriacontos Eroticos com Robertacontos eróticos meu padrasto lambia minha buceta como loucocontos de incesto minha sobrinha veio passar dois dias comigocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticos aa aaa ai ai isso mete meteContos casado com travesti mas ele fudia com todos d familiacontos eroticos coroa forróxerequinha juvenil de perna abertaconto erótico vesti uma cinta liga pro papaicomi minha cunhadinha magra alto focinho preto na cozinha internetXVídeos f****** a namorada do panacapai gosano dentro da eintiada. ela gritaconto erodico no citio com a familiaFlagra plugcontos eróticos de mãe e filho, mãe com shortinho atolado no seu bundaofui comido pela hermafroditacontos eróticos de negrinhas que gosta de fuder com homem brancos mais velhosMe chupou contosgožano na buceta da irmancontos eroticos menina com banana no cuhumilhado travesti contosatrizes peitudas formosíssima fazendo filme pornôcontos presenciei minha irmã fudendo com um dogconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamenteconto erótico gay em cinema. De Recife porno conto meu primeiroamorcontos gay cunhado barracaApertão De BucetabanhocontoeroticoSou casada fodida contoConto erótico namorada mestiçaContos cunhada e sogra casada que adora dar a bundamae acorda de fio dental vai na varandacontos eroticos corno e amigo onibus de viagemconto herotico eu meuamigo sandado minha irmcontos eroticos vestido coladomeu pai tem ciumes de mim contos eroticoscontos eroticos padastro com indiadaContos eroticos roludo comendo a bundinha da loirinha gostosinhatomou calmante e tomou no cu contobelas picas brancas rosinha gozando gaysSou casada eu e minhas filhas sendo fodidas contoContos eróticos Gay, Dei o cu pro vizinho no terreno baldioContos eroticos cu da negra madantaconto estou apaixonado pelo meu sogrocontos eroticos fui estuprada no matagalcontos eroticos primeiri orgamos com meu irmaoconto erotico hetero fudando com mecânicos no trabalhocontos eu dancando funk para o titioContos fudendo menstruadacontoseroticos as 2 filhas daminha visinha vierao brincar com minha filhinha wuen brincou foi euA filha do meu amigo veio do interior pra ser minha empregada conto eroticoSou casada mas bebi porro de outra cara contoscontos eroticos papaicontoseroticoscomendo a coroa loira e a filha delacontos dançando no meu paucont erot padrinho meteu tudocontos meu amigo esta um bom tempo sem mete apica dele e muito grande egrossa eu vou da pra eleConto gay dei meu cu primeira vez depois da farracontos eroticos comi o gay e virei namoradorelatos de meu tio rui come a minha esposaContos eroticos gay estuprado pelo paiconto erotico arrombei o travesti do baile funkvideo de sexo c langerrivideo porno de anos gozando dento e escorredoconto a primeira vez com um casalcontos eroticos comi a irmazinhacontos eróticos esposa negona coroa bisex